[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

    Destaque: País Doente

    Num comentário publicado no Jornal de Notícias de 11 de Outubro último, o
    escritor Mário Cláudio, referindo-se a casos lastimáveis nas últimas
    eleições autárquicas de entusiasmo “popular” em apoio da fraude e da fuga à
    justiça, disse que eram apenas afloramentos de uma doença profunda que
    afectava todo o país. O País está doente, disse em substância. O problema,
    dizemos nós, é que não parece haver nem diagnóstico preciso nem medicina
    disponível.

    Quando o presidente da Câmara da segunda cidade do país, eleito
    folgadamente, aproveita a vitória para partir novamente em guerra contra
    instituições que lhe caberia fazer reconhecer pelos cidadãos (mesmo se o
    IPPAR pode e deve ser criticado pela sociedade civil pelas suas
    insuficiências na defesa do património histórico, como por exemplo no caso
    dos Aliados, não cabe a um órgão do poder local medir forças com uma
    instituição que deveria antes respeitar e fazer respeitar, mesmo discordando
    eventualmente das suas decisões), e isto num político eleito ao que se diz
    por se destacar pela sua honestidade e integridade, o que é provavelmente
    verdade, estamos na rampa deslizante que conduz ao uso do voto como uma
    justificação para um poder que se pretende acima da lei e dos limites que
    lhe são impostos pelas instituições.

    Mas esta “doença” não é talvez senão um sintoma de uma doença mais profunda,
    que se manifesta noutros locais pela perda completa de perspectivas do que
    tem ou não tem valor. Quando em São Martinho do Porto se abatem dezenas de
    plátanos que viram crescer gerações para dar lugar a mais uma obra de
    “requalificação”, termo que infelizmente fez escola numa manifestação de
    NewSpeak orwelliano e que abrange na sua larga capa os génios da nossa
    arquitectura e os “requalificadores” boçais da mais obscura vilória, estamos
    perante uma erupção patológica bem mais profunda ainda. Para tornar o caso
    ainda mais pungente, o abate é justificado com a criação de um jardim que
    oferece a crianças e idosos um espaço de lazer. Como se, para o criar, não
    pudesse haver outra maneira a não ser derrubar o que levou tantos anos a
    crescer. Veremos um dia o Mosteiro da Batalha a dar lugar a um hospital, a
    Torre de Belém a uma marina, os Jerónimos a um centro comercial, a Mata do
    Buçaco a um campo de golfe? Já não faltará muito para isso a não ser que
    surja de algum horizonte um sobressalto cívico que se prenda às raízes da
    doença e corrija a perspectiva falsificada que domina hoje os valores
    sociais nacionais.

    JCM
    =================================
    ================
    Veja também o blogue:

    https://campo-aberto.blogspot.com/

    E mais este:
    https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

    E ainda este:
    https://dias_com_arvores.blogspot.com/

    Comente, participe. Divulgue!

    =================================
    ================
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
    faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@oninet.pt

    =================================
    ================
    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    =================================
    ================
    Quinta-feira, 13 de Outubro de 2005

    =================================
    ================
    Títulos do Público sem acesso livre

    Dezenas de plátanos abatidos em São Martinho

    projecto de siza e souto moura
    Arranjos nos Aliados não respeitam impacte ambiental

    Câmara de Ovar alerta Ministério do Ambiente para destruição da costa
    Estudo confirma que o mar continua a avançar nas zonas não-urbanas
    Nuno Corvacho
    =================================
    ================

    1. Buraco mudou de mãos mas continua sem saída

    túnel de Ceuta Ministério da Cultura anuncia que IPPAR tomará posse da obra,
    mas não revela o que será feito de seguida Rui Rio continua em silêncio e
    oposição apela ao consenso

    O Ministério da Cultura assegurou, ontem, que o IPPAR (Instituto Português
    do Património Arquitectónico) vai mesmo tomar posse administrativa da obra
    de prolongamento do túnel de Ceuta, que plantou um buraco na Rua de D.
    Manuel II, no Porto.O que nem o Ministério da Cultura nem o IPPAR sabem (Š)

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/grande_porto/buraco_mudou_maos_continua_saida.h
    tml

    =================================
    ================
    2. Porto Recuperar o passado da área metropolitana

    formação Curso livre sobre a história de Gaia e do Grande Porto leccionado
    por investigadores e professores universitários arranca dia 29
    fernando timóteo

    Ponte histórica entre as margens do rio Douro vai ter como palco o Solar dos
    Condes de Resende, em Vila Nova de Gaia

    Inês Schreck

    Onde viviam os habitantes da região do Porto no tempo de Viriato? Quantos
    concelhos havia na região na Idade Média? Quem trouxe Nasoni para Portugal?
    Muitos não saberão responder a estas e outras perguntas sobre o passado da
    Área Metropolitana do Porto.

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/grande_porto/recuperar_o_passado_area_metropoli
    ta.html

    =================================
    ================
    3. Seminário na FEUP até amanhã

    O seminário “A intervenção no património. Práticas de conservação e
    reabilitação”, promovido pela FEUP e pela Direcção-Geral dos Edifícios e
    Monumentos Nacionais, decorre até amanhã, no auditório da faculdade, com a
    presença de diversos arquitectos e responsáveis da área da reabilitação
    urbana. O programa para hoje está reservado à apresentação de casos práticos
    de intervenção em património edificado. Igreja da Misericórdia (Penafiel),
    Fonte do Ídolo (Braga), Mosteiro de Landim (Famalicão) e Igreja de Adeganha
    (Torre de Moncorvo) são alguns exemplos.

    Amanhã, “Reforço estrutural” e “Das técnicas tradicionais às novas
    tecnologias” serão os temas em discussão. O segundo contará com conferências
    a cargo dos arquitectos Eduardo Souto Moura e Alcino Soutinho, entre outros.

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/grande_porto/seminario_feup_amanha.html

    =================================
    ================
    4. Porto Programas de reabilitação desarticulados
    ideias Responsável por documento estratégico da SRU defende interligação
    entre os diversos planos
    arquivo jn

    Escassez de financiamento para a conservação do património limita as
    intervenções

    F alta uma “estratégia integradora” e articulação entre os diferentes
    programas públicos de reabilitação urbana. O financiamento é escasso e está
    longe de permitir uma intervenção mais eficaz no edificado degradado. As
    ideias foram defendidas, ontem, por Isabel Breda Vásquez, professora da
    Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e uma das
    responsáveis pela elaboração do masterplan da Sociedade de Reabilitação
    Urbana (SRU) do Porto. A docente falava na abertura do 2.º seminário “A
    intervenção no património. Práticas de conservação e reabilitação”.

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/grande_porto/programas_reabilitacao_desarticula
    do.html

    =================================
    ================
    5. Lino Ferreira deve suceder a Morais

    Lino Ferreira no Urbanismo

    Lino Ferreira, ex-presidente da Direcção Regional de Educação do Norte
    (DREN), é o mais provável sucessor de Paulo Morais no pelouro do Urbanismo
    da Câmara do Porto. A decisão ainda não está formalizada, mas a composição
    da nova vereação deverá ser conhecida amanhã ou na próxima semana.

    Embora a autarquia não faça comentários sobre o novo Executivo, o JN sabe
    que, para o “número dois” de Rui Rio, Álvaro Castelo-Branco (eleito pelo
    PP), está reservada a pasta do Ambiente ou das Actividades Económicas, ainda
    que a primeira seja a mais provável. O ex-presidente da Assembleia Municipal
    acumula, assim, o pelouro com a vice-presidência.

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/grande_porto/lino_ferreira_deve_suceder_a_morai
    s.html

    =================================
    ================
    6. caminha Vale do Âncora de novo sem água

    Rio Âncora volta a estar turvo

    A Empresa de Águas Minho e Lima viu-se obrigada a suspender novamente o
    abastecimento de água às freguesias do Vale do Âncora, a partir da manhã de
    ontem, devido ao aspecto turvo que o rio Âncora apresentava desde a véspera,
    após as primeiras chuvas outonais.

    https://jn.sapo.pt/2005/10/13/minho/vale_ancora_novo_agua.html

    =================================
    ================
    7. Preservação dos ecossistema ribeirinhos
    Mais educação ambiental

    A empresa Águas do Douro e Paiva vai pela segunda vez realizar um projecto
    de educação ambiental nos estabelecimentos de ensino da área de sua
    influência, intitulado «Mil Escolas».
    O projecto dirige-se a escolas do 1º e 2º ciclos, girando em torno dos
    ecossistemas ribeirinhos do Douro, Paiva, Vizela, Ferro, Tâmega e Ferreira
    e, passada a primeira fase, a empresa prestará apoio técnico e financeiro a
    dez escolas seleccionadas, através de manuais pedagógicos e educativos para
    professores e alunos, computadores, ajuda financeira para a aquisição de
    material, visitas de estudo e acções de formação.
    Na sessão pública de apresentação da iniciativa, no Parque Biológico de
    Gaia, e perante um auditório composto na sua maioria por professores,
    estabeleceram-se como objectivos induzir mudanças de comportamento das
    comunidades escolares no sentido da preservação da água, contextualizando as
    actividades propostas com a realidade regional, para que os alunos assumam a
    problemática da água como um problema seu.
    Presente na iniciativa, a directora regional de Educação do Norte, Margarida
    Moreira, enalteceu esta parceria, exortando os professores presentes a dar
    cada vez mais atenção às questões ambientais.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
    baf3&subsec=&id=d6e8ad0ec5952566abe1e0966d3f7406
    P.M.
    =================================
    ================
    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
    veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    =================================
    ================

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto e do Público Local
    Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por José Carlos Marques

    Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    =================================
    ================

    [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário