RIOS VIVOS, GENTE VIVA
    Colocado em 29 de agosto de 2022

    Iniciámos há cerca de um ano esta rubrica, consagrada ao Movimento Rio Douro, em cuja fundação a Campo Aberto participou (veja mais abaixo informação sobre o Movimento e seus princípios e modo de funcionamento).

    Devido aos confinamentos de 2020 e 2021, o #MovRioDouro, como se designa abreviadamente, só na primavera de 2021 conseguiu realizar a sua primeira intervenção pública, um passeio comentado ao longo das margens do rio Tinto, no Parque Oriental do Porto. No verão de 2021, como mais abaixo resumidamente se refere, o Movimento lançou a campanha sobre as praias fluviais da bacia hidrográfica do Douro, que este ano teve nova «edição». Pretendeu-se voltar a alertar para a falta de qualidade para banhos em quase todas, em especial na zona do estuário, e para a deficiente informação sobre o estado real, proveniente das Câmaras Municipais da região, que chegam a negar ou menosprezar avisos da própria Agência Portugesa do Ambiente.  O Movimento tem alertado também para o estado das massas de água superficiais do Douro, sendo que quase metade delas estão abaixo do bom estado ecológico. Por outro lado, a Região Demarcada do Douro, como tem sublinhado o Professor Rui Cortes, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e membro do #MovRioDouro, está enferma desde há décadas de problemas específicos de poluição, provocados pela indústria vitivinícola, devido aos intensos consumos de ágau e às condições em que são gerados os efluentes vinícolas, os quais originam fenómenos de poluição orgânica, que também repercute negativamente nas comunidades aquáticas e na qualidade da água para consumo humano. É essa a preocupação de outra campanha do Movimento, expressivamente designada por Douro Roxo. Além disso, tem havido uma articulação e atenção a outras bacias hidrográficas nacionais, mantendo-se as excelentes relações com a plataforma ProTejo, e a nível internacional com a participação no Dia Mundial da Migração dos Peixes. Ecoaram-se as preocupações de outros ativistas fluviais, relativamente ao melhoramento do acesso à Nascente do Rio Almonda e a um alerta à poluição lançado pela associação SOS Rio Paiva, tendo-se ainda feito intervenção junto da APA para a remoção da estrutura ilegal na Praia do Ourigo, na Foz do Douro.

    RIOS VIVOS, GENTE VIVA
    Colocado em 16 de agosto de 2021

     

    CAMPANHA PRAIAS FLUVIAIS

    No mês de agosto 2021, o #MovRioDouro empreende uma Campanha Praias Fluviais, uma ação de sensibilização para as praias do Douro que visa informar e alertar as pessoas para o mau estado da água do rio. No sábado 14 de agosto de 2021, às 9:30, os interessados em apoiar essa campanha tiveram encontro marcado na Praia de Zebreiros (Gondomar) para prosseguir a campanha já iniciada no início de agosto. Para contactar o movimento em novas ocasiões, comunicar para o email movriodouro@gmail.com ou pelo tm 912 600 587 (Gutavo Briz).

    Saiba mais sobre as campanhas do #MovRioDouro.

    O QUE É O #MOVRIODOURO

    #MovRioDouro é um movimento de cidadania em defesa dos rios da bacia hidrográfica do Douro, que congrega pessoas, membros da comunidade científica, grupos e associações para a defesa dos rios. Atuamos com base numa agenda ambientalista e cidadã, de influência dos decisores e da sociedade, para mudanças efetivas na bacia do Douro.

    O #MovRioDouro: movimento de cidadania em defesa dos rios da bacia hidrográfica do Douro, foi fundado em 5 de maio de 2021, conforme proclamação então divulgada e que pode ser lida aqui.

    Terminado o estado de emergência, em plena Década das Nações Unidas para a Regeneração dos Ecossistemas e reconhecendo a enorme importância que a saúde dos rios e das bacias hidrográficas tem no equilíbrio da Terra e na saúde das sociedades humanas, 11 organizações e movimentos e uma dezena de cidadãos uniram esforços e fundaram, a 2 de maio, o #MovRioDouro, um movimento de cidadania em defesa dos rios da Bacia Hidrográfica do Douro.

    Após vários encontros e reuniões online, ao longo de 2020 e 2021, num plenário – também ele em formato digital – 25 pessoas fizeram nascer o #MovRioDouro, um movimento de agenda ambientalista e cidadã que quer contribuir para mudanças efetivas na bacia do Douro. O movimento informal é fundado pela congregação de esforços de 11 entidades e movimentos: ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental; Associação Espaço VIPA 1051; Associação URTICA – Defesa do Ambiente e Acção Climática; AZU – Associação Ambiental em Zonas Uraníferas; Campo Aberto – associação de defesa do ambiente; GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente; Movimento em Defesa do Rio Tinto; Movimento Rio Sousa; NAST – Núcleo Associativo de Santo Tirso; OnGaia – Associação de Defesa do Ambiente; e Rede Inducar. São também membros fundadores 10 pessoas a título individual que, pelo seu percurso académico, científico e/ou ativista, reforçam os coletivos acima referidos.

    O Movimento rege-se por uma carta de princípios que o define assim:

    O #MovRioDouro é um movimento de cidadania em defesa dos rios da bacia hidrográfica do Douro, que congrega pessoas, grupos e associações para a defesa dos rios, através da troca de experiências e informação, da dinamização de ações conjuntas e da defesa de posições comuns junto da sociedade e decisores. Atuará com base numa agenda ambientalista e cidadã de influência dos decisores e da sociedade, para mudanças efetivas na bacia do Douro. Texto completo.

    O #MovRioDouro rege-se por um Regulamento interno.

     

    Os primeiros dois pontos definem praticamente tudo o que é preciso, mas o texto completo especifica-os. São eles:

    1. O #MovRioDouro compõe-se de pessoas, organizações, associações, grupos, iniciativas, entidades e similares que exprimam identificação com a sua Carta e vontade explícita de a ele pertencerem.
    1. Conselho Plenário 2.1. Os aderentes presentes na sessão inaugural do movimento constituem o seu conselho plenário, ao qual irão sendo integrados os novos aderentes entretanto surgidos. A ele cabe programar ações e intervenções com vista a pôr em prática os valores, os princípios e os objetivos formulados na Carta, bem como interpretá-la em caso de dúvida. 2.2 O movimento pode convidar pessoas a nível individual.

    Para comunicar com o #MovRioDouro: movriodouro@gmail.com

     

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Água, Destaques

    Deixar comentário