• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

No dia 21 de Abril próximo, quarta-feira, pode optar entre a sessão das 18:00 e a sessão das 21:30!!! (na rua de Santa Catarina, 730-2.º, no Porto, perto do cruzamento com Gonçalo Cristóvão). É que a sessão PERMACULTURA: AMBIENTES COMESTÍVEIS será feita duas vezes no mesmo dia, com conteúdo basicamente equivalente, graças à boa vontade e disponibilidade do nosso orador convidado, João Gonçalves!

A sessão é de entrada livre. Sugere-se uma participação nas despesas a partir de €1,00.

É mais uma tertúlia promovida pelo Grupo Cidade-Campo (integrado na associação Campo Aberto), sobre temáticas de revalorização rural e reforço da solidariedade cidade-campo, produtores de alimentos – consumidores. (O assunto interessa-lhe concretamente? Ainda não está inscrito no grupo? Se quiser inscrever-se mas apenas ou sobretudo para seguir a informação e debates da respetiva lista eletrónica – intitulada Rur-Urb –  envie por favor um email para contacto@campoaberto.pt, bastando escrever no assunto: Inscrição cidade-campo. Se mora ou trabalha no Porto ou região próxima e quiser também participar em reuniões em média mensais, presenciais, de preparação de atividades e aprofundamento de temas, inclua no corpo da mensagem: Participação presencial no grupo de trabalho, e informe os seus contactos para além do email: telefone(s), e eventualmente endereço postal).

JOÃO GONÇALVES tem as suas raízes em Chão Sobral, concelho de Oliveira do Hospital. Onde a Serra do Açor avista a Estrela, a cerca de 650 metros de altitude, cresceu em permanente contacto com a serra, a agricultura tradicional e uma comunidade em mudança cultural, dinâmica e empreendedora. Na associação local, tem desenvolvido a sua actividade de dirigente e animação desde 2001.

Trabalhou na Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, em Lisboa, e na área do Turismo em Piódão e Albufeira. Fez experiências de estudo na área da educação não-formal em Coimbra e Dinamarca. Durante a licenciatura de Animação Socioeducativa facilitou actividades de relação Rural-Urbano do Projecto Criar Raízes do Município de São Pedro do Sul.

Como voluntário, desenvolveu em Namaacha – Moçambique uma experiência de animação da economia local através de tecnologia apropriada. Facilitou a criação de uma Rede de Economia Solidária e Sustentável em Portugal e uma Rede Local de Permacultura – Beira Serra Sustentável. Cursou Design de Permacultura com Doug Crouch do Colectivo TreeYo e a Escola da Terra em Sintra. Actualmente desenvolve trabalho de consultoria e design de Permacultura e Desenvolvimento Local. Desenvolve diversos “ambientes comestíveis” em Chão Sobral.

A Flor da Permacultura será uma das bússolas da sessão.

[gmap zoom=”auto”]

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário