• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo, 15 de Junho de 2008

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Para mostrar que é amiga da saúde e da biodiversidade
Agricultura biológica em congresso

O director da Interbio – Associação Interprofissional para a Agricultura Biológica, Alfredo Sendim, em declarações à Lusa, explicou a mensagem do congresso: “Queremos alertar os consumidores para os benefícios da agricultura biológica na sua saúde, no ambiente que os rodeia e na resolução de problemas como as alterações climáticas ou a crise alimentar internacional”.

Sem esquecer a qualidade dos alimentos biológicos, que aquele responsável considera o principal motor de arranque da agricultura biológica em Portugal, Alfredo Sendim destaca outras vantagens desta agricultura face à convencional. “A agricultura convencional tem um forte contributo para o fenómeno das alterações climáticas. Por um lado, porque os agro-quimicos são derivados do petróleo e, por outro, porque é uma agricultura muito mecanizada, que gasta muito combustível e contribui fortemente para destruir a camada de ozono”, precisou.

Alfredo Sendim acrescenta que a agricultura biológica tem ainda a vantagem de “respeitar os ciclos de fertilidade da natureza”, ao contrário da convencional que diz alterar esse ciclo. “Outra grande vantagem da biológica é a de promover a agricultura local, que é essencial para combater a subida de preços dos alimentos e travar a fome no mundo. Cada país devia promover um nível de autosuficiência” da produção de alimentos, defendeu.

A Interbio pretende ainda debater, durante o congresso, o que chama de inércia do governo quanto á agricultura biológica: “Não podemos dizer que há confronto com o poder, não. Mas também não conseguimos encontrar uma atitude clara sobre o tema”, comentou. “Por que é que o Ministério da Agricultura está esquecido do seu papel de divulgação e fiscalização da certificação da Agricultura biológica nacional”, questiona aquele responsável, criticando o facto de o governo ter aprovado um grande número de entidades certificadoras, quando isso descridibiliza a certificação.

“Oficialmente temos em Portugal 230 mil hectares de agricultura biológica, mas só 10 por cento são reais, os outros são fantasia. Ora isso retira crédito à certificação”, especifica.
O II Congresso Nacional de Agricultura Biológica, subordinado ao tema «Cultivar o Futuro», está agendado para os próximos dias 24 e 25, e conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. A Interbio apresenta o congresso como um fórum de discussão a partir do qual poderão sair propostas para uma melhor gestão prática, técnica e política do sector.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=45c48cce2e2d7fbdea1afc51c7c6ad26&subsec=&id=c2fe16026f1bd726ae4e0ef07dee4cea

==========================
2. Póvoa tem a primeira praia solar

O projecto «Praias Solares» pertence à empresa Energie que contou com a colaboração de dois estagiários da Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão (ESEG) a quem coube a sua elaboração. De acordo com a Energie, trata-se de um “sistema solar termodinânimo que permite o aquecimento da água com sol, vento ou mesmo com chuva”. O calor imanado pelo sol será o grande responsável pelo aquecimento. O sistema é composto por 12 painéis solares, um termoacumulador e um grupo termodinâmico. “Para não interferir com a estética da praia da Lagoa, a Energie vai instalar os 12 painéis na cobertura do contentor que funciona como biblioteca de praia”, pode ainda ler-se no comunicado.

“Conhecida pela intensa actividade desportiva e lúdica durante os meses de Verão, a Praia da Lagoa vai proporcionar aos seus banhistas água quente em três chuveiros que vão ser instalados junto aos campos de voleibol e futebol”, informa a Energie, sustentando que “contrariamente aos chuveiros comuns estes vão ser abastecidos com água aquecida através de sistema solar termodinâmico”.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=d79d88e9a548bb022a87abed288184a4

==========================
3. «Participação e Cidadania» debateu Joaquim Massena, Rui Sá, Elisa Ferreira e Teixeira Lopes

“Património cultural, arquitectónico e histórico do Porto”. Segundo José Silva, são esses os pilares da Plataforma de Intervenção Cívica. Paradoxalmente, a plataforma surge para os proteger, para os hastear, quando, na óptica dos seus membros, eles estão constantemente a ruir na Invicta. Nesse sentido, o debate «Participação e Cidadania», que decorreu ontem no Clube Fenianos Portuenses, contou com quatro intervenientes, cujas intervenções foram unificadas por um receio comum: “O património do Porto está a desaparecer”.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=1344423c568bcc41dcc200ca3a8378bf

==========================
4. Utilização eficiente da água

O Presidente da República, Cavaco Silva, considerou que o pavilhão de Portugal na Exposição Internacional de Saragoça dá “um contributo” para uma maior consciencialização da necessidade de uma utilização eficiente da água por parte dos cidadãos.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=6dc6aa1267b88203211ae1c7828787bd

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário