• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 400 participantes inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Porto: Bairro da Sé com 88 prédios em ruínas

A dois passos da sé catedral do Porto, onde a cidade nasceu e cresceu,
existem 88 prédios abandonados, degradados, em ruína. “São números
inquietantes. A freguesia da Sé está ao abandono”, diz José Teixeira,
presidente da junta local. “Será este abandono uma fatalidade?”,
interroga-se José Campos, dirigente do GABS-Grupo de Apoio ao Bairo da
Sé. Há mais vozes inquietantes no coração do centro histórico

https://jn.sapo.pt/2007/12/03/porto/ha_predios_ruinas_casco_medieval_se.html

==========================
2. Maia: Cada maiato fez 377 quilos de lixo mas só reciclou 74

Cada maiato fez, em média, 377 quilos de lixo nos primeiros dez meses
deste ano, mas só separou para reciclagem (ou para compostagem) 74.
Ainda assim, uma taxa de quase 20% que colocará o concelho em lugar de
destaque no contexto nacional. Segundo a empresa municipal
Maiambiente, reflecte “um crescimento sustentado da quantidade de
resíduos recolhidos selectivamente face ao total”, embora a situação
esteja “longe da ideal”. No entanto, a entidade que recolhe e
transporta o lixo na Maia faz questão de sublinhar que se prevê que a
“média anual em 2007 venha a situar-se acima da barreira dos 20%, caso
ímpar no panorama nacional”.

https://jn.sapo.pt/2007/12/03/porto/cada_maiato_377_quilos_lixo_so_recic.html

==========================
3. Porto: 600 pinheiros novos para área devastada pelo fogo

Cerca de três dezenas de escuteiros do Agrupamento de Terroso
plantaram, ontem de manhã, 600 pinheiros-bravos, numa zona de 3500
metros quadrados de pinhal, no Lugar do Carregal, na freguesia de
Terroso (Póvoa de Varzim), uma das zonas que, há dois anos, foi
devastada pelos violentos incêndios que consumiram extensas áreas
verdes do concelho. A operação “Floresta Viva”, explicou o vereador do
Ambiente, Manuel Angélico, insere-se nas comemorações do Ano
Internacional do Planeta Terra, a par com o “Terra à Terra” que, a
partir de Janeiro, arrancará com o projecto-piloto de compostagem
caseira em todo o concelho.

https://jn.sapo.pt/2007/12/03/porto/600_pinheiros_novos_para_area_devast.html

==========================
4. Crónica: No código genético
por Jorge Vilas

A s relações entre Porto e Gaia voltaram a esfriar por causa da ponte
pedonal entre as ribeiras das duas cidades. Não admira, quase sempre
tem sido assim. Deixem-me, a propósito, contar-vos uma história bem
ilustrativa do que têm sido as relações intermunicipais a nível do
aglomerado portuense. Na posse do “Relatório de Situação” elaborado
pela equipa de Duarte Castel-Branco contratada para rever o Plano
Auzelle (1962), Aureliano Veloso e Rosado Correia, respectivamente
presidente e vereador do pelouro do Urbanismo da primeira Câmara do
Porto eleita por sufrágio universal após o 25 de Abril, convidaram os
presidentes dos municípios de Gaia, Matosinhos, Maia, Valongo e
Gondomar a reunirem-se na Casa do Infante para ouvirem uma explicação
daquele urbanista, não só a propósito dos constrangimentos em que o
Porto estava mergulhado nessa altura, mas também quanto à necessidade
de uma mais profícua colaboração entre os autarcas numa época de
abertura democrática.

https://jn.sapo.pt/2007/12/03/porto/no_codigo_genetico.html

==========================
5. Braga: Infractor recusa remover aterro ilegal junto ao Este

Ao fim de quase três anos, o mega-aterro que, ilegalmente, foi
construído, no lugar da Agra, freguesia de Lomar, Braga, junto ao
complexo industrial da Grundig, violando o Plano Director Municipal
(PDM), ainda espera pela remoção dos aterros efectuados na margem
esquerda do rio Este. Mesmo as notificações, umas atrás das outras,
feitas pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do
Norte (CCDRN) à sociedade imobiliária “Europa Ar-Lindo”, a autora da
infracção, o certo que tudo continua em “banho-maria”. Pelo alastrar
do tempo, nem aquele organismo estatal avança coercivamente com os
trabalhos avaliados, em 2006, em 45 mil euros, alegando, até ao
momento, falta de cabimentação orçamental, nem o próprio infractor dá
cumprimento às várias notificações da entidade tutelar. Daí, que a
tramitação deste processo tenha chegado agora ao 2º Juízo Criminal do
Tribunal de Braga. Por sua vez, a Câmara de Braga – que já havia,
tardiamente, em 2004, embargado a obra -, tem manifestado, neste
processo, uma atitude “passiva” perante trabalhos executados sem
licença municipal, em terrenos classificados como Reserva Ecológica
Nacional (REN).

https://jn.sapo.pt/2007/12/03/norte/infractor_recusa_remover_aterro_ileg.html

==========================
6. Bragança pode ter referendo

O presidente da Câmara de Bragança ameaçou promover um referendo local
para perguntar à população se ?prefere preservar uma parcela ínfima de
vegetação do Parque Natural de Montesinho? ou uma polémica barragem
apontada como garante do abastecimento de água.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=ec19bb2973dc66b06ea67cf763b38c7c

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de
outros jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoaberto.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Paulo Araújo

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário