Uso de animais na ciência e na educação: podemos ser «humanitários»?

por | Abr 4, 2013 | sem categoria | 0 Comentários

419380_3775Quando: Quarta 10 abril 21:15.

Onde: na sede de trabalho da Campo Aberto (Rua de Sta Catarina, 730-2.º andar, no Porto).

Como: inscrevendo-se (inscrição gratuita mas necessária) até segunda-feira, 8 de abril, às 24:00, para o email: animaisabril10@gmail.com

No mesmo email podem ser inscritas várias pessoas anuentes desde que se indique para cada uma nome, email e um telefone de contacto.

Com quem: com Luísa Bastos; nasceu no Porto em 1977. Licenciou-se em matemática aplicada na Universidade do Porto; é mestre em métodos computacionais e doutorada em engenharia biomédica. Atualmente, é investigadora no Instituto de Engenharia Biomédica, no Porto, onde trabalha no desenvolvimento e na avaliação de modelos matemáticos e simuladores para a educação e o treino de profissionais de saúde. Desenvolve atividades cívicas e políticas nas áreas dos direitos humanos e direitos dos animais não humanos há cerca de cinco anos. É membro da direção da Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária (SPEdH) desde 2012.

O quê: O uso de animais na ciência e na educação tem suscitado um debate intenso entre quem defende que os animais são recursos e quem defende que os animais têm direitos. Nesta tertúlia debateremos os caminhos de uma ciência e uma educação mais éticas e eficazes, com métodos que não recorrem ao uso de animais. Serão consideradas as alternativas ao uso indiscriminado e cruel de animais na ciência e na educação, na perspetiva de que os direitos dos animais completam mas não se opõem aos direitos humanos, sendo o sentimento «humanitário» encarado nessa complementaridade indissolúvel.

Será também apresentada a Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária (SPEdH). A SPEdH tem como objetivo incentivar a compreensão da necessidade do respeito por pessoas, animais e meio ambiente, reconhecendo a interdependência entre todos os seres vivos, através da organização de palestras e debates de consciencialização pública; de parcerias com associações internacionais; e da promoção do uso de materiais que possam tornar o ensino mais humanitário, nomeadamente as alternativas ao uso de animais no ensino e experimentação.

Nota: a Campo Aberto é uma associação autofinanciada, sem subsídios regulares. Embora a tertúlia seja gratuita, agradecemos os donativos de quem possa e queira colaborar. Sugerimos 1 ou 2 euros por pessoa a entregar à entrada da sessão.

Outras Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anadolu Yakası Türk Escort maltepe escort bostancı escort anadolu yakası escort bonus veren siteler escort ankara ankara escort tempobet deneme bonusu veren siteler deneme bonusu ataşehir escort Mebbis trendyol indirim kodu marsbahis tipobet betonred marsbahis istanbul escort bayan casibom Palacebet sahabet seo Madridbet giriş matbet casibom casino siteleri casino siteleri deneme bonusu veren siteler matbet matbet matbet madridbet giriş matbet güncel giriş Meritking matbet matbet güncel giriş matbet güncel giriş grandpashabet grandpashabet matbet Madridbet giriş casibom casibom casibom Madridbet jojobet jojobet casibom jojobet jojobet jojobet holiganbet marsbahis jojobet jojobet casibom giriş matbet matbet matbet gaziantep escort gaziantep escort marsbahis jojobet betturkey bahsegel Bahiscom marsbahis jojobet hacklink matbet matbet güncel giriş bahsegel pusulabet hacklink satın al