İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram


    Magnólias em canteiro com petúnias e Estátua de homenagem aoArdina . do Porto(ca 1990 cf), obra do escultor Manuel Dias
    Supomos -pela consulta do projecto– que afinal as magnólias em frente à Igreja dos Congregados não estão condenadas e vão ter licença para florir. (Supomos porque informação clara e respeitadora é coisa que não existe neste triste processo, e nada nos afiança que resolvam mudar). Dos canteiros é que não se vê rasto no dito plano, mas isso não foi surpresa nenhuma: os arquitectos já tinham avisado que iriam eliminar os “canteiros e canteirinhos“. Estes e todos os outros da Praça e da Avenida.
    Numa cidade com um dos melhores viveiros municipais do País e com uma tradição da arte floral que importaria acalentar e dar a conhecer, a erradicação de umas das suas zonas ajardinadas mais emblemáticas confirma o que não aceitamos e contestamos: Os arquitectos estão a adaptar os Aliados ao projecto deles e não o contrário!

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    3 comentários até agora.

    1. Francisco Rocha Antunes diz:

      A arte floral deveria ser um dos factores distintivos do urbanismo desta cidade. Aposto que daqui a 20 anos todos os arquitectos “vanguardistas” vão falar na recuperação desta tradição do Porto.

    2. Anonymous diz:

      Quem é o autor da estátua do ardina? Alguém sabe?

    3. Anonymous diz:

      Eh pá e aquele marco de correio VERMELHO -essa mancha de cor (a)berrante- vão-no lá deixar? E onde se vai apoiar o ardina?
      Tripeiro inconformado

    Deixar comentário