[Esta lista tem actualmente 402 participantes inscritos.]

    Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
    https://www.campoaberto.pt/
    https://campo-aberto.blogspot.com/

    Comente, participe. Divulgue!
    ==========================
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e faz
    a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@oninet.pt

    ==========================

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Domingo, 17 de Dezembro de 2006
    ==========================
    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

    ==========================

    1- DESTAQUE
    Criação de paisagem protegida em Vila do Conde adiada
    a frase
    “Na criação da área de paisagem protegida o que está em causa é um local
    de excelência na área metropolitana do Porto.”
    teresa andresen, docente na universidade do Porto

    Ao contrário do que estava calendarizado, não decorreu esta semana a
    apresentação do documento técnico que vai servir de base ao pedido de
    classificação de “área de paisagem protegida de âmbito regional” para o
    litoral sul de Vila do Conde. Isto porque, apesar de a “parte científica” do
    documento, elaborado pela Universidade do Porto, já estar concluída, falta “o
    regulamento que vai impor a gestão e o conceito da paisagem protegida”.
    (…)
    Pedido de declaração da protecção na Primavera
    A versão final e completa do documento deverá ser mostrada “no final de
    Janeiro”, num encontro que juntará o grupo de trabalho, as juntas de freguesia
    envolvidas (Árvore, Azurara, Mindelo, Vila Chã e Labruge) e a Associação dos
    Amigos de Mindelo para a Defesa do Ambiente. O pedido ao ICN para a declaração
    da protecção deve ser feito “no início da Primavera”, estima Vítor Costa.
    O epicentro da futura área de paisagem protegida será o espaço que hoje é
    conhecido como a Reserva Ornitológica de Mindelo
    (ROM https://www.amigosdomindelo.pt/rom/rom.htm ), criada em 1957, mas que
    actualmente não dispõe de qualquer estatuto legal de protecção. A
    classificação de área de paisagem protegida de interesse regional surge
    depois de a Câmara de Vila do Conde ter rejeitado a classificação de
    “interesse local” como chegou a ser proposto pelo ICN, argumentando que, dessa
    forma, os investimentos poderão ser, em parte, suportados por fundos europeus
    e nacionais

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=12&d=17&uid={9F9BB996-3AC3-412A-8F33-3DDF6A4B084C}&id=112718&sid=12440

    ==========================
    2- LOCAL PORTO-
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=12&d=17&uid={9F9BB996-3AC3-412A-8F33-3DDF6A4B084C}&id=112720&sid=12440

    (As opiniões dos participantes no blogue- A BAIXA DO PORTO
    https://www.porto.taf.net/dp/ –
    no PUBLICO )

    ==========================
    3- Crónica -Germano Silva
    Hotéis da Praça da Batalha do tempo da ‘mesa redonda’
    Capela da Nossa Senhora da Batalha
    Naqueles tempos (finais do século XIX) os hábitos familiares eram muito
    diferentes dos de hoje. Por exemplo, almoçava- -se cedo, às oito horas,
    jantava-se às duas (14 horas) “quando o sino da Sé tocava a chamar para o
    coro”, conta um cronista da época; e ceava-se das nove para dez (da noite)
    “quando tangia o sino de recolher também chamado dos mariolas”, acrescenta o
    cronista. Isto era o que se passava, digamos assim, em família. E fora de
    casa, como era ?

    https://jn.sapo.pt/2006/12/17/porto/hoteis_praca_batalha_tempo_mesa_redo.html

    ==========================

    4- PORTO
    Prémio para arquitectos Portugal Mendonça e Amorim Reis
    Reabilitação na Boavista distinguida

    A Câmara do Porto vai atribuir o Prémio João de Almada aos arquitectos
    António Portugal Mendonça e Manuel Amorim Reis, responsáveis pela
    reabilitação do antigo Colégio dos Maristas. O galardão visa promover a
    recuperação de edifícios do património arquitectónico da cidade.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=586ba89b65fbf0646d3f4a5dde059b5d

    ==========================

    5-Rio Tinto vai ser vigiado pelos alunos da cidade

    Movimento quer recuperar o que for possível do rio Tinto, aqui num açude perto
    do Moinho da Vitória
    O rio Tinto, curso de água altamente poluído em Gondomar, vai passar a ser
    monitorizado por alunos da escolas da cidade. Uma iniciativa que deu ontem os
    primeiros passos, durante uma visita promovida pelo Movimento em Defesa do Rio
    Tinto, que teve como guia Pedro Teiga, um especialista na recuperação de
    ribeiras e rios da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

    https://jn.sapo.pt/2006/12/17/porto/rio_tinto_ser_vigiado_pelos_alunos_c.html

    …………
    Movimento usou visita como pretexto para recordar reivindicações
    Reclamada despoluição do rio Tinto

    A despoluição do rio Tinto continua a ser reclamada. Numa visita ao local onde
    há habitações com ligações directas de águas residuais ao rio, um grupo de
    munícipes lembrou a urgência em requalificar esta bacia e insistiu que a
    médio prazo é possível melhorar a qualidade das águas.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=b23509d84986654c79e4c8dbe2aa42e3

    ==========================
    6-MATOSINHOS
    Associações recebem prenda de 1,2 milhões em subsídios

    Fundação de Serralves fica situada no Porto, mas recebeu 10 mil euros de apoio
    da Câmara de Matosinhos

    A Câmara de Matosinhos vai “enriquecer” o Natal de muitas associações. Antes
    da quadra natalícia, a Autarquia deverá fazer aprovar a atribuição de
    subsídios no valor total de 1,2 milhões de euros. A proposta vai ser
    discutida amanhã, na reunião do Executivo.

    Só para as colectividades do concelho “que têm possibilitado a prática da
    actividade física e a ocupação do tempo livre a milhares de cidadãos”
    estão reservados mais de 263 mil euros. No total, são quase 100 as
    associações que vão beneficiar dos apoios às actividades que desenvolvem.
    As verbas a atribuir são também para fazer face a investimentos.

    https://jn.sapo.pt/2006/12/17/porto/associacoes_recebem_prenda_12_milhoe.html

    ==========================

    7-BRAGANÇA
    Câmara de Bragança insiste na construção da barragem
    e rejeita soluções alternativas de abastecimento

    Plano de Ordenamento de Montesinho abre “janela de oportunidade” a Veiguinhas
    O Plano de Ordenamento (PO) do Parque Natural de Montesinho (PNM) pode abrir
    “uma janela de oportunidade” para a construção da barragem de Veiguinhas,
    cujos estudos de impacte ambiental já receberam dois chumbos consecutivos por
    parte do Instituto de Conservação da Natureza (ICN).

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=12&d=17&uid={9F9BB996-3AC3-412A-8F33-3DDF6A4B084C}&id=112723&sid=12440

    ==========================

    8-SERRA DA ESTRELA
    Turistrela vai pedir isenção de estudo de impacte ambiental para ampliar a
    estância de esqui

    O pedido de isenção vale apenas para a primeira fase do projecto, que visa
    redefinir o perímetro da área ocupada pela estância. A concessionária
    assegura que não haverá movimentação de terras e que a segunda fase já
    terá estudos.
    Por Sandra Invêncio

    A empresa concessionária do turismo na serra da Estrela, a Turistrela, vai
    apresentar um pedido de isenção de estudo de impacte ambiental para a
    realização da primeira fase de ampliação da estância de esqui. A empresa
    adianta que, para a segunda fase, que extravasa o espaço agora ocupado pelo
    equipamento, já vão ser cumpridas as exigências do Parque Natural da Serra
    da Estrela (PNSE).

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=12&d=17&uid={9F9BB996-3AC3-412A-8F33-3DDF6A4B084C}&id=112726&sid=12440

    ==========================

    9-PAÍS
    Quercus diz que Ministério mente
    Os ambientalistas da Quercus acusaram, ontem, o Ministério do Ambiente de
    “mentir de uma forma inaceitável” aos portugueses ao emitir um comunicado em
    que “esconde” 300 milhões de euros previstos para a incineração entre 2007 e
    2013.

    O plano para os resíduos urbanos PERSU II, que entrou em consulta pública”,
    foi objecto de um comunicado do Ministério do Ambiente no qual se anuncia,
    entre outros, um investimento de 577 milhões de euros para o tratamento
    mecânico e biológico, digestão anaeróbia e compostagem.

    “O Ministério do Ambiente está a mentir, pois refere que vai gastar 577
    milhões de euros no tratamento mecânico e biológico, digestão anaeróbia e
    compostagem, quando 300 milhões dessa verba, mais de metade, é para a
    incineração de combustíveis derivados de resíduos”, afirmou à agência
    Lusa Rui Berkemeier.

    https://jn.sapo.pt/2006/12/16/sociedade_e_vida/quercus_que_ministerio_mente.html

    ==========================

    10-PAÍS
    Investimentos em renováveis e biogás interessam ao Fundo de Carbono

    Num altura em que o Fundo Português de Carbono decide os critérios pelos quais
    seleccionará os projectos em que investirá, o secretário de Estado do
    Ambiente anuncia que há indústrias interessadas em investir fora do seu
    negócio principal para reduzir emissões e não descarta a possibilidade de
    concessionar a gestão deste instrumento financeiro. Entrevista com Humberto
    Rosa

    Até 2012, o Fundo Português de Carbono será dotado com 348 milhões de euros,
    para investir em projectos que ajudem Portugal a cumprir as suas metas para a
    redução das emissões de gases com efeito de estufa. Os critérios para a
    eleição desses projectos ainda estão a ser concluídos mas Humberto Rosa,
    secretário de Estado do Ambiente, dá prioridade ao investimento em países da
    CPLP em energias renováveis, entre as quais o aproveitamento do biogás dos
    aterros, área em que Portugal tem know-how. A aposta em projectos internos é
    também prioridade, desde que a redução das emissões seja feita a preços
    competitivos.

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=12&d=17&uid={9F9BB996-3AC3-412A-8F33-3DDF6A4B084C}&id=112667&sid=12435

    ==========================
    ==========================

    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Se quiser consultar os boletins atrasados veja
    https://campoaberto.pt/boletimPNED/

    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse urbanístico
    ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de Notícias e de O
    Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais ou fontes de
    informação).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
    específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
    basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
    contacto@campoaberto.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    Selecção hoje feita por Manuela D.L. Ramos

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário