İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    No próximo dia 19 de Março serão comemorados os 30 anos da luta contra a
    opção da energia nuclear em Portugal com uma concentração em Ferrel
    (Peniche). Pretende-se reunir um número muito alargado de pessoas e
    entidades, pelo que foi construída uma página na Internet com toda a
    informação sobre este evento (www.ferrel30anos.org).

    Em 1976, em Ferrel, no concelho de Peniche, realizou-se uma manifestação da
    população local contra a opção pela energia nuclear em Portugal, que
    representou um dos primeiros momentos desta luta em Portugal.

    Ainda que a data concreta seja a de 15 de Março (sendo esta assinalada por
    conferências de imprensa em vários pontos do país no próximo dia 14),
    optou-se por marcar o dia 19 de Março, domingo, para a concentração de
    cidadãos. Com esta concentração pretende-se homenagear o povo de Ferrel, mas
    também todos aqueles que aí se manifestaram há 30 anos, demonstrando que a
    energia nuclear não é a solução, sendo fundamental apostar na eficiência
    energética e nas energias renováveis, se queremos que Portugal se desenvolva
    de forma sustentável.

    Como primeiro passo para esta comemoração foi criada uma página na Internet
    ­ www.ferrel30anos.org – onde todos os
    interessados poderão conhecer de forma mais aprofundada o que se passou em
    Ferrel há 30 anos atrás e posteriormente em 1978, bem como os objectivos e
    programa do evento, para além de documentos e contactos úteis sobre a
    temática do nuclear.

    Em redor desta acção de comemoração, esboça-se igualmente uma Plataforma Não
    à Opção Nuclear em Portugal, a constituir por cidadãos, associações e
    instituições que a ela queiram aderir, e que pretende manter, no debate
    energético nacional, não só uma firme rejeição do nuclear, como provar que a
    aposta no nuclear representaria um obstáculo e um desvio às verdadeiras
    apostas necessárias e urgentes nas energias renováveis de baixo impacto
    ambiental e na eficiência energética, que reforcem a autonomia e não a
    dependência do país.

    Plataforma pelo Não ao Nuclear (em formação)
    Lisboa, 7 de Março de 2006

    Para quaisquer esclarecimentos contactar:

    José Carlos Marques (Campo Aberto – Associação de Defesa do Ambiente,
    Porto): 229759591

    Susana Fonseca (Quercus, Associação Nacional de Conservação da Natureza):
    936603683

    Gualter Baptista (GAIA-Grupo de Acção e Intervenção Ambiental, Lisboa):
    919090807

    José Luís Almeida e Silva (jornal Gazeta das Caldas, Caldas da Rainha): 262
    870050

    Paulo Trancoso (MPT ­ Partido da Terra): 912538848

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Energia e transportes

    Deixar comentário