İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    Em conjunto com diversas outras instituições e indivíduos, a Campo Aberto subscreveu no passado dia 22 de Abril um parecer que apoia a criação da nova Área Protegida do Litoral de Vila do Conde. Esta medida impunha-se desde que a mítica Reserva Ornitológica do Mindelo perdeu enquadramento legal nos anos 70, e foi por isso mesmo objecto de intenso activismo ambiental, inclusivamente de vários proprietários de terrenos locais, que eram e continuam a ser favoráveis à criação da reserva.

    Diz o parecer:

    “Consideramos que a criação da Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde, promovendo a actualização do estatuto de protecção da ROM, só peca por tardia. Congratulamo-nos pela inclusão da área do Castro de São Paio, bem como pelo assumir de um estatuto regional de classificação. (…) Contudo, e assumindo a estratégia de integrar apenas os valores naturais e culturais principais, estanhamos a não inclusão das “lagoas de Mindelo e Vila Chã”, uma das 20 áreas consideradas prioritárias do ponto de vista faunístico na proposta de Estrutura Ecológica da Área Metropolitana do Porto.”

    O parecer, subscrito pelo Agrupamento Vertical de Escolas de Mindelo, Campo Aberto – Associação de Defesa do Ambiente, FAPAS – Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens, GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, SPEA – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e SPH – Sociedade Portuguesa de Herpetologia, pode ser consultado aqui.

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    2 comentários até agora.

    1. José M. Cardoso diz:

      Nunca vi referido nesta discussão ou em sites referentes ao Pom e região Litoral, a existência de restos da antiga estrada romana do Litoral, a “Loca Marítima”, que foi aproveitada depois como itinerário principal de Santiago e que, pelo menos até Areias, foi completamente destruída.
      A ser isto verdade, enriquece particularmente o Património do Parque e gostaria de as mostrar as fotos que tenho delas a um especialista na matéria.
      Obrigado
      José M. Cardoso

    2. Caso seja necessário algum apoio sou arqueóloga. Tenho também interesse no caminho de Santiago.

    Deixar comentário