İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

    Transcrição da Audição na Comissão Parlamentar da Educação, Ciência e Cultura, aos representantes da METRO
    «Oliveira Marques: Quanto às árvores na Av. dos Aliados: há ali uma realidade nova, o tecto da estação da Avenida dos Aliados está muito próximo da superfície, portanto já não é tão fácil colocar espaços verdes como era anteriormente. Além disso, eu sei, o Arquitecto M. Teixeira corrigir-me-á se eu disser alguma asneira, eu sei que os arquitectos autores do projecto entendem que o espaço verde não deve estar no chão, deve estar em árvores para que o chão fique mais livre sobretudo para as pessoas – há aqui uma filosofia de base no novo desenho da Avenida dos Aliados que é libertar a avenida para pessoas mais do que para automóveis ou zonas verdes. Zonas verdes podem estar na cota mais alta. Mas eu penso que o Arquitecto Manuel Teixeira tem mais noção do que eu próprio sobre as restrições que a implantação da estação impôs sobre o acautelamento desse aspecto de natureza ambiental.

    Arquitecto Manuel Teixeira: Boa noite. Relativamente ao projecto na Av. dos Aliados existem pontualmente áreas onde a laje de cobertura da estação está bastante à pele da Avenida e como tal não permite a plantação de árvores. (…)
    No caso dos Aliados aquilo que vai acontecer é que vai haver um reforço do número de árvores existentes na Av. dos Aliados. O projecto é pontuado, para que se perceba, embora eu não tenha aqui nenhum suporte gráfico, mas para que se perceba qual vai ser a intervenção ao nível do aspecto paisagístico, é que efectivamente numa placa central existiam alguns canteiros com flores , existiam árvores nos passeios laterais, e portanto aquilo que se vai fazer, vai-se uniformizar toda a pavimentação da Avenida para lhe dar uma unidade, porque ao fim e ao cabo o que tínhamos era um separador central que estava[a ideia que já não existe nada é incorrecta! O que foi destruído para já foi a primeira plataforma dos Aliados] (…)
    Portanto aquilo que vai ser implantação das árvores, as árvores vão existir em maior número nos Aliados, vai-se criar um novo texto verde para a Avenida. E portanto há limitações, sim, mas muito pontuais, mas em toda a área restante da Avenida dos Aliados vai ser aumentado o número de árvores.»

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário