• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente 394 inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Comente, participe, divulgue.

=================================

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

=================================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

=================================

Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006
=================================

Títulos no Público sem acesso livre

– Amazónia ganha 15 milhões de hectares de áreas protegidas
Sete unidades de conservação são criadas no estado do Pará, entre aplausos
e críticas

– Dez anos de Património da UNESCO “Se o Porto perder o estatuto, agradeço a
Rui Rio”

– Gaia já tem sociedade de reabilitação urbana

– Entrevista com Carlos Abreu Amorim
Os partidos são os principais obstáculos à regionalização

=================================
1. Gaia: SRU de Gaia começa sem Governo

Foi aprovada ontem, em reunião de câmara, a constituição da Sociedade de
Reabilitação Urbana (SRU) CidadeGaia, que irá gerir a implementação do
Masterplan do Centro Histórico sem capitais estatais. O Governo fica de
fora.
A proposta foi aprovada com os votos contra da CDU.

A Câmara de Gaia aprovou ontem a criação da Sociedade de Reabilitação Urbana
(SRU) «CidadeGaia» com capitais exclusivamente do município, depois de
goradas as tentativas de inclusão do Governo no capital da empresa. ³Até
hoje, não recebemos resposta do Governo. Não há drama nenhum. Seguimos o
nosso caminho², disse, à agência Lusa, o vice-presidente da autarquia, Marco
António Costa. A constituição da SRU foi aprovada ontem em reunião do
executivo camarário com os votos favoráveis do PSD, PS e CDS-PP e os votos
contra da CDU, que argumentou opor-se à criação de empresas municipais. ³Uma
nova empresa municipal é criada, como corolário de um folhetim que já leva
mais de dois anos: foi agora anunciado, o óbito definitivo da SRU tão
pomposamente anunciada em Dezembro de 2004², contrapôs Ilda Figueiredo,
vereadora comunista, em conferência de imprensa. Segundo a vereadora, da CDU
votou contra esta iniciativa porque visa, ³fundamentalmente, criar condições
para que a maioria PSD/CDS possa criar lugares para pessoas da sua confiança
(e até, eventualmente, para dar cobertura a alguns «negócios» menos claros),
sem qualquer controlo efectivo por parte de quem foi eleito
democraticamente².

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=d3b7e165b17a139b81a6a11baac850f6

=================================

2. Porto: Porto não celebra património

A celebração da definição oficial como Património da Humanidade não parece
jogar, na cidade do Porto, com as datas redondas. O reconhecimento, a 5 de
Dezembro de 1996, não foi festejado cinco anos depois, devido à febre da
Capital Cultura, nem o será hoje, dez anos depois.
A cidade do Porto não tem qualquer evento comemorativo dos 10 anos da
classificação do seu Centro Histórico como Património Mundial da Unesco, que
passam exactamente hoje, confirmou à Lusa fonte da câmara local.
Curiosamente, já em 2001, assinala a agência, em plena Capital Europeia da
Cultura, a cidade do Porto passou ao lado dos cinco anos da classificação da
Unesco, não assinalando a data com qualquer comemoração especial.
Há 10 anos, no final da manhã fria de 5 de Dezembro de 1996, os sinos das
igrejas do Porto tocaram a rebate anunciando a boa nova: o Centro Histórico
da cidade acabava de ser classificado Património da Humanidade. O Comité do
Património Mundial da Unesco, reunido no México, decidiu por unanimidade a
inclusão do burgo antigo tripeiro no grupo restrito das cidades históricas
protegidas por aquele organismo das Nações Unidas e a que pertenciam já as
cidades portuguesas de Évora e Angra do Heroísmo. A decisão havia já sido
tomada também por unanimidade, curiosa e sintomaticamente no Dia de S. João,
feriado municipal do Porto, pelo Conselho Internacional de Monumentos e
Sítios (International Council of Monuments and Sites – Icomos), o organismo
técnico a quem compete elaborar o relatório a submeter ao Comité da Unesco.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=4ea7694ebd197bea218dceaea41b2298

=================================

3. Porto: Exposição no Palácio da Bolsa a partir de hoje
A história do vinho do Porto em fotografia

A reserva histórica do Douro e o vinho do Porto vão estar, a partir de hoje,
nas paredes do Palácio da Bolsa. A história vai estar exposta em fotografia,
cronologicamente, entre as décadas de vinte e quarenta do século XIX. A
exposição pretende ser também uma homenagem aos 250 anos da Região Demarcada
do Douro.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=459a9f4652f530ff46f5700cba2ced3f

=================================

4. Resende: Resende: Investimento de 45 milhões de euros
Novo parque eólico em 2008

A Serra de Montemuro, nas freguesias da Panchorra e Feirão, vai receber o
primeiro parque eólico do concelho de Resende. Trata-se de um investimento
de 45 milhões de euros e que irá produzir cinco vezes mais energia que a
utilizada pelo concelho.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=350618eb2ac6a2a99ec9f2d559d604c8

=================================

5. Centros históricos: Vice-presidente da Câmara da Coimbra defende acção da
Administração Central
Reabilitação precisa de Estado ³forte²

O vice-presidente da Câmara de Coimbra, João Rebelo, defendeu ontem ³uma
acção forte² do Estado na reabilitação urbana dos centros históricos, três
dias depois da derrocada de dois prédios na baixa da cidade.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=2899f5a3ba9b0787aa638a4a387e2410

=================================

6. Feira: Lucros de 340 milhões com a água e saneamento

Câmara da Feira não cumpriu investimentos e foi forçada a renegociar
contrato com a Indáqua

A Câmara Municipal de Santa Maria da Feira aprovou, ontem, as alterações ao
contrato com a Indáqua, a concessionária do sistema de água e saneamento do
concelho. Os accionistas da emprea deverão registar, até ao final da
concessão, 340 milhões de euros em dividendos.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/porto/lucros_340_milhoes_a_agua_e_saneamen.html

=================================

7. Porto: Zona Histórica atrai cooperativa

Cinco meses depois de ter comprado, em hasta pública, cinco prédios no
Centro Histórico do Porto, a Cooperativa SACHE ficou a conhecer, ontem à
tarde, as propostas dos arquitectos convidados para projectar a recuperação
daqueles imóveis, destinados a habitação. Dentro de poucos meses, em meados
de 2007, deverão arrancar as primeiras obras de recuperação, referiu o
presidente da SACHE, Pedro Dias Ferreira, revelando que a cooperativa admite
adquirir mais casas na Baixa e Centro Histórico do Porto, dado o interesse
demonstrado por muitas pessoas em ter uma casa no centro da Invicta.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/porto/zona_historica_atrai_cooperativa.html

=================================

8. Leça: Petição na Net pela Quintada Conceição

O movimento “Quinta da Conceição – Privatização Não!” está a promover um
abaixo-assinado, a entregar à Câmara de Matosinhos, contra a concessão da
gestão daquele espaço público verde a privados.

Na petição, que está a circular na Internet, os contestatários da decisão da
autarquia, lembram que “a concessão que a Câmara Municipal de Matosinhos
pretende efectuar, permite, nomeadamente, ao eventual concessionário a livre
utilização nocturna da quinta com cobrança de entradas”. O abaixo-assinado
contava, a meio da tarde de ontem, com 16 assinaturas.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/porto/peticao_net_pela_quintada_conceicao.html

=================================

9. Matosinhos: Arranjo urbanístico na entrada da Circunvalação

Iluminações de Natal e animação de rua vão custar 500 mil euros

Aentrada em Matosinhos, pela Circunvalação, vai ganhar uma nova imagem. Para
aqueles terrenos no gaveto da Estrada da Circunvalação com a Avenida D.
Afonso Henriques, mesmo em frente ao queimódromo, foram apresentados dois
pedidos de operações urbanísticas, pelo que a Câmara decidiu estabelecer em
protocolo as condições em que os empreendimentos deverão ser viabilizados.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/porto/arranjo_urbanistico_entrada_circunva.html

=================================

10. Norte: Presidente da Câmara quer extinção do ICN

O presidente da Câmara de Bragança, Jorge Nunes, defende a extinção do
Instituto de Conservação da Natureza (ICN). O autarca criticou aquele
instituto, porque não é “estrutura suficientemente positiva” em termos da
conservação da Natureza. “Na parceria com os municípios é uma estrutura
desconfiada, desconfia das pessoas que vivem nos territórios que elas
próprias construíram com qualidade”, referiu. Por isso, prefere uma
estrutura alternativa, com outra visão para o território.

Jorge Nunes fez estas declarações quando comentou a reorganização que está
em curso naquele instituto, que prevê alterações radicais no desenho das
áreas protegidas do país, nomeadamente o agrupamento dos parques por áreas
temáticas.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/norte/presidente_camara_quer_extincao_icn.html

=================================

11. Esposende: Deficientes plantam ervas e legumes como terapia
lisa soares

Jovens aprendem, todas as semanas, mais um pouco sobre ervas medicinais e
legumes no complexo de Esposende da APPACDM

Todas as semanas, os jovens do complexo de Esposende da Associação
Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM), na
Quinta do Paiva, aprendem mais um pouco sobre plantas. O projecto de
horticultura terapêutica, pensado pela Câmara local, iniciou-os, há quatro
anos, num mundo de cores, texturas e aromas, imprescindível para o estímulo
dos sentidos.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/minho/deficientes_plantam_ervas_e_legumes_.html

=================================

12. Litoral Norte: Valimar lidera projecto para o Litoral Norte
direitos reservados

Parque Natural Litoral Norte continua limitado ao município de Esposende

AV alimar ComUrb vai liderar uma operação integrada e conjunta dos
municípios costeiros que fazem parte da Comunidade Urbana (Viana do Castelo,
Caminha e Esposende) com vista à requalificação e revitalização do litoral
norte, anunciou fonte da comunidade, numa altura em que se sabe que o Parque
Natural Litoral Norte não será alargado aos concelhos do distrito de Viana
do Castelo, continuando limitado a Esposende.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/minho/valimar_lidera_projecto_para_o_litor.html

=================================

13. Vila Verde: Câmara procura mel produzido no município

Feira de Artesanato está a decorrer na Praça de Santo António até ao próximo
domingo

Um presépio desenhado com os motivos dos lenços dos namorados é a grande
atracção da segunda edição da feira do artesanato e mel que decorre, até
domingo, em Vila Verde. A ideia, de uma artesã do concelho, surgiu depois de
ter pintado o padroeiro de Vila Verde, Santo António. “Achei que podia ser
uma ideia diferente e gira, um presépio pintado com os motivos dos lenços
dos namorados, um produto que é nosso. É a forma de alargar ainda mais a
oferta de produtos com esta natureza”, disse.

Com cerca de três dezenas de artesãos, o certame pretende “ser a
continuidade da festa das colheitas e da aposta no artesanato como afirmação
de um concelho que tenta aliar a modernidade com a tradição e é também uma
hipótese dos artesãos fazerem negócio nesta altura do ano”, diz o vereador
da Cultura, para quem esta “é uma boa forma das pessoas darem prendas de
Natal diferentes, originais e úteis”.

O vereador da Cultura revelou, ainda, ser intenção da autarquia “avançar com
uma feira do mel” mas, para isso, o número de apicultores do concelho tem
que ser maior. “Nesta altura, são 25 os produtores de mel, um número que tem
vindo a crescer mas ainda não é suficiente”. Rui Silva quer cativar os
apicultores amadores, que “têm mel de excelente qualidade”, a entrar no
circuito. “Com eles, poderemos avançar com a feira”. Outra ideia que está em
gestação é um certame só com animais de produção biológica.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/minho/camara_procura_produzido_municipio.html

=================================

14. Castro Daire: Bufo-real regressa à vida selvagem
Ave apanhada pela GNR numa gaiola foi libertada ontem em Lamelas

Cerca de quarenta alunos da Escola Básica N.º1 de Lamelas (Castro Daire)
presenciaram, ontem, a libertação de um bufo- -real. A ave foi devolvida ao
seu habitat depois de encontrada na mesma localidade a 31 de Outubro.

Uma denúncia para o SEPNA da GNR de Castro Daire a dizer que o bufo-real
estava numa gaiola na aldeia de Lamelas levou a que uma brigada acabasse por
transportar a ave para o Centro de Recepção Acolhimento e Tratamento de
Animais Selvagens (CRATAS), em Vila Real.

https://jn.sapo.pt/2006/12/05/centro/buforeal_regressa_a_vida_selvagem.html

=================================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e de O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por José Carlos Marques

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente

www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário