İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    UM ENCONTRO PARA CONHECER E CELEBRAR O
    PARQUE DAS SERRAS DO PORTO

    No sábado 30 de junho de 2018, Valongo, Gondomar e Paredes, ou a sua associação de municípios Parque das Serras do Porto, celebram a criação do Parque e a próxima conclusão de um processo participativo intenso e que mobilizou todos os setores da sociedade desses três concelhos, e ainda parceiros externos. Todos podem participar embora seja necessária inscrição.

    Não obtivemos um programa em forma de texto corrido mas ele pode ser visto nas ligações que acompanham esta notícia.

    O cartaz põe em evidência, como símbolo deste encontro, a imagem da vaca-loura, um escaravelho que é espécie protegida na União Europeia e portanto em Portugal. E é uma excelente escolha simbólica: é que a vaca-loura está estreitamente associada (embora se encontre também junto de outras espécies arbóreas) ao carvalhal, e em especial ao carvalho-alvarinho. Proteger a vaca-loura não pode deixar de passar por proteger e reconstituir largamente o carvalhal em Portugal.

    Apraz-nos interpretar (porém, o risco da interpretação é só e apenas nosso), que esse símbolo representa uma vontade, não só de preservar o carvalhal, como de o restabelecer como a espécie dominante nas Serras do Porto que integram a Paisagem Protegida. Excetuando os locais de Rede Natura 2000 que fazem parte do Parque, e os resquícios e sobrevivências de arvoredo dos vários Quercus, e pouco mais, Paisagem Protegida aqui só em caricatura se poderia considerar como equivalente a manter tal como está a atual paisagem dessas Serras, hoje quase inteiramente dominada pela monocultura do eucalipto. Aqui Paisagem Protegida, se não queremos passar gato por lebre, só poderá querer dizer, a longo prazo, Paisagem Reconstituída. É claro que não se pretende recuar ao tempo de Viriato, até porque a agricultura faz também parte da história dessas Serras e alguma, para além do pouco que ainda sobra, deverá igualmente ser reconstituída em alguma proporção. Mas se o carvalhal reconstituído (com todas as espécies arbóreas e toda a outra flora e fauna a ele associada, que fazem dele um fomentador de biodiversidade) não for ganhando desde já, gradualmente, o seu espaço de reconstituição, então alguma coisa soará a falso nesta Paisagem Protegida.

    Estamos certos que os criadores e inspiradores deste Parque (que – e embora se deva destacar a Associação de Municípios e os autarcas dos três concelhos, com merecido relevo para José Manuel Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Valongo – remontam a décadas e incluem setores expressivos do movimento ecológico conservacionista nacional e da região do Porto) têm esse ideal como bússola.

    José Carlos Costa Marques
    presidente da direção da Campo Aberto – associação de defesa do ambiente

    Programa_Encontros com o Parque

    Cartaz_Encontros com o Parque

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário