• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto


Dia 15 de Maio realizou-se a visita ao Maciço da Gralheira, perto de Arouca, guiada pelo Dr. Mário Araújo Ribeiro, autor do livro «O Maciço da Gralheira – Da Freita ao S. Macário: Um guia com algumas crónicas». Nesta visita participaram 40 pessoas, incluindo 2 crianças.


Segue um trecho do referido livro, onde se apontam as razões para uma visita a esta magnífica paisagem natural Portuguesa, que se estende desde a Serra da Freita, a mais conhecida, até ao S. Macário:

«Porque tem de tudo: cerros que atingem e passam os 1100 metros; pontos de onde a vista abrange grande parte do Norte e, a bem dizer, o Centro do País em toda a sua largura; o extenso planalto de Albergaria, revestido de amarelo na época da floração da carqueja e do tojo mourisco, manchas extensas do roxo da urze, a maior queda de água do País, grande diversidade e várias curiosidades geológicas, ribeiros e rios que tanto se precipitam tumultuosamente do alto da serra, cavando na pedra formas e espaços de singular beleza, como deslizam mansamente por entre arvoredo frondoso, formando poças e poços onde o prazer de mergulhar na água límpida e macia é ncomparável, vales profundos de vertentes íngremes – alguns, verdadeiros desfiladeiros – escarpas e locais que convidam à aventura, aldeias isoladas, de velhas casas de pedra ainda cobertas de lajes, encostas transformadas ao longo de gerações em extensas escadarias de leiras muito verdes, matas frondosas, recantos inesperados, paisagens surpreendentes, fontes onde a água muito fria parece dessedentar melhor, sei lá que mais!»

Com este passeio pretendeu-se dar a conhecer os principais pontos de
interesse desta magnífica paisagem natural Portuguesa, tendo sido fornecidas indicações para visitas individuais no futuro.

No seguimento desta intenção, realizou-se uma volta ao Maciço, no máximo possível de extensão, com visita de alguns pontos de maior interesse.


Percurso:

  • Senhora da Laje
  • Frecha da Mizarela (ponto panorâmico diferente do usual)
  • Castanheira e pedras parideiras, percorrendo um caminho não sinalizado
  • Cabeço do Gralheiro, a pé (vista sobre o vale do Rio Teixeira e para sul)
  • Estrada do planalto de Albergaria
  • S. Pedro Velho (final a pé)
  • Detrelo da Malhada
  • Estrada nova desde a descida para Tebilhão (panorama, muros denteados)
  • Vale do Coto do Boi
  • Descida para a Portela de Moldes
  • Ponte de Telhe, Janarde e vale do Paiva
  • Subida para o Alto de Campelinho e Regoufe
  • Subida a pé ao ponto panorâmico Mato de Belide, estrada para o S. Macário, panorâmica sobre Covas do Monte
  • Regresso por Colheira, Póvoa das Leiras, Candal e Cabreiros.



Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário