İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    17 de Março, Quarta-feira, pelas 18h

    Sede da Campo Aberto

    Venha ouvir e debater este tema com o nosso convidado Carlos Frescata, doutorado em engenharia agronómica e sócio-gerente da empresa Biosani (https://www.biosani.com/)

    Entrada livre (sugere-se aos participantes um pequeno contributo para despesas com o evento, a deixar na mesa de entrada, a partir de €1,00).

    Embora o ruído mediático quase o ignore e tenda a ocultá-lo, o nosso próximo futuro como povo depende da revalorização da agricultura e dos agricultores e da prática da produção local de alimentos por formas sustentáveis, ou seja, que não prejudiquem o ambiente, os solos, os cursos de água, e que não dependam totalmente de formas esgotáveis e poluentes de energia como são os combustíveis fósseis.

    A tertúlia agora promovida pelo Grupo Cidade-Campo, da associação Campo Aberto, tem por tema Protecção Integrada e Agricultura Sustentável, assunto da maior relevância para tornar a agricultura menos dependente do uso intenso de pesticidas que, como se sabe, levantam sérios problemas de saúde pública e profissional (dos próprios agricultores que os manuseiam), agridem o ambiente e podem prejudicar a qualidade dos alimentos produzidos.

    Mais alguns dados sobre o Eng. Agr. Carlos Frescata (informação mais completa em https://www.carlosfrescata.com/):

    • Doutoramento em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 2001, com uma dissertação, realizada na Secção de Protecção Integrada, intitulada: “Limitação de Pragas em Agricultura Biológica: um Modelo Necessário”.
    • Componente Escolar do Mestrado em Protecção Integrada, no Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 1991/2.
    • Licenciatura em Engenharia Agrícola ramo de Extensão Rural, pela Universidade de Évora; concluiu a componente escolar em 1986, terminou e apresentou o TFC em 1989, o qual foi aprovado em Fevereiro de 1990.

    Autor de:

    • Frescata, C. M. O. (2001) – Limitação de Pragas em Agricultura Biológica: um Modelo Necessário. Dissertação de Doutoramento em Engenharia Agronómica, Instituto Superior de Agronomia – Universidade Técnica de Lisboa, 265 pp.
    • Frescata, C. M. O.(1989) – Análise da Edição de uma Revista Sobre o Mundo Rural na Era Pós-Industrial. Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Agrícola Ramo Extensão Rural, Universidade de Évora, 174 pp.
    • Frescata, C. (2008) – A China Obriga-nos a Mudar: uma chave para a eco-globalização. Esfera do Caos, Lisboa, 110 pp. (https://www.esferadocaos.pt/catalogo_detalhe_novos_rumos58.html)
    • Frescata, C. (2007) (Ed.) – Green China 2007-2008. Biosani, Palmela, 204 pp. (https://book.greenchina.eu)
    • Frescata, C. (2004) – Limitação de Pragas Sem Luta Química. Publicações Europa-América, Mem Martins, 170 pp. (https://proteccaointegrada.biosani.com/defaultArticleViewOne.asp?lId=1&categoryID=357&articleID=301)
    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário