İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    Lanka Horstink
    Campanha pelas Sementes Livres
    semear o futuro, colher a diversidade
    sementeslivres@gaia.org.pt
    www.sosementes.gaia.org.pt

    Caros amigos e amigas das sementes,

    Na véspera de 2012, vimos fazer um balanço do primeiro ano de existência da Campanha Europeia pelas Sementes Livres.

    A Campanha pelas Sementes Livres em Portugal conta actualmente com 5 parceiros nacionais, quatro parceiros internacionais, 28 subscritores e 22 hortas inscritas na Rede das Hortas pela Diversidade. Contamos acrescentar como parceiro o movimento Reclaim the Fields, que criou um “braço sementeiro”, o Reclaim the Seeds.

    Na Europa a Campanha conta, para além das 5 organizações fundadoras, com cerca de 18 organizações activas na rede, entre elas a Via Campesina, e dezenas de subscritores em mais de dez países. Estamos todos em contacto através de uma lista Seed Sovereignty Europe e através da lista do Fórum Nyeleni 2011, de onde nasceu uma Rede Europeia para a Soberania e Segurança Alimentares.

    A Campanha pelas Sementes Livres já tem várias ferramentas ao seu dispor: um site nacional e um site internacional, materiais de divulgação e listas de discussão – para além das internacionais, temos uma para activistas locais e outra para os membros da recém-criada Rede das Hortas pela Diversidade. Esta Rede pretende ser a expressão prática da Campanha, um espaço onde as sementes tradicionais são activamente preservadas, trocadas e plantadas num espírito de cooperação e aprendizagem social e dentro de uma visão de uma agricultura ecológica. Vejam aqui o que são as Hortas pela Diversidade.

    Um dos pontos altos da Campanha foram as Jornadas Internacionais de Acção contra a Privatização das Sementes, em Abril (com mais de 100 eventos pelo mundo fora para assinalar o Dia Internacional da Resistência Rural, mais de 40 eventos na Europa com um evento grande em Bruxelas, e cinco eventos em Portugal com mais de 200 participantes). Outros marcos foram o Fórum Nyeleni Europa (em que participaram os nossos subscritores CNA e In Loco) e o acampamento Reclaim the Fields na Roménia. Em Portugal, organizou-se ainda uma digressão de dez dias pelas Sementes Livres, a Seed Savers Tour, onde superámos a nossa média de participantes, com mais de 400 participantes em dez eventos.

    A Campanha conseguiu ainda marcar presença em vários encontros e festivais, entre eles o Encontro Verde, o Festival de Alternativas de Sintra e o Andanças. Com o apoio financeiro dos nossos parceiros internacionais, foi também possível participar em alguns encontros internacionais.

    O ano de 2011 terminou da melhor forma, com a presença da Campanha numa edição especial do programa Biosfera, da RTP2, dedicada às Sementes Livres.

    Graças aos donativos dos parceiros da Campanha e de alguns dos seus subscritores, à angariação de fundos em eventos e ao tempo dedicado pelos voluntários, a Campanha conseguiu ser auto-suficiente na realização dos seus objectivos. Neste momento, e até Junho, a Campanha conta com uma assessora, ao abrigo do programa de estágios do IEFP. Ainda não foi possível garantir um apoio financeiro estável para a coordenação da Campanha, apesar de requerer uma dedicação substancial, mas continua a figurar nos nossos objectivos.

    Em 2012, alguns dos nossos projectos serão:

    Criação e impressão de uma brochura / livrinho sobre Sementes Tradicionais e a sua defesa

    Realização de uma Conferência Internacional para activistas das Sementes

    Realização das Jornadas de Acção pelas Sementes Livres 2012

    Aumentar a base de apoio nacional e internacional

    Estimular investigadores/as para estudar a dinâmica do sistema agro-alimentar, consequências e soluções

    Estimular a aprendizagem social em matéria agro-alimentar e.o. através da dinamização das Hortas pela Diversidade e da aproximação de horticultores, agricultores, permacultores, investigadores e activistas

    Compilar ou criar, e disponibilizar, ferramentas para a horticultura ecológica e a preservação e troca activa de sementes tradicionais. Uma destas ferramentas em preparação é um manual para a criação e gestão de redes de preservação e troca de sementes.

    Produzir um filme local sobre sementes tradicionais e a respectiva dinâmica sócio-ecológica em Portugal.

    E o que podem os nossos apoiantes fazer? Também pensámos nisso 🙂 Podem:

    apoiar a Campanha com os recursos que entenderem: $, tempo ou espécie!

    para quem tem uma horta não comercial ou comunitária: juntar-se à Rede das Hortas pela Diversidade

    utilizar os nossos materiais de divulgação para espalhar a palavra

    organizar eventos locais sobre as temáticas abordadas (infomem-nos para colocarmos na agenda da Campanha)

    ajudar a compilar dicas úteis para horticultores ecológicos ou criar módulos de auto-formação

    partilhar as vossas experiências, ilações, conselhos,.. e sementes!!

    A Campanha das Sementes Livres é dinamizada por voluntári@s e depende integralmente da doação de tempo, materiais ou $$ para realizar as suas actividades. Se queres ajudar a dotar a Campanha com os meios adequados para realizar os seus objectivos, transfere a tua contribuição para o NIB 0035 0298 0000 6902130 27 (em nome do GAIA) e envia um email de confirmação da transferência com o nome completo da pessoa ou colectivo, morada e o NIF para sementeslivres@gaia.org.pt, para receber um recibo.

    Juntos vamos convencer o mundo que as sementes são um bem comum e que os seus curadores e as suas curadoras são os hortelões e hortelãs, agicultores e agricultoras, e não as empresas, nem os governos.

    Muitos frutos para todos e todas em 2012!

    Saudações semeadas

    p/ Campanha pelas Sementes Livres


    Lanka Horstink
    Campanha pelas Sementes Livres
    semear o futuro, colher a diversidade
    sementeslivres@gaia.org.pt
    www.sosementes.gaia.org.pt

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Um comentário até agora.

    1. Lino M. de Sá Pereira diz:

      Nobles confrades,
      Vuestro apoyo à la petitíon enderezada à la ONU y Gobiernos Nationales concernente la proteccíon de las semillas tradicionales és fundamental! Por favor asignar y compartir: https://www.avaaz.org/po/petition/DECLARAR_AS_SEMENTES_TRADICIONAIS_PATRIMONIO_DA_HUMANIDADE/
      [ DECLARE TRADITIONAL SEEDS MANKIND’S HERITAGE ]¬
      Gracias!

    Deixar comentário