İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [PNED] 11 Novembro INFO
    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
    veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    A estrutura deste Boletim INFOPNED tem vindo a variar por motivo de
    experiências e tentativas de fixação de um modelo a seguir no futuro.
    Agradecem-se sugestões e comentários.

    Terça, 11 de Novembro de 2003

    PUBLICO:

    1. 12 Mil Milhões de Euros para a Alta Velocidade

    Esperava-se que o ministro das Obras Públicas apresentasse ontem o plano
    ferroviário nacional para o século XXI, mas Carmona Rodrigues limitou-se
    a repetir o projecto da alta velocidade apresentado na cimeira ibérica,
    sem fazer qualquer alusão à modernização das linhas convencionais. O
    país tem, para já, linhas virtuais apresentadas em mapas coloridos, e
    nenhuma promessa de que as linhas reais continuem a ser modernizadas.
    Pelo contrário, a ideia é desinvestir na rede ferroviária actual e
    canalizar fundos para a alta velocidade.

    2. Lisboa-Porto em 1 Hora

    A promessa ficou feita. Em 2013 comboios de alta velocidade ligarão as
    duas maiores cidades portuguesas em apenas 60 minutos. As obras começam
    já em 2006, mas, curiosamente, integradas na modernização da linha do
    Norte. Trata-se de construir duas variantes à actual linha férrea entre
    Soure e Pampilhosa e entre Ovar e Gaia que ficarão aptas à passagem de
    comboios a 300 à hora, mas que poderão, provisoriamente, ser usadas
    pelos comboios pendulares que aí terão vias de aceleração para encurtar
    o percurso entre Porto e Lisboa.

    3. PSD Quer TGV para Vigo com Ligação a Braga

    A concelhia de Braga do PSD defende que a existir uma escala intermédia
    do comboio de alta velocidade que ligará Porto a Vigo, ela seja em
    Braga, juntando-se assim nesta pretensão à Associação Industrial do Minho.

    4. Freguesias do Alto Minho Recorrem Aos Tribunais para Travar IC1

    Os autarcas das freguesias situadas a norte da vila de Caminha decidiram
    ontem que não vão parar com as acções de contestação ao projecto do
    Itinerário Complementar 1 (IC1), apesar de o seu traçado definitivo
    estar definido há cerca de uma semana. Depois de uma reunião com a
    associação ambientalista Corema e a comissão de moradores de Vilar de
    Mouros, os presidentes de junta de Lanhelas, Vilar de Mouros e Argela
    prometem tudo fazer para “encravar” o processo e evitar o que consideram
    ser “um atentado ambiental”.

    De resto, as juntas e associações prometem insistir junto do Governo
    para que “não ignore” a proposta alternativa de traçado que defendem e
    que implica a construção de dois túneis sob os montes da Gávea, em Vilar
    de Mouros, e de Góis, em Argela. “As propostas apresentadas pela
    Euroscut Norte só lhe interessam a ela, não interessam às populações”
    referiu o presidente da junta de Vilar de Mouros, Carlos Alves, que
    critica também o facto de as juntas abrangidas pelo projecto não terem
    até agora sido informadas de qualquer decisão tomada no âmbito do
    processo de construção do IC1. A.P.F

    5. Câmara de Barcelos Selou Britadeira Clandestina

    Os serviços da Câmara Muncipal de Barcelos encerraram e selaram ontem de
    manhã, a polémica britadeira que a Grandramármores, uma empresa do
    sector, tem a funcionar ilegalmente na freguesia de Carapeços.

    Desde o início do mês que a empresa está notificada para encerrar e
    demolir as instalações que servem de apoio à actividade de britagem de
    inertes e lavagem de areias, mas nunca cumpriu a decisão da autarquia,
    que entende que a unidade viola o Plano Director Muncipal (PDM) por se
    encontrar em área florestal.

    JN:

    1. TGV arranca em 2006 e vai custar 12,5 mil milhões

    O investimento anual na rede ferroviária de alta velocidade rondará os
    670 milhões de euros, havendo anos de “pico” em que poderá atingir os
    800 milhões. Deste valor, a comparticipação nacional será entre 10% a
    20%. As obras arrancam em 2006, mas só ficarão concluídas em 2018.

    2. Concurso para aquisição de veículos especiais para linhas da Póvoa e
    da Trofa em risco

    Aexploração das linhas de Metro da Póvoa e da Trofa, prevista para
    finais do próximo ano, pode começar a ser feita sem os veículos
    especiais (tram-train), que garantiriam uma substancial redução dos
    tempos de viagem.
    Segundo apurou o JN junto de fonte ligada ao processo, o concurso para a
    aquisição das composições corre o risco de ser anulado, mediante as
    reclamações apresentadas pelas duas concorrentes Bombardier e Siemens –,
    que esperam pela acta do acto público de abertura das propostas para
    formalizar os protestos. Ambas pretendem que a adversária seja excluída,
    embora a Siemens argumente que o seu protesto é “condicionado” pela
    reclamação da Bombardier. Ou seja, se esta empresa retirar a reclamação,
    a Siemens retirará a sua.

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de Notícias
    e do Público Local Porto e Minho, em 11 de Novembro de 2003.

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem inserir-se
    notícias de outras regiões que possam apresentar interesse como exemplo
    negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

    Selecção hoje feita por Daniel Carvalho

    Para os textos integrais consultar:

    https://jn.sapo.pt/eddia/eddia3.asp

    https://jornal.publico.pt/publico/2003/11/11/indice.html

    ou as respectivas edições em papel.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://www.egroups.com/group/pned

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário