Destaque: Mania das Grandezas

    A ideia do Portogaia já criou imitações. Agora é a Vila-Régua-Lamego
    (n.º2) quer ser uma só cidade. Muito uso do chavão “sustentável” para
    acções de crescimento urbano e industrial convencional que de
    sustentável nada tem. Entretanto, submerge-se a linha do Tua (n.º 4)
    e destrói-se o sítio Rede Natura 2000 do Baixo Sabor. Coerência… no
    disparate. JCM

    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
    é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio.

    Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
    www.campoaberto.pt
    Apartado 5052
    4018-001 Porto
    telefax 22 975 9592

    ==========================
    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

    ==========================
    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.
    ==========================

    1. Douro: Documento sobre a Barragem Foz Tua já deu entrada no
    Instituto da Água
    Estudo de Impacto Ambiental está a ser analisado

    O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da barragem de Foz Tua, que vai
    definir a cota de construção da infra-estrutura, já está a ser
    analisado pelo Instituto da Água (INAG), anunciaram os autarcas do
    Vale do Tua.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=23d0b0cd4a3205a7a59519ad28499164

    ==========================
    2. Douro: Plano estratégico para unir Vila Real, Régua e Lamego “numa só grande cidade”

    A Douro Alliance vai apresentar até Outubro o plano estratégico que
    visa unir Vila Real, Régua e Lamego “numa só grande cidade”, anunciou
    a coordenadora do Gabinete Técnico do projecto, Conceição Silva. Os
    co-fundadores da Douro Alliance assinaram ontem, no Peso da Régua um
    protocolo de cooperação que visa consolidar formalmente esta rede que
    pretende transformar as três cidades num pólo urbano com mais massa
    crítica e capacidade de desenvolvimento. Às três autarquias, todas
    com liderança social-democrata, juntaram-se a Universidade de Trás-os-
    Montes e Alto Douro (UTAD), as associações comerciais e industriais
    de Vila Real, do Peso da Régua e as associações empresariais de
    Lamego e a Nervir (Vila Real). Conceição Silva referiu que o plano
    estratégico da Douro Alliance ficará concluído até Outubro para
    posterior candidatura dos projectos ao programa «Cidades Polis XXI»,
    no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). Até lá
    serão realizados fóruns, lançados ciber-fóruns na Internet e criados
    grupos temáticos compostos por especialistas, que visam recolher
    contributos para os projectos prioritários a desenvolver e envolver a
    sociedade civil na iniciativa.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=52201b6707b07ad0d3873a8e944761d0

    ==========================
    3. Ponte de Lima: PONTE DE LIMA
    Festival apresenta jardins de seis países

    «Energias no jardim» é o tema do IV Festival Internacional de Jardins
    de Ponte de Lima, que abre a 30 de Maio, apresentando onze trabalhos
    originais e um “repescado” de 2007, anunciou o director do certame.
    Francisco Calheiros disse à Lusa que a edição deste ano será “a mais
    internacional de sempre”, apresentando jardins da Áustria, Itália,
    Inglaterra, Alemanha e Japão, além de Portugal. A concurso
    apresentaram-se 19 trabalhos, tendo o júri escolhido 11, enquanto que
    o 12.º transita da edição de 2007, como prémio por ter sido o mais
    votado pelos visitantes. O trabalho que recolheu mais votos, entre as
    cerca de 70 mil pessoas que no ano passado visitaram o festival,
    intitula-se «O jardim das avestruzes» e é assinado pelo arquitecto
    Fabien Vacelet.
    Segundo Francisco Calheiros, para a edição deste ano os concorrentes
    foram desafiados a conceber jardins alusivos às energias, sobretudo
    às renováveis, por esta ser uma questão que “está na ordem do dia”.
    Inédito em Portugal, este certame assume-se como uma recriação do
    famoso festival francês de jardins de Chaumont-sur-Loire.
    O festival, que decorre nos campos de S. Gonçalo, entre as pontes
    romana e da de Nossa Senhora da Guia, na margem direita do Lima,
    ficará patente ao público até 30 de Outubro, após o que será aberto
    concurso para o ano seguinte, cujo tema já está escolhido: «As artes
    no jardim».

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=31b080e5a1eb3bb72debc737231edade

    ==========================
    4. Tua: EDP garante alternativas após afundar linha do Tua

    https://jn.sapo.pt/2008/05/21/norte/edp_garante_alternativas_apos_afunda.html

    ==========================

    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Se quiser consultar os boletins anteriores veja
    https://campoaberto.pt/boletimPNED/

    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
    de Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
    jornais ou fontes de informação).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
    está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
    âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
    Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por José Carlos Marques

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário