İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [Esta lista tem actualmente cerca de 400 participantes inscritos.]

    Veja o site da Campo Aberto:
    https://www.campoaberto.pt/

    Comente, participe. Divulgue!

    ==========================
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
    é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    contacto@campoaberto.pt

    ==========================

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Terça-feira, 20 de Maio de 2008

    ==========================

    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

    ==========================
    1. Aveiro: Nova portagem da A17 não indica preço na via verde

    J. Gomes estava satisfeito. Finalmente tinha uma via mais rápida,
    inaugurada no sábado, para chegar ao local de trabalho. Saiu de manhã
    de Cantanhede, onde mora, em direcção a Aveiro, onde trabalha. Entrou
    no novo troço da A17, na Tocha, e saiu em Mira. Portador da “via
    verde”, estranhou a saída (duas faixas como se fosse a continuação da
    auto-estrada com pórticos), mas pior ficou quando não viu a indicação
    do valor a pagar.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/pais/nova_portagem_a17_indica_preco_via_v.html

    ==========================
    2. Porto: Igespar ainda não recebeu projecto da TCN para Bolhão

    O projecto para a reconversão do mercado do Bolhão, no Porto, não deu
    entrada no Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e
    Arqueológico (Igespar). A arquitecta Paula Silva, da Direcção Regional
    da Cultura do Norte que trabalha em articulação com o Igespar,
    garantiu, ontem de manhã, que, “oficialmente, ainda não existe um
    projecto” para o edifício, tendo-se realizado apenas uma “reunião
    exploratória”. No encontro, o instituto informou a TramCroNe que a
    preservação do edificado e a manutenção das funções do mercado são
    condições “essenciais” para a viabilização de uma proposta de
    requalificação do Bolhão.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/igespar_ainda_recebeu_projecto_tcn_p.html

    ==========================
    3. Porto: “Brasileira” recebe de volta dois andares

    A empresa que gere “A Brasileira”, histórico estabelecimento da Baixa
    do Porto, conseguiu, ontem, uma pequena vitória. Depois de o tribunal
    ter decidido pela suspensão da entrega do edifício onde está instalado
    ao banco BPI, foi determinada, além da aceitação dos embargos, a
    restituição do primeiro e quarto andares à empresa QR.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/brasileira_recebe_volta_dois_andares.html

    ==========================
    4. PCP quer multinacionais castigadas

    OPCP reclamou, ontem, do Governo penalizações para as multinacionais
    que recebem apoios comunitários para se instalarem em Portugal mas
    acabam por deslocalizar a sua produção, bem como um plano social de
    emergência para o distrito do Porto, que inclua um programa de criação
    de emprego.

    O mote para as críticas à “impunidade” de que beneficiam as empresas
    foi o arranque de uma caravana regional dedicada ao “trabalho com
    direitos”. A primeira paragem foi Vila Nova de Gaia, um dos concelhos
    mais afectados pelas deslocalizações, como o PCP a recordar os casos
    da Yazaki, da Brax, da Elefanten, da Graniti e da Coats&Clarks.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/pcp_quer_multinacionais_castigadas.html

    Números do flagelo no distrito do Porto

    10 mil postos de trabalho
    Número de trabalhadores despedidos, ao longo dos últimos cinco anos,
    fruto da deslocalização de multinacionais na região do Porto.

    3 mil trabalhadores
    Era quanto empregava a Yazaki, em Gaia. Os outros exemplos no concelho
    são a Brax (450 trabalhadores), a Elefanten, a Graniti (ambas com 700
    cada) e a Coats& Clarks, qeu empregou mais de dois mi e hoje tem 200.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/numeros_flagelo_distrito_porto.html

    ==========================
    5. Multas por falta de acesso para deficientes paradas

    O diploma relativo às contra- -ordenações no domínio das
    acessibilidades dos espaços públicos e privados, aprovado em 2006, não
    está a ser aplicado por falta de regulamentação. A denúncia foi feita
    pelo provedor do Cidadão com Deficiência do Marco de Canaveses, Luís
    Magalhães, na sequência do Encontro de Provedores do Cidadão com
    Deficiência, realizado recentemente em Lamego. Em causa está a falta
    de regulamentação do Decreto-Lei 163/2006, que estabelece as normas
    técnicas da acessibilidade dos espaços públicos e privados. O diploma
    ainda não foi regulamentado, pelo que a parte deste decreto relativo
    às contra-ordenações ainda não está a ser aplicada, apesar de terem
    decorrido já quase dois anos desde a sua publicação.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/multas_falta_acesso_para_deficientes.html

    ==========================
    6. Opinião: Mercado do Bolhão – ideias para o futuro da cidade
    por Lígia Paz

    Recentemente e pelas piores razões, a discussão sobre o futuro do
    Mercado do Bolhão ganhou um novo impulso. De um lado, o projecto de
    reconversão promovido por um grupo holandês e apoiado pelo actual
    executivo municipal; do outro, um activo grupo de cidadãos que desejam
    preservar o património arquitectónico e cultural que o Bolhão
    representa. Esta dualidade tem-se concentrado no edificado e nos usos
    inerentes ao espaço comercial que o mercado representa, deixando
    frequentemente de lado algumas principais questões que integram o
    futuro deste espaço.

    https://jn.sapo.pt/2008/05/20/porto/mercado_bolhao_ideias_para_o_futuro_.html

    ==========================
    7. Vila Real, Régua e Lamego criam aliança para liderar região do Douro

    A união de esforços entre diversas institutições das cidades de Vila
    Real, Peso da Régua e Lamego está na base do projecto «Douro
    Alliance», cujo protocolo de cooperação é hoje assinado. O projecto
    visa potenciar as capacidades do eixo urbano da região.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=9b08751c6779d48ebb9e1ca05f5aba65

    ==========================
    8. Porto: Limpeza «non-stop» na Ribeira

    Ribeira do Porto limpa 24 horas por dia. É este o objectivo de um
    projecto que a ABZHP está a desenvolver e que deverá dar emprego a
    alguns moradores da zona. A iniciativa deverá arrancar após a entrada
    em funcionamento da videovigilância, prevista para meados de Junho.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=2c17436acde6005fd53b525dd331a781

    ==========================
    9. Matosinhos encomenda Carta de Risco

    O Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade do
    Porto vai realizar a Carta de Risco do Município. Este estudo vai
    identificar os problemas que podem afectar o concelho. O relatório vai
    servir para melhorar o Plano Municipal de Emergência.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=49c75f0e269079bfb9000544259887ba

    ==========================
    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Se quiser consultar os boletins atrasados veja
    https://campoaberto.pt/boletimPNED/

    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de
    outros jornais ou fontes de informação).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
    específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
    basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
    contacto@campoaberto.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    Selecção hoje feita por Paulo Araújo

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário