• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
Opinião do arquitecto Gomes Fernandes (no Jornal de Notícias de hoje)
“Avenida dos Aliados transforma-se numa sensaborona mancha de um cinzento incaracterístico”
«A moda do granito confere à cidade o clima urbano de uma “sopa de pedra”
(…)
Andam muitas obras na cidade e outras já andaram subordinadas “à moda” do granito, que fazem uma interpretação excessivamente minimalista da relação deste material com os espaços urbanos. É granito no pavimento de ruas e passeios, nas bocas do metro, nos bancos de jardins, de cor escura e monótona, uniforme, ocupando espaços até aí adquiridos no imaginário do cidadão com outras tonalidades, mesmo justificado desenho, conferindo à cidade clima urbano de uma “sopa de pedra”, com os ingredientes da mesma, dizem-me, já oriundos da China.
(…)
Que o Porto está a ficar mais cinzento parece um facto, por opções arquitectónicas e de desenho urbano que nada têm a ver com a velhice ou os nevoeiros, mas exclusivamente por não haver lugar ao contraditório opinativo nem a humildade de ir escutando a voz modesta mas sensata dos portuenses. É para dar a voz a muitos deles, que em tal sentido se me dirigiram, que esta crónica reage a essa moda cinzenta com que querem embrulhar a sensibilidade e apagar o imaginário de muitos cidadãos. O Porto tem patine cinza, mas não pode resignar-se a ficar transformada numa cidade cinzenta! »

Ler texto completo no Jornal de Notícias

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário