İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    Campo Aberto e Olho Vivo promovem acção mediática

    Pedro Pacheco escala a uma árvore na Rotunda da Boavista (na entrada voltada para a
    zona do Hospital Militar), dia 6 de Junho, pelas 15 horas, e coloca uma faixa de protesto

     

    Os espaços verdes do Porto têm vindo a sofrer sucessivos atentados, alguns deles com consequências
    muito gravosas, para prejuízo da cidade e seus habitantes. É lamentável que as
    zonas verdes sejam ainda hoje encaradas como espaços em que solo não está a ser
    devidamente aproveitado ou rentabilizado e, como tal, disponíveis para serem
    ocupadas por estruturas que as desvirtuam por vezes irremediavelmente.

    A Campo Aberto e a Olho Vivo pretendem alertar a cidade para a importância de se conservarem e respeitarem
    os espaços verdes existentes e o seu património arbóreo em particular. Há que
    pôr termo ao abate indiscriminado de árvores, respeitar a história dos espaços
    e, sobretudo, direccionar o investimento não para requalificações que acabam
    por ser mais prejudiciais do que benéficas, mas antes na criação de novos
    espaços verdes públicos, criando-se assim uma cidade mais amigável, humana e
    social. Temos, por isso, o prazer de convidar os órgãos de imprensa para esta
    acção.

    Algumas situações concretas que nos preocupam:

    • proposta de atravessamento da Rotunda da Boavista pelo metro;
    • outras intervenções da Metro do Porto: estação na Av. dos Aliados (foram retirados cerca de uma dezena de bordos); estação do metro na Trindade (foram transplantados cerca de uma dezena de plátanos);
    • estação do Marquês (foram transplantados e mutilados três plátanos que, se sobreviverem na Praça Velasquez, obviamente lá devem ficar);
    • urbanizações previstas no Fluvial em zona onde existem diversos sobreiros;
    • acessos para o Euro 2004: reperfilamento da Rua O Primeiro de Janeiro (vai obrigar ao abate de várias tílias); rotunda na Av. de Sidónio Pais, junto às bombas da Galp recentemente desactivadas (vai obrigar ao abate de alguns plátanos de grande porte); túnel na Av. Fernão de Magalhães (já levou ao transplante de vários castanheiros-da-Índia);
    • a perda de arborização em algumas ruas na Foz e em Nevogilde.

     

     

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário