• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é
e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Quinta-feira, 13 de Julho de 2006

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Mais jovens não abdicam do automóvel

Quase sete em cada 10 jovens, com idades entre os 25 e os 34 anos, utilizam diariamente o automóvel para as suas deslocações. Um número deveras elevado, quando comparado com o dos idosos com mais de 64 anos apenas 14,1% tiram o veículo do estacionamento todos os dias. Os dados são da Marktest e pertencem ao universo analisado pelo estudo “Consumidor 2005”, cujos resultados indicam que 3,86 milhões de residentes no Continente utilizam o automóvel nas suas deslocações diárias (46,5% dos indivíduos participantes no estudo). Destes, 77,9% são quadros médios e superiores e apenas 18,2% são domésticas. As classes alta e média alta fornecem a maioria dos utilizadores diários de automóvel (65,6%), por oposição à classe baixa, em que apenas 23,1% o faz. A maioria são homens (57,1%) e residem na região da Grande Lisboa ou no Litoral Norte e Centro (58,3%, na sua maioria homens entre os 25 e os 54 anos, das classes média ou média baixa, quadros médios ou superiores). “Tem-se registado uma tendência de relativo aumento na utilização diária destes veículos, tendo-se passado de 42,1%, em 2001, para os 46,5% agora observados”, revela a Marktest, na última “newsletter”.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/economia_e_trabalho/mais_jovens_abdicam_automovel.html

==========================
2. Radiação ultravioleta em níveis perigosos

O índice de raios ultravioleta (IUV), que mede os níveis de radiação solar que podem queimar a pele humana, vai estar elevado até amanhã em Portugal devido às altas temperaturas, segundo o Instituto de Meteorologia (IM).
De acordo com o Serviço Nacional de Bombeiro e Protecção Civil (SNBPC), o risco de incêndio também vai continuar elevado até por causa do calor.
Até amanhã, o IM prevê que o índice de raios ultravioleta oscile entre os oito e os onze, mas os valores mas elevados vão registar-se nas ilhas dos Açores e da Madeiras.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/sociedade_e_vida/radiacao_ultravioleta_niveis_perigos.html

==========================
3. Metro transporta 3,4 milhões/mês

O número de passageiros transportados mensalmente pelo Metro do Porto aumentou 176% entre Junho de 2005 e Junho passado, revelou ontem o administrador-delegado da Transdev para a área ferroviária. Segundo Manuel Seabra, que falava em Lisboa num almoço com jornalistas, o Metro transportou, em Junho, 3,4 milhões de clientes, que comparam com 1,8 milhões no período homólgo do ano passado, e estima atingir os quatro milhões já em Setembro.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/porto/metro_transporta_34_milhoesmes.html

==========================
4. Uma multinacional de apoio aos animais
(Este espaço é da responsabilidade do Midas – Movimento Internacional em Defesa dos Animais)

A Peta nasceu nos Estados Unidos, em 1980 e, desde então, angariou mais de um milhão de sócios e apoiantes. Desta forma, transformou-se no gigante das organizações de luta pelos direitos dos animais, em todo o mundo. No site oficial, pode ler-se uma espécie de moral no qual deixam claro a ideia de que «os animais não são nossos, não temos o direito de os usar».
Para terminar, convém referir, através deste relato, que nem todos os animais que andam na rua foram abandonados. Muitos deles fugiram e têm em casa uma família preocupada e que os procura. Vale a pena estar atento a estas situações.

Carlos Luís Ramalhão
www.associacaomidas.com
info: midas@associacaomidas.com

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=182be0c5cdcd5072bb1864cdee4d3d6e&subsec=70efba66d3d8d53194fb1a8446ae07fa&id=e306eacbda0471724df63174299dcaef

==========================
5. Parques de estacionamento com novos preços em breve

Os parques de estacionamento da Área Metropolitana do Porto passarão a ter, em breve, regras novas no que diz respeito aos tarifários. A legislação obriga a que o preço a pagar pelos utentes seja fraccionado em períodos máximos de 15 minutos (e não de uma hora, como acontece agora), para os estacionamentos de curta duração – até 24 horas. Só nos de longa duração (mais de 24 horas) a tarifa será fixada à hora, ao dia, à semana ou ao mês.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/porto/parques_estacionamento_novos_precos_.html

==========================
6. Fábricas de “vento”

O Agrupamento Eólicas de Portugal (AEP) propõe-se investir 225 milhões de euros em Viana do Castelo, até 2013, na construção de quatro fábricas, criando 700 empregos directos e 1100 indirectos, informou fonte ligada ao processo. O presidente da Câmara, Defensor Moura, disse à Lusa que no início do próximo ano já deverá estar em funcionamento a primeira fábrica, que operará na área de produção de pás para os aerogeradores.

“O projecto já está aprovado e a Câmara também já está a fazer um investimento na rede viária, com a abertura de uma via paralela à marginal da Praia Norte, para facilitar a drenagem da produção”, referiu o autarca.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/minho/fabricas_vento.html

==========================
7. Nova ponte arranca em 2007

As obras com vista à criação de uma nova travessia sobre o rio Lima, entre Lavradas (em Ponte da Barca) e Padreiro (Arcos de Valdevez), devem arrancar no próximo ano.
De acordo com o presidente da Câmara de Ponte da Barca, Vassalo Abreu, que convocou, ontem, uma conferência de Imprensa para dar conta do processo, o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da ligação – há muito reclamada pelas populações das duas margens do Lima – dá conta de “perturbações pontuais” no habitat do curso de água, situações que, segundo disse, “não põem em causa a proposta, que obteve parecer favorável dos serviços do Ministério do Ambiente”. A propósito, afiançou “estamos convictos de que esta obra não sofrerá novos atrasos”.

https://jn.sapo.pt/2006/07/13/minho/nova_ponte_arranca_2007.html

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário