[PNED] Castelo de Paiva: Boletim 5 Fevereiro 2004
    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pagina, net
    veja informacoes no rodape da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu inicio e acessivel atraves de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2004

    Destaque: O caso de Castelo de Paiva

    Mudará alguma coisa na forma como a administração e os particulares encaram
    a
    exploração de inertes e de uma forma geral a exploração dos recursos
    naturais?
    Ou em breve tudo voltará ao mesmo?

    1. Entre-os-Rios: Peritos dizem que extracção de areias foi causa principal
    da queda da ponte
    Rio Douro/Interior Rural/Exploraçao de inertes

    Relatório entregue ao juiz clarifica responsabilidades pela tragédia de 2001

    https://jn.sapo.pt/textos/textho1.asp

    2. Barulho das obras provoca insónias
    Porto/ Metro/ Ruido/ Obras/ Ambiente Urbano

    Moradores de Faria Guimarães queixam-se Questões de segurança impedem
    interrupções na obra Hugo Silva Desde o início desta semana que os
    moradores
    vizinhos da empreitada de construção da estação de Metro de Faria de
    Guimarães,
    no Porto, têm dificuldade em conciliar o sono. O barulho dos trabalhos que
    se
    prolongam durante a madrugada bate qualquer soporífero.

    https://jn.sapo.pt/textos/out5031.asp

    3. Piscina e Casa de Chá de Siza classificadas
    Matosinhos/Património Construído

    Gina Pereira O Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR)
    abriu,
    ontem, o processo de classificação da Casa de Chá da Boa Nova e da Piscina
    das
    Marés, duas das obras mais antigas do arquitecto Álvaro Siza Vieira,
    situadas
    em Leça da Palmeira, Matosinhos. A notícia da abertura do procedimento de
    classificação foi, ontem, dada pelo próprio presidente do IPPAR, João
    Rodeia,
    ao arquitecto Siza Vieira, durante uma visita guiada ao Pavilhão de
    Portugal,
    no Parque das_Nações, em Lisboa.

    https://jn.sapo.pt/textos/out5035.asp

    4. Zona ribeirinha vai ganhar nova visibilidade com Polis
    Gondomar/Pólis/Ambiente Urbano

    Transformação Obras, no valor de 15 milhões de euros, deverão arrancar no
    fim
    do Verão Projecto prevê alterar a acessibilidade à beira-rio entre o Palácio
    do
    Freixo e freguesia de Atães Virgínia Alves Transformar a zona ribeirinha.
    Torná-la acessível e apetecível a todos os habitantes do concelho e também
    atrair turistas. É o principal objectivo do programa Polis, em Gondomar, que
    vai custar 15 milhões de euros e deverá arrancar no fim do Verão.

    https://jn.sapo.pt/textos/out5039.asp

    5. Moradores de Leça da Palmeira reclamam há 10 anos por sossego; «Sonho»
    transformou-se em pesadelo
    Leça/Matosinhos/Habitação/Ruído

    Dezenas de pessoas adquiriram, em 1993, apartamentos no condomínio «Sonho»,
    em
    Leça da Palmeira. Mas, desde então vivem um autêntico pesadelo, devido ao
    ruído
    nocturno. A administração do condomínio não conseguiu ainda obter uma
    resposta
    concreta das autoridades competentes.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=9bf2b9dc449c70
    759c
    b6f63fbbad4d9a

    6. Câmara Municipal aprovou proposta de adesão por unanimidade Santo Tirso
    mais
    perto da AMP
    Santo Tirso/Organização Territorial

    Foi já aprovada em reunião de câmara a proposta de adesão de Santo Tirso à
    Área
    Metropolitana do Porto. O pedido foi feito à AMP em 1993, altura em que o
    quadro legal não permitiu a sua concretização. O sonho antigo dos tirsenses
    poderá ser concretizado brevemente.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=cab3aa90833c7b
    eb64
    c5d4e766189a1c

    7. PCP contesta projecto previsto para a Mata da Bicha Centro hípico será
    “atentado”
    Furadouro/Floresta/Impactos Ambientais

    Sem dúvidas de que não haverá impedimentos para que o Centro Hípico seja
    construído na Mata da Bicha, o deputado da CDU considera um “atentado
    ambiental” ao longo de 100 hectares de floresta. Atento à lei, promete
    seguir
    de perto o cumprimento do PDM para este local.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=3b69192bd43233
    0ae6
    54bc81f1dc3563

    8. Câmara lança sensibilização junto dos munícipes Limpeza das linhas de
    água
    volta é obrigatória
    Estarreja/Linhas de água

    A obrigatoriedade de limpeza das linhas de água foi um hábito que se perdeu
    e
    que o presidente da Câmara de Estarreja, Eduardo Matos, diz ser necessário
    “retomá-lo. Nunca se devia ter perdido”.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=4ac5a32114971b
    bd8a
    7bce4a6ed1458b

    9. Autarca satisfeito com a portaria do Governo Pesca da lampreia tem regras
    no
    rio Cávado
    Esposende/Rio C-avado/Pesca Sustentável

    O presidente da Câmara Municipal de Esposende ficou satisfeito com a
    publicação
    da portaria que impõe novas regras para a pesca da lampreia, no rio Cávado.
    O
    diploma resulta de uma reunião realizada entre o autarca e o secretário de
    Estado adjunto e das Pescas Luís Filipe Frazão Gomes.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=0378606366356f
    3844
    a726139298c14a

    10. Quercus divulga resultados do estudo encomendado pela ERSUC Queima é
    mais
    cara do que reaproveitamento
    Coimbra/Resíduos/Incineração

    Entretanto, a Quercus afirmou ontem que um estudo da empresa que quer
    construir
    a incineradora do Centro prova que a queima do lixo é mais cara que o seu
    reaproveitamento, dando razão à associação ambientalista.

    “Terça-feira tivemos acesso ao famoso estudo que a Empresa de Resíduos
    Sólidos
    Urbanos do Centro (ERSUC) invoca para a incineração (dos lixos urbanos),
    que,
    afinal, mostra que esta solução é mais cara do que o tratamento biológico
    mecânico que defendemos”, disse João Gabriel Silva, da Quercus, aos
    jornalistas.
    “O assunto está na prática encerrado, porque até o argumento económico caiu
    pela base, a decisão lógica é abandonar a ideia peregrina da
    co-incineração”,
    sustentou o ambientalista, que entregou aos autarcas um comunicado com os
    argumentos da Quercus.

    https://www.oprimeirodejaneiro.
    pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=4b83a5542b8943
    23c8
    036d0f8a04b19f

    11. Câmara de Caminha Suspende Loteamento por Exigência do IPPAR
    Caminha/Património Artístico

    A Câmara de Caminha suspendeu ontem a construção de um loteamento, acatando
    finalmente uma decisão que o Instituto Português do Património
    Arquitectónico
    (IPPAR) vinha solicitando desde Outubro.

    https://jornal.publico.pt/2004/02/05/LocalMinho/LM04.html

    12. Vale do Minho Apresenta Candidaturas de 17 Milhões de Euros ao Interreg
    Vale do Minho/Interreg/

    Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    O processo da constituição da Comunidade Intermunicipal (CI) do Vale do
    Minho,
    que congrega os municípios de Valença, Melgaço, Monção, Vila Nova de
    Cerveira e
    Paredes de Coura, não está ainda totalmente concluído, mas a nova estrutura
    administrativa já começou a sua actividade no terreno com a apresentação, em
    seu nome, de candidaturas ao programa Interreg no valor de 17 milhões de
    euros.

    https://jornal.publico.pt/2004/02/05/LocalMinho/LM06.html

    INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
    urbanistico/ambiental publicadas na edicao electronica do Jornal de
    Noticias, de O Primeiro de Janeiro
    e do Publico Local Porto e Minho, em 5 de Fevereiro de 2004.

    Esta lista foi criada e e animada pela associa

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário