• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é
e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sábado, 02 de Setembro de 2006

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. “Novo PNAC é insuficiente”

Reduzir a velocidade máxima permitida nas auto-estradas e diminuir o
número de dias de serviço dos táxis são medidas previstas pelo Governo
na versão final do Programa Nacional de Alterações Climáticas para
baixar as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera e, por essa
via, garantir que Portugal cumpre a meta do Protocolo de Quioto, a que
se comprometeu quando ratificou o documento.

O presidente da Liga para a Protecção da Natureza disse a O PRIMEIRO
DE JANEIRO que ainda não conhece em pormenor as propostas, mas
adiantou que reduzir a velocidade nas auto-estradas de 120 para 118
quilómetros horários “não é nada”, argumentando que essa medida “cobre
o erro previsto nos velocímetros”, e que “só fazendo baixá-la” para os
110 é que surtiria um efeito assinalável”. Para Eugénio Sequeira, é
claro que “não é essa a questão essencial”, pelo que preconiza “uma
aposta séria” nas áreas dos transportes e do consumo energético, e
aponta “como medidas essenciais melhorar a intermodalidade dos
transportes públicos” e “aumentar a eficácia do consumo doméstico”,
incentivando as boas práticas e penalizando, através da carga fiscal,
os maus exemplos.

Francisco Ferreira frisou ainda que a adopção dos novos «Regulamento
das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios» e
«Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização de Edifícios»
pode aumentar a eficiência energética das novas construções em 40 por
cento a partir de 2007. Ambos os activistas consideraram que cumprir
as metas do Protocolo de Quioto é possível e apenas depende da
“vontade política” do Governo.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=8a01c1311f50f96c919e93d7a110506f

==========================
2. Investimento para área industrial desactivada

O presidente da Câmara de Vila do Conde anunciou ontem um projecto
para reutilização de uma área industrial desactivada, que implica um
investimento de 25 milhões de euros em cinco anos e irá gerar
“milhares” de empregos. O presidente da autarquia, Mário de Almeida,
explicou à Lusa que o projecto prevê o reaproveitamento das
instalações da antiga fábrica têxtil do Mindelo, encerrada há 15 anos,
para um espaço empresarial multipolar, com actividades industriais não
poluentes e utilizando elevadas tecnologias, completadas com comércio
e serviços.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=b95d894497de69989ff155618146617a

Mindelo Park em Abril
https://jn.sapo.pt/2006/09/02/porto/mindelo_park_abril.html

==========================
3. Data incerta para a reabertura

O impasse continua nas obras da Ponte Eiffel. Depois de ter sido
encerrada em Fevereiro, a travessia continua fechada ao trânsito
devido a um atraso nos trabalhos de recuperação. O Governador Civil
garante que a ponte vai ser reaberta, só não sabe dizer quando.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=dcdb6dd8aa42905a9e2a7cc301501b67

==========================
4. Polícias a cavalo vigiam Parque da Cidade

Três elementos da Polícia Municipal (PM) iniciaram ontem o
patrulhamento a cavalo do Parque da Cidade do Porto.A medida é inédita
no País e pretende servir de efeito dissuasor de práticas criminosas
contra os visitantes.
Em declarações ao JANEIRO, o vereador das Actividades Económicas e da
Protecção Civil da autarquia da Invicta fez notar, porém, que “a zona
não é insegura e que a iniciativa não é fruto do aumento da
criminalidade”. “Estamos simplesmente a ser pro-activos”, frisou,
sustentando que o índice geral de criminalidade na cidade até tem
vindo a diminuir.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=18caa803e23ddc9b95e7ebb8e7ff1184

Patrulhas a cavalo no parque para combater insegurança
https://jn.sapo.pt/2006/09/02/porto/patrulhas_a_cavalo_parque_para_comba.html

==========================
5. Valorizar património concelhio

No próximo dia 10 de Setembro, o Mosteiro de Leça do Balio vai ser o
palco da recreação do casamento de D. Fernando com D. Leonor Teles. O
evento integra o programa da iniciativa “Os Hospitalários no Caminho
de Santiago” que se iniciará a 8 de Setembro.
Durante a apresentação, Guilherme Pinto recordou que este é um
programa iniciado há três anos, altura em que, segundo presidente da
Câmara Municipal de Matosinhos, foram feitos ensaios de um evento que
vai crescendo.
“Desta forma pretendemos valorizar um património que é único e que,
por tal razão, constitui um dos ex-libris do concelho. Em Leça do
Balio não podemos esquecer o papel da Ordem dos Hospitaleiros”,
acrescentou.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=10dd65bbc9540a465b8ceb6bd25e01bc

Leça do Balio com recriação histórica da época medieval
https://jn.sapo.pt/2006/09/02/porto/leca_balio_recriacao_historica_epoca.html

==========================
6. Criar atractivos com vista a apoiar o comércio

A Póvoa de Varzim recebe hoje o primeiro Festival Nacional de Animação
de Rua, iniciativa que pretende encher a zona comercial da cidade de
teatro, artes circenses, marionetas e estátuas, para revitalizar “o
comércio com tradição”.
A iniciativa, da responsabilidade da Câmara Municipal e da Associação
Comércio ao Ar Livre (ACAL), “surgiu da necessidade de criar alguns
fluxos de pessoas na rua”, afirmou, em declarações à Lusa, Paulo
Tavares, da associação.
A ACAL, fundada em Maio de 2005, tem por objectivos aumentar o número
e o grau de satisfação dos clientes, melhorar as condições do espaço
comum e de funcionamento das lojas, bem como fazer com que os
comerciantes da Rua da Junqueira e artérias adjacentes sejam vistos
como uma alternativa efectiva aos centros comerciais.
Segundo referiu, o comércio precisa de mais gente na rua, pretendendo
este festival revitalizar o comércio com tradição daquela zona da
Póvoa.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=1cc7ea47a20322422b32cd3194eccd2e

==========================
7. Papa lança apelo à protecção do ambiente

O papa Bento XVI lançou, ontem de manhã, a partir das montanhas dos
Abruzos, centro de Itália, um apelo à “protecção do meio ambiente”, o
segundo em menos de uma semana.

O Papa aproveitou a ocasião de uma peregrinação ao santuário do Santo
Rosto, na aldeia de Manopello, a 30 quilómetros de Pescara, rodeado
por “montanhas magníficas”, para chamar a atenção para “os riscos de
degradação” do ambiente e “a urgência” de o defender e proteger.

A natureza é “uma grande dádiva de Deus, exposta a sérios riscos de
degradação do ambiente, que deve ser defendido e protegido”, declarou
Bento XVI.

O dia 1 de Setembro foi declarado “Dia para a Salvaguarda da Criação”
pela igreja católica italiana.

https://jn.sapo.pt/2006/09/02/sociedade_e_vida/papa_lanca_apelo_a_proteccao_ambient.html

==========================
8. Caça pode vir a contaminar zonas húmidas

O presidente da Quercus, Hélder Spínola, alertou ontem para os riscos
ambientais decorrentes do uso de munições com chumbo na caça em zonas
húmidas, considerando-o “um problema preocupante”.

Para Hélder Spínola, o chumbo usado na actividade cinegética naqueles
locais “entra na cadeia alimentar, tendo consequências graves nas
espécies e, em última análise, na própria alimentação humana”.

Com o objectivo de contestar o uso de munições com chumbo na caça,
principalmente em zonas húmidas, a Quercus vai promover, amanhã, uma
acção de protesto na Lagoa de Melides, no concelho de Grândola.

Início da caça

Segundo um comunicado da associação ambientalista, o protesto – que
decorre no dia de abertura da época de caça às aves aquáticas, como os
patos, galeirões e galinhas d’água – consistirá na colocação de dez
bonecos de aves aquáticas e um espanta-espíritos, a quatro metros de
altura, na lagoa de Melides.

Com a acção, a Quercus pretende também apelar à utilização pelos
caçadores de munições sem chumbo, “já disponíveis no mercado”, disse
Hélder Spínola.

De acordo com o ambientalista, “trata-se de uma acção simbólica”, com
a Lagoa de Melides a representar “todas as zonas húmidas que são
contaminadas por chumbo das munições dos caçadores”.

https://jn.sapo.pt/2006/09/02/sociedade_e_vida/caca_pode_a_contaminar_zonas_humidas.html

==========================
9. Águas do Paiva reabertas a banhos

Os frequentadores da praia fluvial do Areinho, em Arouca, já podem
voltar aos banhos nas águas do rio Paiva. Uma semana depois de a
Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCRND)
ter interditado aquela praia fluvial e mandado retirar a bandeira
azul, por ter detectado a presença de coliformes fecais nas águas do
rio, novas análises efectuadas terão, agora, evidenciado que já não há
perigo para a saúde pública.

https://jn.sapo.pt/2006/09/02/porto/aguas_paiva_reabertas_a_banhos.html

==========================
10. Premiar a qualidade arquitectónica

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN)
anunciou que vai distinguir o melhor projecto arquitectónico
construído no Douro desde a sua nomeação a Património da Humanidade,
em 2001.

https://jn.sapo.pt/2006/09/02/norte/premiar_a_qualidade_arquitectonica.html

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário