Veja o site da Campo Aberto:
    https://www.campoaberto.pt/

    Comente, participe. Divulgue!

    ==========================
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
    é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    contacto@campoaberto.pt

    ==========================

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

    ==========================

    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

    ==========================
    1. Porto: S. João natalício encheu a Baixa

    Pela primeira vez na sua longa história, a ponte D. Luís I recebeu uma
    iluminação de Natal. O “interruptor” foi ligado, ontem, ao fim da
    tarde, pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, culminando o
    primeiro fim-de-semana do Natal D’Ouro, uma iniciativa que se
    estenderá até ao dia 6 de Janeiro. E a Baixa conheceu um movimento e
    um colorido como há muito não se viam, com centenas de pessoas de
    nariz no ar, tentando abarcar os 76 metros de altura da árvore de
    Natal, instalada nos Aliados.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/s_joao_natalicio_encheu_a_baixa.html

    ==========================
    2. Grande Porto: APDL quer abdicar das marginais

    A Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL) está disponível
    para entregar a gestão das áreas sem interesse portuário à gestão das
    câmaras do Porto, de Gaia e de Matosinhos. A decisão cabe ao Governo,
    uma vez que, segundo a legislação nacional, o domínio público marítimo
    e fluvial pertence ao Estado. A pedido do Governo, já indicou quais as
    áreas que devem continuar no seu domínio e as estruturas importantes
    para a navegação no Douro.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/apdl_quer_abdicar_marginais.html

    ==========================
    3. Penafiel: Carreiras obrigam a ficar na escola

    Saem de madrugada e regressam a casa de noite porque o horário das
    carreiras está desfasado do horário da escola. E muitos ainda andam a
    pé entre paragem e casa. Alguns até já foram perseguidos por
    estranhos. São cerca de 20 alunos da Escola EB,23/S do Pinheiro que
    têm o azar de morar a 25 quilómetros, em Rio Mau e Sebolido. Há mais
    de um ano que a Autarquia e a escola conhecem a situação, que tarda em
    ser resolvida.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/carreiras_obrigam_a_ficar_escola.html

    ==========================
    4. Gondomar: Única obra do Polis pronta mas fechada há mais de um ano

    A recuperação da Casa Branca de Gramido está pronta há mais de um ano,
    mas o imóvel (património classificado), situado na marginal de
    Gondomar, na freguesia de Valbom, continua de portas fechadas e sem
    que se conheça qual o fim para que se destina. “É uma situação
    intolerável. Gastou-se um milhão de euros e o edifício continua
    fechado, em estado de abandono”, denunciou Isabel Santos, deputada do
    PS na Assembleia da República, que, sexta-feira, visitou a área de
    intervenção do Polis em Gondomar, acompanhada por eleitos locais.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/unica_obra_polis_pronta_fechada_mais.html

    ==========================
    5. Trofa: À espera das grandes obras

    Celebram-se, hoje, nove anos. Com uma convicção comum à maioria da
    população a elevação da Trofa a concelho foi “positiva”. Enuncia-se a
    construção das redes de água e saneamento, actualmente com uma
    cobertura de 70%, como a obra mais importante desde o divórcio de
    Santo Tirso, uma subtracção de oito freguesias e cerca de 71
    quilómetros quadrados que ainda hoje opõe políticos de cor igual.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/a_espera_grandes_obras.html

    Souto Moura vai requalificar centro urbano:
    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/porto/souto_moura_requalificar_centro_urba.html

    ==========================
    6. Viana do Castelo: Prédio Coutinho como património

    À primeira, a ideia poderá parecer mais um argumento formulado pelos
    moradores do prédio Coutinho, em Viana do Castelo, com vista à
    preservação dos seus lares. Mas não é. A proposta pertence a um
    jornalista de Lisboa e insere-se em conjunto de trabalhos com vista à
    conclusão de um Mestrado em Comunicação. Concretamente, a
    classificação do edifício de 13 andares em património cultural.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/norte/predio_coutinho_como_patrimonio.html

    ==========================
    7. Crónica: O Alto Minho está bonito. E agora?
    por Rui Teixeira, Professor do IPVC

    Miguel Torga não gostaria muito do Minho. Achava-o monótono no seu
    verde – o verde da paisagem, do vinho e até do caldo. Porque amo os
    dois custa-me tê-los separados. Como eu gostaria que Torga tivesse
    sentido os mil diferentes verdes que o Alto Minho me ofereceu num
    destes dias de sol. Que harmonia. Que concerto em tom único.
    Irmanei-me neste sentimento com o pequeno grupo que acompanhei num
    périplo minhoto, todos provenientes de diferentes nacionalidades e
    todos rendidos ao todo que sentiam. É um facto. Os centros históricos
    das nossas vilas e cidades são expositores de bom gosto e do bom senso
    que deve presidir à união da cultura, do património e dos dias que
    somos. Os monumentos estão preservados com esmero. Os equipamentos, do
    mobiliário público aos estabelecimentos, revelam enquadramento e
    modernidade. Sente-se profissionalismo e qualidade no atendimento que
    tanta falta fazia à tradicional simpatia. Nos arrabaldes comprova-se
    um urbanismo sensato e respira-se qualidade.

    https://jn.sapo.pt/2007/11/19/norte/o_alto_minho_esta_bonito_e_agora.html

    ==========================

    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Se quiser consultar os boletins atrasados veja
    https://campoaberto.pt/boletimPNED/

    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de
    outros jornais ou fontes de informação).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
    específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
    basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
    contacto@campoaberto.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    Selecção hoje feita por Paulo Araújo

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário