İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [Esta lista tem actualmente 295 participantes inscritos.]

    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
    faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@…

    =================================

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    =================================
    Quinta-feira, 14 de Outubro de 2004
    DESTAQUE: Por Dentro e Por Fora

    O ambiente dentro de cada um de nós: o microcosmos que é o ser humano. O ar,
    a água, o solo isto é os alimentos. O ambiente fora de nós: o macrocosmos.
    Unidade indissolúvel destes dois aspectos, tantas vezes ignorada.
    Ambientalistas pouco interessadas na qualidade da sua própria alimentação e
    do ar que respiram. Higienistas que apenas vêem a saúde no sentido restrito
    sem compreender que estamos mergulhados na grande placenta que é o ambiente
    e que é ela que nos alimenta.

    Assim, apesar dos inevitáveis conflitos e incompreensões, que podem no
    entanto ser reduzidos progressivamente, há uma unidade do antitabagismo e da
    luta contra a poluição atmosférica, da busca da qualidade alimentar e da
    mobilidade para as bicicletas e para os pedestres nas cidades, unidade da
    busca da qualidade da água e do ar e da redução dos factores sociais que a
    afectam. E tantas dimensões mais! Por um momento, poderemos ficar confusos
    com a excessiva multiplicidade de aspectos ou com os seus conflitos e
    sobreposições, muitas vezes aparentes. Mas se interiorizarmos a profunda
    unidade microcosmos/macrocosmos, muitas dessas dificuldades, sem
    desaparecerem de todo talvez, aparecem-nos a outra luz e somos capazes de
    interpretar de forma mais útil e clara, inclusive na acção connosco próprios
    e com o ambiente natural, os enigmas e dificuldades que surgem
    constantemente, sabendo em que direcção é desejável caminhar.
    =================================

    1. Jovens Portuguesas Que Fumam Duplicaram em Quatro Anos

    Por LUSA

    A percentagem de jovens portuguesas com 15 anos que fuma praticamente
    duplicou entre 1998 e 2002, passando de 14 para 26 por cento revela um
    estudo europeu, que coloca Portugal nos últimos lugares no “ranking” do
    combate ao tabagismo.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/Sociedade/S20.html

    =================================

    2. Governo Pondera Proibir Venda de Tabaco a Menores

    Por CATARINA GOMES

    O Governo está a ponderar proibir a venda de cigarros a menores de 18 anos,
    no âmbito de medidas que endurecerão as leis sobre tabaco, afirmou ontem o
    ministro da Saúde na tomada de posse da Comissão de Acompanhamento do Plano
    Nacional de Saúde (PNS), uma estratégia de saúde para o país a ser posta no
    terreno entre 2004 e 2010.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/Sociedade/S21.html

    =================================

    3. Decisão Sobre Refinaria de Leça adiada para abril de 2005

    Por ANA FERNANDES

    Um grupo chefiado por Murteira Nabo, ex-ministro do Equipamento Social no
    governo socialista, vai avaliar qual poderá ser o futuro das refinarias da
    Galp em Leça da Palmeira e Sines, anunciou ontem Álvaro Barreto, ministro
    das Actividades Económicas, durante o debate de urgência na Assembleia da
    República sobre o eventual encerramento da unidade de Matosinhos.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/Sociedade/S22.html

    =================================

    4. Portugal Tenta Negociar Fundos para a Rede Natura

    Portugal, em conjunto com outros cinco países, está a tentar garantir que a
    Rede Natura terá um reforço financeiro por parte da União Europeia. No
    Conselho dos ministros do Ambiente, que decorre hoje no Luxemburgo, vai-se
    discutir a comunicação preparada pela Comissão Europeia sobre os dinheiros
    para a gestão desta malha da biodiversidade dos Vinte Cinco, que não agrada
    a muitos Estados.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/Sociedade/S23.html

    =================================

    5. Mau Ambiente em Portugal

    À partida, poder-se-ia pensar que a série documental Portugal – um retrato
    ambiental, a passar na RTP1, seria uma coisa aborrecida. É essa, pelo menos,
    a tradição. Quando a televisão quer ser pedagógica – se o tema é História,
    Ciência, Geografia, etc – empreende-se o mínimo indispensável para
    tranquilizar a consciência do Serviço Público: vai-se buscar uns
    apresentadores de segunda linha, arranjam-se uns cenários manhosos (cortinas
    bege, de preferência) e já está – que a aprendizagem deve ser mesmo assim,
    descolorida, sóbria, sem adereços nem aparato. Ora, não é o caso das quatro
    reportagens sobre a degradação do Ambiente no país nos últimos 40 anos, um
    trabalho de Luísa Schmidt, jornalista no “Expresso” e socióloga no ICS, para
    a RTP.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/Media/R33.html

    =================================

    6. Inglesinhos Foi Comprado para Lar de Idosos Acamados

    Por JOSÉ ANTÓNIO CEREJO

    A compra do Convento dos Inglesinhos pela Misericórdia de Lisboa foi
    autorizada pelo Governo, em 1984, com a finalidade expressa de ali ser
    instalada uma “unidade piloto gerontológica”, para apoio a idosos acamados.
    O objectivo da aquisição nunca foi realizado e o imóvel do Bairro Alto,
    vendido ao grupo Amorim em circunstâncias pouco claras pela anterior
    direcção da Santa Casa, vai agora ser transformado em condomínio
    habitacional de luxo.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalLisboa/LL01.html

    =================================

    7. Impacto Psicológico de Funerária nos Moradores Deve Ser Analisado

    Por ANA HENRIQUES

    A delegada de saúde de Lisboa, Cristina Galvão, diz que a decisão sobre a
    abertura do polémico complexo funerário previsto para o bairro de Alvalade
    deverá levar em conta o seu impacto psicossocial na população. “O aspecto
    psicológico é muito importante. É também matéria de saúde pública”, realça.
    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalLisboa/LL02.html

    =================================

    8. Antenas de Telemóvel no Topo das Desavenças Entre Vizinhos

    A instalação de antenas de telecomunicações nos edifícios é uma das
    principais causas de conflito entre condóminos, chegando a provocar
    desavenças entre moradores de prédios vizinhos, revelou ontem a Associação
    Portuguesa de Direito do Consumo (APDC).
    Segundo Mário Frota, presidente daquela associação e um dos oradores do
    seminário sobre “A Gestão e Administração do Condomínio”, que amanhã começa
    em Lisboa, há casos em que os moradores não são consultados sobre a
    colocação das antenas nos prédios, “uma prática a que algumas administrações
    recorrem para receber um dinheiro extra” para a manutenção dos edifícios.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalLisboa/LL04.html

    =================================

    9. Rui Rio Responsabiliza Oposição pela Crise na Câmara do Porto

    Por NATÁLIA FARIA

    O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, deverá hoje responsabilizar os
    partidos da oposição pela crise que se pode vir a instalar na cidade, com a
    eventual convocação de eleições intercalares para o município, na sequência
    do chumbo aos estatutos da “Porto Vivo” – Sociedade de Reabilitação Urbana
    (SRU).
    A renúncia dos vereadores da maioria PSD/CDS-PP aos mandatos da Câmara do
    Porto foi equacionada imediatamente a seguir ao chumbo daquele que, desde
    que assumiu funções, Rui Rio considera ser um instrumento vital para este
    mandato: a reabilitação da Baixa portuense. E este cenário levou mesmo Rio a
    desenvolver contactos com o seu parceiro de coligação e, num âmbito mais
    alargado, com algumas figuras da cidade que lhe são próximas.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LP01.html

    =================================

    10. Lançado Movimento em Defesa da Reabilitação Urbana

    Por NATÁLIA FARIA

    Arquitectos, promotores imobiliários e demais interessados na reabilitação
    da Baixa do Porto ponderam lançar um abaixo-assinado em defesa da Sociedade
    de Reabilitação Urbana (SRU). O desafio foi lançado por Rocha Antunes, um
    promotor imobiliário, e já angariou muitos adeptos no contexto da acalorada
    discussão que se desencadeou na Internet (www.porto.taf.net), a reboque do
    chumbo dos estatutos da “Porto Vivo”, na sessão da passada segunda-feira da
    Assembleia Municipal.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LP02.htmlEstação Litoral da
    =================================

    11. Aguda É o Melhor Parque Zoológico do País

    Por NUNO CORVACHO

    A Estação Litoral da Aguda (ELA) foi classificada como o melhor equipamento
    do género no país. A conclusão resultou de um estudo conduzido ao longo dos
    últimos dois anos pela Direcção-Geral de Veterinária, Instituto de
    Conservação da Natureza e Grupo Europeu para o Bem-Estar Animal e que
    abrangeu os 30 parques zoológicos existentes em Portugal. Da avaliação pôde
    concluir-se que só a ELA e o Oceanário de Lisboa têm bom nível; seis parques
    (entre eles o Biológico de Gaia, a Quinta de Santo Inácio, em Avintes, e o
    Jardim Zoológico de Lisboa) foram considerados satisfatórios; quanto aos
    restantes (nada menos do que 22, estando entre eles o Aquário Vasco da Gama
    e o Zoomarine de Albufeira), nenhum deles cumpria os requisitos definidos
    pela União Europeia, o que é tanto mais grave quanto se sabe que, a partir
    de Abril de 2005, todas as estruturas do género têm de estar de acordo com a
    directiva comunitária aplicável.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LP25.html
    =================================

    12. Câmara de Gaia Quer Apoio de Privados para Expansão do Parque Biológico

    Por N.C.

    A ampliação do Parque Biológico de Gaia dificilmente será conseguida sem o
    recurso a parcerias entre a câmara e privados. O propósito foi ontem
    assumido por Luís Filipe Menezes, durante a apresentação do programa de
    actividades do parque para o corrente ano lectivo. Para a aquisição dos 23
    hectares que praticamente duplicarão a área do recinto de lazer e educação
    ambiental gaiense, o orçamento camarário está longe de ser suficiente, pelo
    que o edil aposta na criação de “actividades económicas de proximidade” e
    num “imobiliário de muita qualidade”, a implantar nas franjas do parque, de
    modo a garantir o financiamento privado de boa parte da operação.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LP26.html
    =================================

    13. CDS-Braga Teme Que Privatização da Agere Esteja “Viciada”
    Por ALEXANDRE PRAÇA

    O vereador do CDS/PP na Câmara de Braga, Miguel Brito, lançou ontem um
    “aviso à navegação”, a propósito da privatização de 49 por cento do capital
    da Agere – empresa municipal de águas e saneamento. Embora esteja de acordo
    com esta decisão da autarquia liderada por Mesquita Machado (PS), o autarca
    teme que o processo possa estar “viciado”, exigindo, por isso, que “não seja
    feito à moda de Braga”, numa alusão aos concursos de privatização do Correio
    do Minho e de adjudicação das cadeiras do novo estádio.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LP56.html
    =================================

    14. A Oposição Irresponsável

    Por MANUEL CARVALHO

    E ao fim de anos de hesitações, de expedientes burocráticos, de jogos de
    influência e de ameaças, o impossível aconteceu: em mais um momento de
    insensatez, o PS e a CDU chumbaram a Sociedade de Reabilitação Urbana Porto
    Vivo, a grande aposta da equipa de Rui Rio para acudir à principal ferida da
    cidade, a sua zona histórica. Seriam eles contra esta prioridade política?
    Nem pensar! Vai-se gastar muito dinheiro? Nada, queriam até maior empenho
    financeiro da autarquia! Vislumbram-se nos seus estatutos, na sua equipa, na
    sua estrutura accionista perversos e obscuros interesses imobiliários? Nada
    consta. Então, pergunta-se, porque é que a Oposição votou contra a Porto
    Vivo?
    Ouve-se e não se acredita: porque a Câmara não reunia todas as condições
    para a controlar, porque estaria iminente a criação de “um pelouro de
    urbanismo paralelo”, porque “um terço da cidade” ficaria fora da estrita
    esfera de competências da política municipal.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalPorto/LPEDIT.html
    =================================

    15. “É Essencial Alterar a Lei de Financiamento das Autarquias”

    O novo presidente da Associação dos Autarcas Sociais-Democratas aponta a
    reforma do sistema político, a descentralização e a revisão da lei do
    financiamento das autarquias locais como prioridades no futuro próximo. Para
    a região, continua a defender uma redução de 40% no IRC. Por Sandra Invêncio
    Antigo sub-secretário de Estado da Cultura, Manuel Frexes junta hoje ao
    cargo de presidente da Câmara do Fundão o de líder da Associação dos
    Autarcas Sociais-Democratas. Traça, agroa, os desafios do futuro, mas
    garante que vai salvaguardar os interesses da região.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalCentro/LC30.html
    =================================

    16. CDU Quer Coimbra a Liderar Movimento Contra a Incineração

    Por GRAÇA BARBOSA RIBEIRO

    O vereador da CDU, Gouveia Monteiro, defendeu ontem que a Câmara Municipal
    de Coimbra deverá “assumir formalmente a rejeição do recurso à incineração
    para eliminar os resíduos sólidos urbanos e assumir-se como líder de um
    movimento que leve todas as autarquias da Região Centro a fazer o mesmo”.
    “Não há tempo a perder, deveríamos estar já a apresentar uma candidatura ao
    apoio de fundos comunitários para a criação de um sistema de valorização
    orgânica dos resíduos”, afirmou.

    https://jornal.publico.pt/2004/10/14/LocalCentro/LC40.html
    =================================

    17. Casal morreu na EN 229 Mónica
    Mariana António Mariana Vítimas Números almeida cardoso teresa cardoso
    Teresa Cardoso e Almeida Cardoso Morta Morto 75 Por cento António Magalhães
    Soeiro, da Comissão Distrital de Segurança Rodoviária (CDSR) de Viseu,
    confirmou que 75% dos acidentes que este ano ocorreram na EN229 tiveram como
    causa dominante o excesso de velocidade.

    https://www.jn.pt/textos/out5056.asp
    =================================

    18. Lameiras debate habitação social

    “Novas Dinâmicas da Habitação Social”. Este é o tema de um debate que
    decorrerá, na próxima segunda-feira, pelas 14 horas, na Associação de
    Moradores das Lameiras, em Famalicão, para assinalar o dia Internacional
    para a Erradicação da Pobreza, quese comemora no domingo.

    https://www.jn.pt/textos/out50518.asp>

    =================================

    19. Manto de espuma cobriu rio Lambo

    fernando timóteo As águas do rio Lambo, em Esmoriz (Ovar), surgiram,
    anteontem, cobertas por uma enorme quantidade de espuma. Segundo Arménio
    Moreira, do Movimento Cívico Pró-Barrinha, tudo indica que a espuma fosse
    proveniente da ETAR de Esmoriz/Cortegaça, já que não foi vista a montante da
    estação de tratamento. Opinião diferente tem o comandante dos Bombeiros
    Voluntários de Esmoriz, Jacinto Oliveira, que suspeita de resíduos
    industriais.


    =================================

    20. Património e “Post-it”

    por pompílio souto arquitecto

    Projectos, obras e equipamentos caem do céu aos trambolhões
    para nosso benefício ou para prejuízo direitos reservados Acapacidade de
    realização da Câmara de Aveiro é notável, mas tem custos.


    =================================

    21. Plataformas de mexilhão podem ser instaladas no mar

    Cronologia Luís Henrique Oliveira Luís Henrique
    Oliveira Não terá ainda terminado a polémica que envolve a eventual
    instalação de plataformas para a criação de mexilhão ao largo dos concelhos
    de Viana do Castelo e Caminha. Em declarações ao JN, fonte de uma das três
    empresas que foram autorizadas a instalar jangadas entre Viana e a foz do
    Minho disse que as licenças “não foram revogadas”, assinalando que os
    promotores do investimento – contestado pela comunidade piscatória da região
    – “aguardam por condições atmosféricas favoráveis à colocação das
    estruturas”.

    =================================

    22. Serviços de Saúde atentos ao Âncora

    A Delegação de Saúde de Caminha mantém-se atenta à evolução da situação no
    rio Âncora e, de momento, não encara a hipótese de determinar a interdição
    do consumo de água da rede pública, depois de se ter registado nova turvação
    no passado fim-de-semana, conforme noticiámos na ocasião.

    https://jn2.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
    =================================

    22. Cidadãos preocupados com o caos urbanístico

    Queixas & propostas José Mota Isabel Forte Avoz foi dada à população. E
    a população exige o fim do caos urbanístico em Valongo, quer mais espaços
    verdes e a despoluição de todas as linhas de água. Só para começar. Porque
    em 2010 o que se pretende, mesmo, é uma cidade “virada para o peão”, “com
    qualidade residencial e de vida”, “saudável e organizada”. José Luís Pinto,
    vereador do Ambiente, mas também da Habitação, da Cultura, dos Transportes,
    da Sinalização, do Trânsito e do Turismo, e ainda administrador da Lipor,
    garante quea Câmara de Valongo vai ouvir todas as sugestões.


    =================================
    23. AVEIRO
    Praga de jacintos no Rio Vouga preocupa autarca de Cacia

    Presidente da Junta de Freguesia acusa o
    Ministério do Ambiente de não actuar. Bióloga diz que é necessário actuar
    no “Rio Velho” e responsabiliza pelo fenómeno o aquecimento do clima
    https://www.ocomerciodoporto.pt/

    ===============================

    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
    veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    =================================

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Abaixo apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto e do Público Local
    Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por José Carlos Marques

    Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
    campo_aberto@…
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    =================================

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário