• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

Esta lista tem actualmente cerca de 400 participantes inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoabe rto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também
recebem).

Peça informações:
contacto@campoabert o.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================

1. EUA dizem-se preocupados com o clima

“Os Estados Unidos da América (EUA), por serem uma grande força económica e um grande emissor de poluição, levam muito a sério as alterações climatéricas”, declarou ontem a secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, na sessão de abertura de uma conferência ministerial de dois dias, em Washington, que ocorre menos de uma semana depois da cimeira da ONU sobre o mesmo tema, e na qual o presidente George W. Bush não participou.
Recorda-se que a Conferência da ONU sobre o clima, agendada para Dezembro próximo, em Bali, na Indonésia, deverá decidir oficialmente sobre a política a seguir após o Protocolo de Quioto (que expira em 2012), definindo um plano de redução das emissões de gases com efeitos de estufa.
Dada a hostilidade com que George W. Bush tratou o Protocolo de Quioto nos últimos seis anos, a nova postura do presidente norte-americano é vista com cepticismo na ONU e entre os defensores do protocolo.
Muitos temem que Bush promova uma agenda de reduções voluntárias entre um pequeno grupo de países poluidores, enfraquecendo o fórum global, que avança mais lentamente.
Participam na conferência de Washington representantes da União Europeia, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Japão, China, Canadá, Índia, Brasil, Coreia do Sul, México, Rússia, Austrália, Indonésia, África do Sul e as Nações Unidas.

https://jn.sapo.pt/2007/09/28/mundo/eua_dizemse_preocupados_o_clima.html

==========================

2. Vila Nova de Gaia: Unidade de abate de carros até os parafusos aproveita

O objectivo é aproveitar um veículo até ao mais pequeno parafuso, reciclar até à última gota de óleo, sempre em nome de um planeta mais limpo. A tarefa está confiada aos centros de abate de veículos, que mais não são que cadeias de desmontagem de viaturas, mas em Canelas, Gaia, funciona uma das poucas unidades construídas de raiz do país, a Megapeças. O centro já funciona, mas falta ainda acertar pormenores. No final, serão três milhões de euros.
O JN foi ver como se desconstroem carros nem todos velhos pelo uso ou pelo tempo. Porque há os que, quase saídos do stand, acabam naquela unidade devido a acidentes. O “velhinho” Renault 9 destoava, claramente, do ambiente de destruição à sua volta.
“Teve apenas um dono e, apesar dos 17 anos, só conta com 80 mil quilómetros. O proprietário aproveitou o incentivo ao abate de Veículos em Fim de Vida e comprou um novo. Ultimamente têm aparecidos muitos casos destes”, revelou, ao JN, José Inácio, sócio-gerente da Megapeças.
Os procedimentos burocráticos ficam a cargo da empresa e o dono do carro, após entregar os documentos, apenas tem de deixar o veículo na recepção. A primeira fase é a descontaminação. Não se trata de apagar os vestígios do anterior dono, mas tão somente de retirar todos os fluidos da viatura.
“Uma máquina retira o óleo do motor, dos travões, o líquido anti-congelante, o líquido do limpa pára-brisas, a valvulina e o combustível. Ficamos com o que pode ser reaproveitado e outras peças, como a carroçaria, seguem para outras unidades de reciclagem”, sublinhou Jorge Silva Inácio, outro sócio da Megapeças.
Entre os elementos que ganham nova vida estão os motores, que após serem retirados, são lavados numa máquina em tudo semelhante a uma lavadora de louça doméstica. “O motor é lavado com água misturado com um produto específico. A água passa por um decantador e todos os resíduos são recolhidos”, referiu Jorge Silva. Além do negócio, “estamos a pensar no futuro dos nossos filhos”, garantiu.

https://jn.sapo.pt/2007/09/28/porto/unidade_abate_carros_os_parafusos_ap.html

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups. yahoo.com/ group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto. pt/boletimPNED/

============ ========= ========= ========= ========= ========= ========= ===
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
de Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente
de outros jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoabert o.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Celina Raposo

============ === PNED: Porto e Noroeste em Debate ============ ===

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário