• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente 403 inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/

Comente, participe, divulgue.

====

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo
Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

====
BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

====
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007
====

1. Terra: George W. Bush propõe plano para combater alterações climáticas
O Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, apelou hoje à obtenção de
um acordo sobre as emissões globais de gases com efeito de estufa até 2008 e
propôs um plano a longo prazo assente nas chamadas energias limpas.

https://ecosfera.publico.pt/

====

2. V.N.Gaia: Centro Histórico de Gaia sem carros no Outono

O Sistema de Condicionamento da Circulação Automóvel no Centro Histórico de
Gaia vai ser adjudicado à Brisa. “Em Setembro ou Outubro será muito fácil
circular para moradores, comerciantes e quem tenha actividades económicas no
Centro Histórico, mas será proibido e impossível como zona de passagem

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=a7c0b0a34e26768349d6eb6cbe13ecc2

====

3. ICNB aguarda testes sanitários para retirar animais do Zoo da Maia

À espera dos testes sanitários

Testes sanitários é o que falta ao Instituto de Conservação da Natureza e da
Biodiversidade para que seja dado como concluído o processo de análise do
Parque Zoológica da Maia e a eventual retirada dos animais colocados ali
pelo Estado.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=4e1ef2389e9c273edecd5bd06578b7c9

====

4. V.N.Gaia: Gaia dotou espaço com Internet sem fios

Soares dos Reis ampliado e reabilitado

O Jardim Soares dos Reis cresceu e transformou-se num espaço mais aprazível,
dinâmico e adaptado às realidades do século XXI. A Câmara de Gaia investiu
cerca de 400 mil euros na reabilitação do espaço, preservando o romantismo
que o caracteriza.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=c61a11478773f02a4b889b38f53962ce

====

5. V.N.Gaia: Teleférico no S. João 2008

O teleférico do Centro Histórico de Vila Nova de Gaia vai ser adjudicado na
próxima segunda-feira. O equipamento vai ligar a cota alta, no Jardim do
Morro, à cota baixa, junto ao Cais de Gaia. O prazo de construção é de um
ano. Assim, Luís Filipe Menezes estima que o teleférico seja a atracção do
S. João de 2008, se os prazos forem cumpridos.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=ef8c6847a50338929ebd019633c7a331

====

6. A.M.Porto: Lipor aposta na sustentabilidade

A ideia surgiu na Cimeira do Rio de Janeiro, em 1992, com o intuito de
promover o desenvolvimento sustentável com a participação dos cidadãos e
convencionou chamar-se Agenda 21. A ideia espalhou-se e ontem a Lipor
assinou com 16 freguesias de oito concelhos da Área Metropolitana do
(Paramos e Espinho; Baguim do Monte e S. Cosme, em Gondomar; Moreira da Maia
e Maia; Guifões e Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos; Ramalde e Lordelo, no
Porto; Laúndos e Póvoa de Varzim; Alfena e Ermesinde, no concelho de
Valongo; e Árvore e Vila Chã, em Vila do Conde), protocolos para “o
desenvolvimento sustentável”. “Queremos que estas cidades sejam mais
sustentáveis, com a promoção do bem estar de quem cá vive”, salienta Nuno
Barros, do Gabinete da Sustentabilidade da Lipor, e diz ser possível
“mediante o envolvimento das pessoas na causa”.”Uma política de proximidade,
com workshops direccionados à participação pública, pedindo-lhes que digam o
que entendem estar bem e mal na freguesia que habitam”. O Agenda 21 é um
projecto financiado “por inteiro” pela Lipor e surgiu no seguimento de um
projecto anterior, o “Futuro Sustentável”, programa para sensibilização das
boas práticas. Numa primeira fase, pretende “sensibilizar a população para
esta problemática”. Finda esta etapa, “proceder a um diagnóstico dos
problemas levantados e, posteriormente, colocar em prática as soluções
encontradas como mais viáveis para a região”. Apesar de este ser “um
projecto aberto, sem datas definidas para a sua conclusão”, Nuno Barros
aponta “2009” como o ano da emancipação total do projecto, “o ano em que, já
com um plano de acção na rua, pretendemos coloca-lo na rua”.

José Sá Reis

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=0d9e1cb5b36c177ad9889403e91ff417

====

7. V.N.Gaia: Mais 3.000 lugares de estacionamento

A Câmara de Gaia optou por lançar um único concurso público de concepção,
construção e exploração dos parques de estacionamento no Centro Histórico e
redondezas. Assim, o mesmo consórcio vai construir quatro parques de
estacionamento, que ficarão localizados no gaveto junto à Ponte Luiz I, na
Rua Guilherme Gomes Fernandes, no Jardim Soares dos Reis e no futuro Centro
Cívico (ao lado dos Paços do Concelho). No total, serão disponibilizados
3.000 lugares de aparcamento. A empresa que vencer o concurso terá também
como contrapartida a exploração dos parcómetros do estacionamento à
superfície. Os parques de estacionamento já foram por diversas vezes
submetidos individualmente à aprovação do executivo e da Assembleia
Municipal de Gaia. Contudo, as empreitadas nunca chegaram a ser adjudicadas.
“Não faz sentido quatro adjudicações diferentes a gerir o estacionamento de
superfície, com diferentes modos de agir e de punir as infracções”, explicou
Luís Filipe Menezes. “As propostas apresentadas individualmente não nos
satisfizeram. Quatro parques são mais interessantes para o negócio e
permitem mais possibilidade de escolha dos concorrentes”, acrescentou o
autarca.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=8542e0a415f594606f3595c3c2b11137

====

8. País: Co-incineração avança, garante Nunes Correia

O ministro do Ambiente afirmou ontem, numa audição na comissão parlamentar,
que o avanço da co-incineração nas cimenteiras “é uma decisão política e é
mais forte que a decisão judicial”. Nunes Correia está convicto de que “os
tribunais apenas tiveram um efeito suspensivo” no processo. “Em quatro a
seis meses qualquer novo pedido de licenciamento” será despachado pelo seu
departamento governamental, garantiu, referindo que os testes indicam “não
haver um milionésimo de risco para a população”.

Logo que os tribunais levantem a suspensão imposta à co-incineração de
resíduos industriais perigosos nas cimenteiras, o ministro do Ambiente
espera que a Secil e aCimpor requeiram novo pedido de licenciamento. Nunes
Correia adiantou perante a Comissão do Poder Local, Ambiente e Ordenamento
que será aceite “qualquer pedido de licenciamento feito por qualquer
indústria”, desde que cumpra os requisitos impostos por lei , sendo que “não
cabe” à Administração Central fazer os estudos de impacte ambiental, mas aos
interessados, que alargou ao leque de “quem quer que se chegue à frente”.

https://jn.sapo.pt/2007/05/31/nacional/coincineracao_avanca_garante_nunes_c.html

====

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e de O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário