• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente 389 participantes inscritos.]

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações: campo_aberto@oninet.pt
Consulte: https://campo-aberto.blogspot.com/
==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2005
==========================

1. Novos recordes no metro com enchente no Dragão
Porto

Um quinto dos espectadores que assistiram ao clássico F. C. Porto-Benfica
optaram pelo metropolitano Após o jogo, operação especial da empresa escoou
multidão em 45 minutos

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/grande_porto/novos_recordes_metro_enchente_dragao.html

Números

10.500
espectadores do jogo F.C.Porto-Benfica utilizaram, anteontem, o metro para
chegar e sair do Estádio do Dragão, onde se juntaram mais de 50 mil adeptos.
No total, foram registadas 21 mil viagens (ida e volta) a partir das 19
horas.

1,7 milhões de validações foram registadas no metro em Setembro, mês de
inauguração da linha Amarela (Gaia-Pólo Universitário). O registo de
validações bateu todos os recordes.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/grande_porto/numeros.html

==========================

2. Bairro “bonito”, mas isolado pela falta de transportes
Porto

Inaugurado em 2004 e baptizado com o nome do mais célebre jogador de futebol
português, o Bairro Eusébio da Silva Ferreira está praticamente isolado do
resto da freguesia de Serzedo. Os elogios às boas condições das casas
esbarram nas dificuldades de mobilidade dos moradores.

Os mais afectados são as crianças e jovens, colocados em escolas distantes,
que, com frequência, deixam de ir às aulas por falta de dinheiro para o
autocarro. Os filhos de Carmen são apenas um exemplo. A mais nova, com dez
anos, vive à semana em casa de uma tia para frequentar a escola em
Gulpilhares. “Chora sempre que vai embora ao domingo”, diz a mãe,
acrescentando que os filhos mais velhos, a estudarem em Valadares e Canelas,
“também faltam às aulas porque não têm dinheiro para apanharem a camioneta”.

A ausência de transportes nas redondezas já mereceu a atenção do presidente
da Junta de Serzedo. António Pedroso disse, ao JN, que fez um pedido a
transportadoras privadas, que acabaram por desistir por falta de clientes.
“Andaram sempre vazios durante um mês e desistiram”, frisou.
Inês Schreck

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/grande_porto/bairro_bonito_isolado_pela_falta_tra.html

==========================

3.Século e meio de história da indústria conserveira
Porto

A “Ramirez” está a comemorar 152 anos de actividade que fazem dela a mais
antiga conserveira do mundo em laboração. Para o assinalar, a empresa montou
no shopping Península, no Porto, uma exposição, patente até amanhã, que
inclui fotografias, documentos, cartazes publicitários, latas centenárias e
até a maquinaria usada pela conserveira instalada em Matosinhos, mas também
em Vila Real de Santo António, Olhão, Albufeira, Setúbal e Peniche.
A exposição permite perceber a história da empresa mas também a evolução da
indústria conserveira ao longo dos últimos dois séculos. A “Ramirez” foi,
por exemplo, uma das pioneiras na introdução dos princípios descobertos por
Nicholas Appert e, mais tarde, teorizados por Pasteur, que revolucionaram o
conceito de conservação de alimentos.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/grande_porto/seculo_e_meio_historia_industria_con.html

==========================

4. Reclamada a valorização
Viana do castelo

Reivindicação Quatro juntas de freguesia da margem sul clamam por
intervenção no castro do Monte Santinho Sítio arqueológico integra
candidatura a património da Unesco de cividade da Idade do Ferro
Motivo de lendas como a da moura encantada que protege um tesouro deixado
para trás durante a reconquista do território, o castro de Roques, ou do
Monte Santinho, como é conhecido pela população, apresenta-se como
património “que urge salvaguardar”, no entender das quatro freguesias da
margem sul do concelho de Viana do Castelo que são abrangidas pela cividade
do Idade do Ferro. A saber Mujães, Subportela, Vila Franca e Vila de Punhe.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/minho/reclamada_a_valorizacao.html

==========================

5. Dois recordes batidos na Festa das Colheitas
vila verde

feito 645 tocadores de concertina marcaram presença e bateram também a
melhor marca de mais tempo a tocar uma música Vereador da Cultura
despediu-se em grande
Não foi um, mas dois, os recordes batidos, ontem, em Vila Verde, no âmbito
da Festa das Colheitas e que inscrevem o nome do concelho no livro de
recordes do Guinness. Se o desafio inicial de concentrar o maior número
possível de tocadores de concertina foi ultrapassado em mais de 85
instrumentistas, colocando o recorde em 645, o segundo feito, tocar durante
meia hora a mesma música, apanhou muitos participantes de surpresa. O
exigente esforço físico dos tocadores foi, no entanto, compensado, com a
dupla entrada no livro do Guiness. Anteriormente o máximo estava nos 27
minutos, agora Vila Verde entra para a história com os seus 31 minutos
ininterruptos a tocar o mesmo tema.
Pedro Antunes Pereira

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/minho/dois_recordes_batidos_festa_colheita.html

==========================

6. Luziamar reaberto em 2007
Viana do castelo

animação Sociedade proprietária do imóvel refere que projecto do complexo
turístico “nunca foi acabado” Equipamento compreenderá zona habitacional
com uma dezena de casas
Saudoso. É o adjectivo escolhido por muitos dos antigos frequentadores do
complexo turístico do Luziamar, no Cabedelo, em Viana do Castelo, para
descrever o espaço de animação. O equipamento, que abriu portas 12 dias
antes do 25 de Abril, afirmou-se de imediato como local de eleição de
muitos, em grande parte devido à sua discoteca, que se apresentou, durante
os anos que se seguiram, como uma das referências na noite da região. No
entanto, o complexo encerrou há cerca de uma década, entrando, depois, em
degradação, agravada, na passada sexta-feira, pelo incêndio que comsumiu o
piso superior do imóvel, onde funcionava o restaurante. De modo a inverter o
estado de coisas, a sociedade que detém o Luziamar anunciou que pretende
recuperar todo o complexo, elevando-se o investimento a realizar a cerca de
10 milhões de euros.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/minho/luziamar_reaberto_2007.html

==========================

7. Margens do rio já têm projecto
Barcelos

Dez empresas concorreram à construção do Parque Fluvial, que vai nascer nas
margens do rio Cávado, em pleno centro da cidade. Para este investimento,
que ultrapassa um milhão e meio de euros, a autarquia recebeu propostas de
seis empresas de construção e dois consórcios do sector.
O Parque Fluvial de Barcelos é a primeira fase de um projecto amplo de
recuperação das margens ribeirinhas do rio Cávado. O Parque ocupará uma área
superior a 27 mil metros quadrados, desde a travessa do Pessegal, o complexo
das piscinas e a rua doutor José António Pereira Peixoto Machado.
Os espaços verdes e as zonas pedonais são os elementos dominantes deste novo
espaço de lazer que vai nascer na cidade. Plataformas relvadas para
utilização e estadia livre das pessoas, percursos em betão poroso, que
servirão para caminhadas, circulação de bicicletas e de patins, são algumas
das ofertas previstas no novo Parque Fluvial. Está ainda prevista a
instalação de um equipamento para actividades ligadas com o rio e de um bar
com uma esplanada assente num pontão sobre o rio. Junto a este bar, e no
ponto central do Parque, será criada um ponte pedonal sobre o rio, que
ligará o Parque Fluvial ao areal de Barcelinhos.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/minho/margens_rio_tem_projecto.html

==========================

8. 2,8 milhões para construir
Estarreja

O projecto do novo complexo de piscinas municipais de Estarreja já foi
apresentado ao Executivo camarário e deverá custar cerca de 2,8 milhões de
euros. Constituído por três pisos, o equipamento vai ser erguido junto ao
estádio do Clube Desportivo de Estarreja. A Câmara prevê lançar o concurso
internacional até ao final do ano e a construção deverá ter início durante o
primeiro semestre do próximo.
O projecto está a ser pensado para que se constitua num “modelo para o
futuro, com auto-sustentabilidade”, afirmou o vice-presidente da Câmara. No
caso da água, está-se a avaliar um sistema de aproveitamento da que é
desperdiçada dos tanques, canalizando-a para um reservatório que servirá
para rega. A utilização das energias renováveis, nomeadamente solar, para
aquecimento da água, é outra hipótese.
Em volta do edifício das piscinas cobertas haverá uma praça pública, uma
vasta zona verde e três campos de ténis. O terreno possui boas condições de
acessibilidade e complementa outros espaços públicos de desporto e lazer,
como o Clube Desportivo de Estarreja e a escola secundária.
Construída em 1986, a actual piscina, no centro da cidade, não tem espaço
social nem bancada, há muita humidade, que impossibilita a informatização
dos serviços.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/centro/28_milhoes_para_construir.html

==========================

9.Monteiros grata honra bombeiros
vila pouca de aguiar

Peculiar Corporação do Pinhão ajudou, em Agosto, a defender aldeia, e ontem
voltou para ser homenageada
Ainda com o cheiro a queimado no ar, os bombeiros do Pinhão regressaram a
aldeia de Monteiros, freguesia de Bragado. Desta vez não para apagar
incêndios, mas receber a gratidão dos habitantes, que não esquecem o inferno
do dia 7 de Agosto.
“Se não fossem eles, morríamos aqui todos queimados”, lembrou Maria do Céu,
uma das poucas pessoas que permaneceu na aldeia quando ela ficou rodeada de
chamas. “Arderam algumas casas e morreu um homem, mas o esforço deles ficará
para sempre na nossa memória”, diz Idalina da Graça, a quem o fogo matou o
marido. “O que ficou da aldeia foi graças aos bombeiros do Pinhão”, recorda.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/pais/monteiros_grata_honra_bombeiros.html

==========================

10. Fraugua vai recuperar núcleo da aldeia do Picote
miranda do douro

A Fraugua – Associação para o Desenvolvimento Integrado de Picote, em
Miranda do Douro, quer pôr em marcha um projecto para reabilitar o núcleo da
aldeia. Aos 250 mil euros previstos para se gastar em obras, juntam-se mais
50 mil oferecidos por privados.
A Fraugua convidou, ainda, a Junta de Picote para integrar o projecto, assim
como todos os privados que queiram associar-se à iniciativa, designadamente,
na recuperação de fachadas e casas de arquitectura tipicamente mirandesa.

https://jn.sapo.pt/2005/10/17/pais/fraugua_recuperar_nucleo_aldeia_pico.html

==========================

11.Casas clandestinas entre as dunas e o aeródromo de Paramos

Em Espinho, entre o aeródromo e o mar, há dezenas de habitações construídas
ilegalmente em cima das dunas e numa zona classificada pela Rede Natura
2000.
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=49e6f7069cb5b68b1185a1030f531ece

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=34e57064ee94a91bf8a7205638ffa560

==========================
Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.
O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/
==========================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:
Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse urbanístico
ou ambiental publicadas na edição electrónica do Público, do Jornal de
Notícias e de O Primeiro de Janeiro (nas versões disponibilizadas
gratuitamente e com as
ligações em referência).
Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste de Portugal.
Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592 Apartado 5052, 4018-001 Porto
Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário