İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

    INSCREVA-SE AGORA

    <br /> <!–<br /> @page { size: 20.99cm 29.7cm; margin-right: 3.18cm; margin-top: 2.54cm; margin-bottom: 2.54cm }<br /> P { margin-bottom: 0.21cm; direction: ltr; color: #000000 }<br /> P.western { font-family: “Times New Roman”, serif; font-size: 12pt; so-language: pt-BR }<br /> P.cjk { font-family: “Times New Roman”, serif; font-size: 12pt }<br /> P.ctl { font-family: “Times New Roman”, serif; font-size: 12pt }<br /> –><br />

    INSCREVA-SE AGORA

    19 DE MARÇO: VAMOS A FERREL (PENICHE)

    Lembra-se
    de Chernobil?

    Em Abril
    de 1986 dava-se perto de Kiev o maior desastre de sempre em centrais
    nucleares, cujos efeitos ainda persistem. Sabia que, DEZ ANOS
    ANTES
    , em 15 de Março de 1976, o povo de Ferrel, uma
    aldeia situada a 4km de Peniche, marchou unanimente do centro da
    freguesia até aos campos do Moinho Velho, a 4km, onde se
    tinham iniciado obras relacionadas com a projectada «primeira»
    central nuclear portuguesa, e exprimiu a sua categórica recusa
    de que ela fosse ali construída?

    Esse foi o
    início de um processo que levou praticamente ao abandono, em
    1982, pelo governo de então, de centrais nucleares em
    Portugal. Agora que alguns querem ressuscitar a perigosa e inútil
    ideia de centrais nucleares em Portugal, vamos a Ferrel, no domingo
    19 de Março, comemorar os 30 anos sobre essa primeira grande
    manifestação de carácter ambiental no nosso país
    e relançar o debate sobre o problema energético em
    bases realmente sustentáveis, renováveis e
    alternativas.

    Mais informações em www.ferrel30anos.org

    INSCREVA-SE
    AGORA

    *
    Para a deslocação a Ferrel em autocarro, promovida pela
    Campo Aberto e aberta a todas as associações e pessoas
    na região do Porto:


    custo da deslocação: 15 euros


    custo simbólico do almoço de confraternização:
    5 euros


    pagamento prévio por transferência multibanco para a
    conta NIB 00 33 000 000 049 0072 99 41,

    de
    Cristiane Carvalho


    pagar 15 euros se optar por outra solução para o almoço
    (farnel próprio, etc)


    pagar 20 euros se optar por deslocação+almoço


    se optar por outros meios de transporte mas quiser participar no
    almoço deverá transferir apenas 5 euros

    *
    IMPRESCINDÍVEL, no próprio dia em que fizer a
    transferência, indicar que a fez; indicar igualmente se opta
    por refeição vegetariana (a cargo do Grupo GAIA,
    presente no local com a acção Dia do Pai Ecológico,
    e cujo custo será igualmente 5 euros); na ausência de
    especificação, assume-se que participa na refeição
    geral oferecida pelos anfitriões (Peniche, Ferrel).

    Indicar
    para: Cristiane Carvalho, tel. 96 330 5663, email:
    cristianepc@gmail.com

    *
    As desistências até 10 de Março serão
    reembolsadas

    *
    PRAZO LIMITE DE INSCRIÇÃO: segunda-feira, 13 de Março
    (para facilitar a organização, agradece-se a inscrição
    o mais cedo possível).

    *
    Programa previsto: antes do almoço, acto simbólico
    evocativo; após o almoço, intervenção e
    debate sobre o problema energético, lançamento do livro
    A Maldição das Bruxas de Ferrel, do
    escritor Mariano Calado; projecção de telereportagens
    da época, abertura de uma exposição de materiais
    gráficos do movimento antinuclear da época.
    Encerramento: 17H30.

    *
    PARTIDA: 7H15 da manhã, do Parque das Camélias, à
    Batalha (Porto).

    *
    Hora aproximada de chegada ao Porto no regresso: 21H30.

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Energia e transportes

    Deixar comentário