İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    No Jornal de Notícias por Carla Sofia Luz
    «Comissão de Educação, Ciência e Cultura ouve, amanhã à tarde, representantes das duas entidades e do IPPAR
    Audição tem por base petição contra o projecto para a Avenida
    Os deputados da Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia Municipal do Porto pretendem saber mais sobre o projecto dos arquitecto Souto Moura e Álvaro Siza para a Avenida dos Aliados e para a Praça da Liberdade, no Porto.
    Amanhã à tarde, os representantes da Câmara portuense, da Empresa do Metro e do Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) serão ouvidos, no Parlamento. A audição, que terá início às 18 horas com os esclarecimentos do IPPAR – que deu parecer favorável à proposta -, vem na sequência da apresentação da petição de protesto relativa à intervenção urbanística no coração da cidade, por cinco associações ambientalistas e de defesa do património. A petição deu entrada, a 21 de Julho deste ano, na Assembleia da República e, no passado dia 13 de Setembro, os peticionários expuseram os argumentos e as reservas em relação ao projecto de Siza e de Souto Moura perante a Comissão de Educação, Ciência e Cultura.

    Legalidade em dúvida
    Da auscultação, resultou um relatório e um parecer, redigido pela deputada socialista Manuela de Melo, aprovado por unanimidade pela comissão ainda em Setembro. O blog “Aliados”, que surgiu como espaço de protesto à intervenção programada para a avenida e a Praça da Liberdade, transcreve o parecer. “Devem ser ouvidos nesta comissão os responsáveis da Câmara Municipal do Porto, a Metro do Porto, SA e do IPPAR para esclarecimento de dúvidas levantadas sobre a legalidade do processo”, como se lê na transcrição, publicada no blog ( http//avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com ).

    As audições, agendadas para amanhã à tarde, das 18 às 20 horas, começam com o IPPAR, seguindo-se a Empresa do Metro e a Câmara do Porto. A petição das cinco associações
    (Campo Aberto, ARPPA-Associação Regional de Protecção de Património Cultural, APRIL-Associação Política Regional de Intervenção Local, Olho Vivo, e GAIA– Grupo de Acção e Intervenção Ambiental) chegou ao Parlamento reforçada com a assinatura de 5726 subscritores.
    Os argumentos são já conhecidos. As associações rejeitam a substituição da calçada portuguesa pelo granito. Censuram, ainda, as atitudes da Câmara e da Metro, acusando-as de desrespeitar o estudo de impacte ambiental da Linha Amarela, no troço da Avenida dos Aliados e da Praça da Liberdade – previa a recuperação do jardim, com a reposição do desenho existente antes da obra de construção da estação de metro, nos Aliados -, e de violar a legislação, por não lançar um debate público nem promover a audição dos cidadãos.
    Falta conhecer, agora, os argumentos das outras entidades, num momento em que está para breve a adjudicação da obra de requalificação dos Aliados.

    Curiosidades
    Mudança em Maio.
    Foi em Maio que a nova face da Avenida dos Aliados começou a surgir, com o arranjo de parte dos passeios, após a construção subterrânea da estação de metro. A intervenção, que obedeceu ao projecto de Álvaro Siza e de Souto Moura, começou sem ter o obrigatório parecer favorável do Instituto Português do Património Arquitectónico. O aval foi dado posteriormente.
    Obra paga pela Metro
    A Empresa do Metro irá pagar a intervenção na Avenida e na Praça da Liberdade, orçada em 4,8 milhões de euros

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    2 comentários até agora.

    1. Anonymous diz:

      ;.) 😉 😉
      (Olha o frete! Quanto mais não seja o grande, grande, grande, frete! Irem à capital, prestar contas.)

    2. Ambientalistas da Amadora diz:

      Sugiro uma visita ao blog Ambientalistas da Amadora

      https://ambientalistasdaamadora.blogspot.com/

      Considerem a colocação de um link a este blog.

      Obrigada.

    Deixar comentário