İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

    (Fotos do abate no final desta página)

    Custa a crer, mas é verdade. Para aumentar os lugares de estacionamento e reduzir a densidade arbórea do local, a Junta de Freguesia de Ermesinde pretende abater 17 de um total de 70 plátanos do Largo da antiga feira (Largo António da Silva Moreira Canório). Numa terra desordenada e onde os espaços verdes públicos são escassos, é triste ver uma entidade pública preocupada em abater árvores, e não em plantar mais, como seria sua obrigação. Tal como nos escreveu um cidadão preocupado, “nesta luta desigual o carro continua a levar a melhor!”. A nossa pergunta é: até quando?

     

     

    Depois de termos contactado a Junta de Freguesia, recebemos a seguinte resposta:

    “Nª. Refª. 531/2010

    Exmº. Senhor

    Face ao teor da sua comunicação, cumpre-me esclarecer que a Sede desta Junta de Freguesia não se encontra instalada em nenhum largo nem tão pouco se vai verificar qualquer abate de árvores nas suas instalações, pelo contrário, procedeu-se, recentemente à replantação de 3 azevinhos.

    Quanto ao Largo da antiga feira, remeto para a leitura do Comunicado publicado no site desta Junta, no sentido de serem esclarecidas eventuais questões sobre o assunto.

    Com os melhores cumprimentos
    O Presidente da Junta
    Dr. Luís Ramalho”

     

    Em resposta, a Campo Aberto enviou o email que reproduzimos em baixo. Curiosamente, a página a que este email se refere foi retirada do site da Junta de Freguesia de Ermesinde. Não podemos afirmar que foi propositado, mas que estava online e que agora já não está, isso podemos assegurar!

    “Exmo. Sr. Presidente da JF
    Dr. Luís Ramalho

    Agradeço a sua resposta. Efectivamente referíamo-nos ao largo da antiga Feira. Lemos o comunicado da JF, que não é muito esclarecedor. Não se justifica devidamente a necessidade do abate das árvores nem tão pouco em que medida tal abate vai ajudar as pessoas que sofrem de doenças. Não consigo também perceber de que modo é que os plátanos podem estar associados a doenças.

    Por outro lado referem que as árvores vão ser podadas. Quem vai efectuar essa poda? Pessoas com formação? Vemos demasiadas podas mal feitas que contribuem para a morte prematura das árvores e para a queda de ramos, com prejuízo das pessoas e dos seus bens.

    Por fim, diz ainda que vão replantar igual nº de árvores noutro local. Onde? E que garantias há de que essas árvores vão crescer como cresceram as que já estão grandes e bonitas no largo da feira? Não se esqueça: as árvores não são assim substituíveis como se imagina. Demoram tempo a crescer! Portanto os abates devem ser minimizados e apenas efectuados quando é mesmo necessário.

    No caso em apreço por enquanto não nos sentimos convencidos da necessidade do abate, e as respostas lacónicas que encontrámos no comunicado levam-nos a desconfiar que se trata de algo verdadeiramente injustificado. Temos pena, até porque Ermesinde precisa de mais árvores, e não de abater as poucas árvores grandes que tem.

    Cumprimentos

    Nuno Quental
    (pela Campo Aberto)”

     

    Vejam o belo estado em que a Junta de Freguesia deixou árvores que eram lindas. Conforme temíamos, não foi uma poda, foi o decepar das árvores puro e simples (rolagem), e sem fundamento técnico. As árvores que não foram podadas serão abatidas.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Dia 23 de Março de 2010 recebemos as seguintes fotografias do abate já consumado. Eis que a saga arboricida continua. Tínhamos uma pequena esperança de que o bom senso pudesse prevalecer e pelos menos o abate tivesse sido evitado, mas não. As árvores de facto também se abatem…



     

     

     

     

     

     

    [gmap zoom=”auto”]

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    2 comentários até agora.

    1. Maria Eduarda Pereira Pinto diz:

      Também a Camara do Porto está a fazer estas «podas» nos plátanos da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, às Antas.Durante alguns anos as podas pararam. mas voltaram e em força e com algumas abatidas não se percebe bem porquê… Há muito tempo ouvi um professor da Universidade de Coimbra dizer que a quem corta assim àrvores dever-se-ia recusar oxigénio, no hospital , se um dia dele necessitasse …e tem razão…era bem feito..

    2. Nicolau diz:

      VAMOS TODOS CHORAR JUNTINHOS.

    Deixar comentário