• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

Palavras – Manuel António Pina (No JN)
«Siza Vieira e Souto Moura estão a fazer nos Aliados um monumento à autocracia. A autocracia já merecia um monumento no Porto!
Ora, um monumento à autocracia tem que ser cinzento (e, se possível, “sizento”), que é a cor do posso, quero e mando. E tem que obedecer à regra da autocracia, a uniformidade. Por isso, Siza e Souto Moura conceberam os novos passeios, a nova placa central e as novas faixas de rodagem da Avenida, onde até aqui reinava uma perigosíssima diversidade (até flores havia na placa central!), do modo mais uniforme que puderam granito cinzento, granito cinzento e granito cinzento. Coexistiam por ali, diversamente, uma Praça do General Humberto Delgado, uma Avenida dos Aliados e uma Praça da Liberdade; Siza e Souto Moura tornaram tudo numa coisa só: assim a modos que um Rolex “made in Taiwan”. Dessa maneira, os portuenses sempre poderão ir a Paris sem sair de casa. E como a calçada à portuguesa é também excessivamente diversa e excessivamente portuguesa, decidiram fazer-lhe o mesmo que às árvores e às flores, arrancá-la e uniformizá-la. O Porto terá uma Avenida de uniforme “signé Siza”. Para tudo ficar uniformemente perfeito, só falta obrigar os portuenses a pôr fato cinzento quando vierem os fotógrafos das revistas de arquitectura.»

Imprimir esta página Imprimir esta página

5 comentários até agora.

  1. ]JuLiE[ diz:

    por mto BONS k sejam… por mto vanguardistas… por mto futuristas k sejam os arkitectos… O AMBIENTE TEM K SER PRESERVADO!!!!!
    keu saiba, o ser humano ainda n se habituou completamente a respirar apenas ar poluido… até nas terras do dito “smog” existem árvores… existem parkes… existe solo fértil… lá pk no porto existe o parke da cidade, n é justificação tirar árvores… pra k? pra fazer mais papel??? se ainda fosse pa fazer mais notas e distribui-las pelo POBO…. aí sim… concordaria com os arkitectos… de outro modo NAO!!!!

    JUNTEM-SE A Nós nesta CRUZADA pelo Meio Ambiente! Porque às vezes, não é só a estética que conta…

  2. Porto Futuro diz:

    Qual é o mal de se fazer da avenida dos aliados uma área cinzenta? Antes cinzenta que horrorosamente insuportável, como as obras do taveira.

    Se lutassem vocês pela defesa do meio ambiente a sério, aí também participava eu na primeira linha. Ou são vocês daqueles ambientalistas da arvorezinha no meio da cidade?

  3. Teófilo M. diz:

    Caro porto futuro,

    se tivesse acompanhado toda esta luta, veria que por aqui não há ambientalistas de arvorezinha no meio da cidade, mas como você entende, pelos vistos, que a obra que está a tentar impor-se à cidade defende o ambiente, melhor seria se se informasse primeiro e falasse depois.

    Quanto à sua opção pelo cinzento, são gostos, mas eu continuo mais a gostar da cor variada ao longo do ano, sem necessidade de ser apenas a cor dos automóveis e autocarros que continuarão a passar na Avenida afugentados os peõs que por lá ainda se espraiam de vez em quando.

  4. Anonymous diz:

    A avenida dos Aliados será depois desta intervenção uma mais valia para os cidadãos do Porto, uma vez que serão introduzidas toda uma nova série de medidas:

    – alargamento dos passeios

    – aumento da densidade arbórea

    – maiores restrições ao transito automóvel

    – a já existente estação de metro que será potenciada ainda mais com as obras em curso.

    João Henrique

Deixar comentário