İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

    Venha debater com o Dr. Jaime Prata (ver nota biográfica em baixo)

    “Gestão do Litoral”

    Dia 12, quarta-feira, 21h30, na sede

    A actual gestão do litoral é efectuada num cenário economicista que tem
    conduzido a um acumular de erros que se vão pagar muito caro num futuro
    próximo. A elevada promiscuidade entre orgãos de tutela e a dispersão das
    responsabilidades da gestão do litoral por várias entidades e serviços
    conduziu à situação caótica a que se assiste ao longo dos nossos 947 km de
    costa. A gestão deste espaço magnífico e rico não pode continuar a ser
    gerido por entusiasmos passageiros de autarcas cujos horizontes não
    ultrapassam a bitola dos quatro – quando muito dos oito – anos dos mandatos
    respectivos.

    A gestão do litoral tem sido levada a cabo à mercê de certas modas
    administrativas que sempre imprimiram uma lógica corporativa a este espaço
    de encontro entre a terra e o mar. Nos anos 50 e 60 a lógica da defesa e das
    plataformas de tráfego maritimo, que até aí imperava, foi substituda pela
    lógica da produção e instalaram-se indústrias pesadas no litoral e nos
    estuários sem se ter em conta a salvaguarda de outros valores. Mais
    recentemente, a construção civil e o turismo aparecem como as actividades
    salvadoras da nossa economia e tomam conta destes espaços.

    Aquilo que nunca existiu foi uma visão global, integradora e de gestão
    fundamentada em padrões de sustentabilidade do nosso litoral..

    É urgente adoptar uma nova política de gestão que estabeleça um corte
    radical com o passado e tenha em conta que a subida do nível médio das águas
    do mar é já uma certeza e que ponha em prática adequadas medidas de gestão e
    de ordenamento da faixa litoral.

    Nota biográfica sobre o Dr. Jaime Prata

    Licenciado em Ciências do Meio Aquático pelo Instituto de Ciências
    Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, tem desenvolvido a sua
    actividade profissional em várias vertentes nas quais se incluem a
    aquacultura, a Biologia e Ecologia marinhas e a Geomorfologia costeira.
    Obteve no ano 2000 o grau de Mestre em Engenharia do Ambiente pela Faculdade
    de Engenharia do Porto com a tese intitulada “Concepção, Construção,
    Implantação e Monitorização de um Sistema Piloto de Recifes Artificiais”.

    Encontra-se neste momento a desenvolver trabalho no sentido da obtenção do
    grau de Doutor pela Faculdade de Engenharia do Porto com um estudo
    intitulado “Impactos, colonização e sucessão da fauna e flora marinhas numa
    estrutura de defesa costeira”.

    Ligado desde o início à Estação Litoral da Aguda, é coordenador do
    Departamento Educativo desta instituição.

    É dirigente da associação Campo Aberto.

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário