• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo, 20 de Janeiro de 2008

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Obras no terceiro trimestre

O Pavilhão Rosa Mota vai entrar em obras no terceiro trimestre deste ano. A informação consta dos documentos de gestão previsional para o corrente ano da empresa municipal Porto PortoLazer, a que o JANEIRO teve acesso, e que serão submetidos à votação do executivo na próxima terça-feira. A infra-estrutura, recorde-se, está a ser alvo de um concurso público que possibilitará a sua concessão a uma entidade privada.
A concessão do Pavilhão Rosa Mota/Palácio de Cristal tem em vista a sua adaptação, beneficiação e valorização, transformando-o num equipamento moderno e polivalente, capaz de acolher eventos culturais, empresariais e desportivos de grande escala. O investimento anunciado é na ordem dos 17 milhões de euros e o projecto estará a cargo do arquitecto José Carlos Loureiro que foi o autor do projecto original de há 50 anos.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=93e4d625333b91ca503439919f3879a3

==========================
2. Caudais mínimos dos rios com vigilância reforçada

Os caudais mínimos dos rios internacionais ibéricos à entrada em Portugal vão passar a ser calculados trimestralmente, deixando de ter base anual, segundo os “trabalhos avançados” para a revisão do acordo de Albufeira sobre partilha de recursos hídricos que Portugal e Espanha deverão aprovar em meados de Fevereiro.

Na 23.ª Cimeira Luso-Espanhola, que terminou ontem em Braga, os ministros do Ambiente acordaram a pretensão antiga portuguesa de alterar o regime de caudais. Como avisam os ambientalistas, “deixar passar” um dado volume anual de água não garante que em períodos críticos os caudais sejam suficientes para manter o equilíbrio ecológico. As negociações já decorriam há meses e na reunião foi dado mandato aos negociadores para prepararem o acordo de revisão.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/nacional/caudais_minimos_rios_vigilancia_refo.html

==========================
3. Impactes sem fronteiras

Os ministros do Ambiente de Portugal e Espanha vão assinar, dentro de dois meses, um protocolo de actuação conjunta a aplicar às avaliações ambientais de planos, programas e projectos com efeitos transfronteiriços. O acordo visa elevar o grau de informação mútua e participação nos procedimentos de avaliação de impacte ambiental e a troca de informação entre as respectivas agências nacionais nesta área. Este ano ainda, haverá uma reunião alto nível para melhorar a cooperação em projectos de transfronteiriços de desenvolvimento e implementar um programa operacional de cooperação transfronteiriça no período 2007/2013, com recurso a fundos europeus. Os dois estados acordaram já criar nas antigas instalações da fronteira luso-espanhola do Caia uma estrutura comum para a articulação de projectos. Em Lisboa, vai ficar um secretariado técnico para apoiar a coordenação de esforços na gestão da água.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/nacional/impactes_fronteiras.html

==========================
4. Outros dados
Linha verde de recolha

A recolha dos “monstros” realiza-se de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 17.30 horas. Duas equipas de funcionários da Câmara procedem, alternadamente, à recolha dos resíduos sólidos. 800200129 é o número da linha verde gratuita. Este serviço é exclusivo para a população residente no concelho.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/porto/outros_dados.html

==========================
5. Projecto recuperou 84 toneladas de ‘monstros urbanos’
Computadores estão entre os equipamentos recolhidos e posteriormente reciclados

Seis meses passados desde a entrada em funcionamento do novo serviço gratuito de recolha dos chamados “monstros urbanos”, foram recuperadas, pelos serviços da Câmara Municipal de Gondomar, 84 toneladas de resíduos de equipamento eléctrico e electrónico (REEE).

O sistema é muito simples e abrange os 170 mil habitantes de Gondomar. Todo o munícipe que possua um equipamento eléctrico ou electrónico que já não utilize entra em contacto com o pelouro do Ambiente da Câmara e, em dia e hora a combinar, os funcionários procedem à recolha dos equipamentos porta a porta. “Desde que tomámos conhecimento, em 2006, de que existiam empresas que se dedicavam à separação e reutilização deste tipo de lixo doméstico decidimos que seria o ideal seguir este modelo e acabar com os depósitos nos ferro-velhos”, explica Castro Neves, vereador do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Gondomar.

Em Julho de 2007, foi estabelecido o acordo com a LIPOR-Sistema Intermunicipal de Resíduos do Grande Porto. Desta forma, e após a recolha dos “monstros”, estes são encaminhados para a unidade da LIPOR em Baguim do Monte, Gondomar, a fim de serem descontaminados e posteriormente reciclados. “Muitos dos equipamentos possuem mercúrio, como as lâmpadas fluorescentes. Uma vez deixadas ao abandono, acabariam por contaminar o solo, daí a importância da descontaminação. É fulcral que as lâmpadas, bem como os televisores e outros ecrãs, cheguem cá intactos”, refere Joana André, responsável da LIPOR.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/porto/projecto_recuperou_toneladas_monstro.html

==========================
6. Linha do Vouga espera por renovação

“Quem anda aqui há sete anos, ida e volta, nota que isto está abandonado”. O desabafo de Maria Lúcia Oliveira, uma doméstica que todos os dias, quando trabalha, utiliza o comboio da Linha do Vouga, entre Pinheiro da Bemposta e Oliveira de Azeméis , é um pouco o sentimento que uma equipa de reportagem do JN sentiu numa viagem entre Sernada do Vouga e Oliveira de Azeméis.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/linha_vouga_espera_renovacao.html

Passageiros em 2006
https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/passageiros_2006.html

Vai no comboio e fecha a cancela
https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/vai_comboio_e_fecha_a_cancela.html

Curiosidades
https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/curiosidades.html

52 passagens de nível serão automatizadas
https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/52_passagens_nivel_serao_automatizad.html

==========================
7. Mini-hídrica tem parecer negativo do Património

O presidente da Câmara de Vimioso, José Rodrigues, mostra-se “insatisfeito” com o parecer negativo do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) ao projecto de construção de uma mini-hídrica a jusante da zona de confluência do rio Angueira e da ribeira da Ponte de Pau nas proximidades da ponte que liga Algoso a Valcerto.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/minihidrica_parecer_negativo_patrimo.html

==========================
8. Nova Pousada da Juventude é um modelo de privacidade

Vila Nova de Cerveira passou a contar desde ontem com uma nova Pousada de Juventude, que constitui um modelo em termos de privacidade a nível nacional.
Além do “conforto e privacidade” que esta proporcionará aos “jovens de todas as idades” que a frequentarem, conforme declarou também ontem o presidente da Movijovem, João Paulo Rebelo, o seu edifício será ainda servido por painéis solares como fonte de energia, assumindo-se assim como uma Pousada de Juventude “amiga do ambiente”.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/nova_pousada_juventude_e_modelo_priv.html

==========================
9. Maior ecopista do país no ramal ferroviário do Dão

A Associação de Municípios da Região de Dão Lafões (AMRDL) espera ter concluído, até ao final de Março, o projecto da que será a maior ecopista do país a ligar os concelhos de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão. Serão 52 quilómetros de via, sobre o antigo ramal ferroviário do Dão, preparados para acolher as mais diversas actividades de lazer, com destaque para o cicloturismo. O investimento intermunicipal, a candidatar a recursos financeiros do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), eleva-se a cerca de 3,5 milhões de euros.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/maior_ecopista_pais_ramal_ferroviari.html

==========================
10. Património turístico

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/patrimonio_turistico.html

==========================
11. Curiosidade:
Estátua de D. Pedro IV com a história mutilada
Germano, Silva, Jornalista

Há cinco dias (escrevo no sábado de manhã) que espero da Câmara do Porto uma resposta a uma pergunta muito simples que lhe enderecei, por mail, através do seu Gabinete de Imprensa.

A pergunta foi esta o que aconteceu às placas que estavam no sopé do pedestal da estátua equestre de D. Pedro IV, na Praça da Liberdade, que evocavam a memória dos 12 Mártires da Liberdade que naquele mesmo local foram enforcados, por ordem D. Miguel, nos dias 7 de Maio e 9 de Outubro de 1829 ?

Recordo, para quem não esteja lembrado, que o monumento em causa esteve entaipado, durante várias semanas, enquanto se procedeu a operações de conservação e limpeza. Terminadas estas, os taipais foram removidos e é a partir dessa altura que se dá pela ausência das placas que estavam colocadas no pedestal – uma de cada lado.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/porto/estatua_d_pedro_com_a_historia_mutil.html

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/porto/martires_liberdade.html

==========================
12. Citroen terá área para se expandir

O presidente da Câmara Municipal de Mangualde, António Soares Marques, garantiu, anteontem que a fábrica da Citroen, há décadas instalada no seu concelho, não deixará de expandir-se por falta de terrenos. As declarações do autarca foram proferidas à margem da cerimónia de tomada de posse dos órgãos distritais do PSD em que participou o presidente do partido, Luís Filipe Menezes.

O edil esclareceu que dos 20 mil metros quadrados de que a empresa do grupo Francês PSA necessita, para ampliar as instalações, 16 mil já estão classificados como espaço industrial faltando acontecer o mesmo aos restantes quatro mil.

https://jn.sapo.pt/2008/01/20/norte/citroen_tera_area_para_expandir.html

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário