• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] infoPNED 31.10.2003
Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pagina
net veja informacoes no rodape da mensagem.
O arquivo desta lista desde o seu inicio e acessivel atraves de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2003

INDICE

1. Dirigentes das Áreas Protegidas Proibidos de Falar à Imprensa
2.Estado de Alerta no Norte por Causa do Mau Tempo
3. Negócio Imobiliário da Câmara de Gaia Arrisca-se a Não Sair do Papel
4.Dia Nacional da Desburocratização
5. Sem Estátua, mas em Paz
6.TGV Entre Porto e Vigo nos Carris em 2008
7.Alteração do Metro para melhorar os acessos
8. Infantário e ATL com 130 crianças mudarão de instalações no início de
2004
9.Autarquia digital ao serviço dos munícipes
10.Campanha para preparar as cheias no rio Douro
11.Casas erguidas num aterro
12.(Des)governo da metrópole
13.STCP “não equaciona” vender estações de recolha
14.Estações de correio nas mãos das juntas
15.Famílias realojadas
16.Mau tempo com queda de árvores e inundações Feira dos Santos encerra
grandes festas minhotas
17.Ferreiros estuda túnel rodoviário
18.Resíduos industriais vão ter aterro selado
19.Subportela preocupada com aumento da Portucel
20.TGV Porto-Vigo pronto em 2008
21.Câmara obriga a realojamentos em Campanhã
22.Parque Oriental sem betão

RESUMOS

1. Dirigentes das Áreas Protegidas Proibidos de Falar à Imprensa
Público – sociedade
Por RICARDO GARCIA

Os dirigentes das áreas protegidas estão proibidos de falar à comunicação
social, sob ameaça de processos disciplinares. Uma ordem neste sentido foi
dada no passado dia 15, pelo secretário de Estado do Ordenamento do
Território, Paulo Taveira de Sousa, e reiterada num despacho da última
terça-feira.
O despacho foi feito depois de pelo menos três dirigentes de áreas
protegidas – dos parques naturais de Sintra-Cascais, da Serra d’Aire e
Candeeiros e da Malcata – terem emitido as suas opiniões sobre a hipótese de
transferência da gestão das áreas protegidas para a recém-criada Secretaria
de Estado das Florestas. As opiniões eram coincidentes com a do próprio
ministro das Cidades, do Ordenamento do Território e do Ambiente, Amílcar
Theias, que se opôs à ideia da transferência.

2.Estado de Alerta no Norte por Causa do Mau Tempo
Público – local porto
Por LARA SILVA E ANA FRAGOSO

Bombeiros, Protecção Civil e Centro Nacional de Socorros continuam em alerta
azul devido à previsão do Instituto de Meteorologia do agravamento do estado
de tempo.

3. Negócio Imobiliário da Câmara de Gaia Arrisca-se a Não Sair do Papel
Público – local porto
Por JORGE MARMELO

O arrojado – e controverso – negócio que a Câmara de Gaia, através da
empresa municipal GaiaSocial, pretendia realizar com parceiros privados,
tendo em vista o desenvolvimento de um projecto imobiliário em Vilar do
Paraíso, poderá, afinal, ficar em águas de bacalhau.

4.Dia Nacional da Desburocratização
Público – local porto
Por TIAGO SILVA

Os munícipes da Maia dispõem, desde ontem, de um serviço “online” que os
coloca mais próximos do poder autárquico e permite a realização de operações
com os diversos serviços da câmara. www.torrelidador.cm-maia.

5. Sem Estátua, mas em Paz
Público – local minho
Por ABEL COENTRÃO

Só a marca do dia e do aniversariante faria ontem lembrar ao bracarense
médio a polémica que há um ano, por estes dias, dividia a cidade. Sim ou não
a uma estátua ao cónego Eduardo Melo. As reticências, que, tal como as
certezas dos apoiantes da ideia, se erguiam à altura dos 18 metros previstos
para o monumento, acabaram por ganhar.

6.TGV Entre Porto e Vigo nos Carris em 2008
Público – local porto
Por ALEXANDRE PRAÇA

Dentro de pouco mais de quatro anos, o Norte de Portugal e a Galiza vão
ficar ligados por TGV, sendo esta a primeira linha de comboio de alta
velocidade a unir os dois países ibéricos, mesmo antes das ligações entre
Madrid e Lisboa e entre a capital portuguesa e o Porto.

7.Alteração do Metro para melhorar os acessos
JN – grande porto
V. A.

Se o programa funcional que serve de base ao projecto de arquitectura é
idêntico, o projecto, que será igualmente elaborado pela empresa Balona
Projectos, será completamente diferente, não só pela alteração de algumas
valências (e pela sua integração num hospital geral), mas também pelo espaço
envolvente.

8. Infantário e ATL com 130 crianças mudarão de instalações no início de
2004
Público – local porto – porto, aldoar
Nuno Silva

A antiga escola primária do Bairro de Aldoar, no Porto, será, a partir de
Janeiro do próximo ano (se tudo correr dentro do previsto), a nova “casa” do
Centro de Bem Estar Social Nossa Senhora do Socorro. As instalações, cedidas
pela Câmara do Porto, passarão a acolher as 130 crianças, dos três aos 12
anos, que frequentam o infantário e o ATL da referida instituição. Antes, o
espaço será alvo de trabalhos de requalificação, que deverão estar
concluídos até ao final deste ano, de acordo com Paulo Morais,
vice-presidente e vereador da Acção Social da autarquia. O espaço apresenta,
actualmente, sinais de abandono e vandalismo.

9.Autarquia digital ao serviço dos munícipes
Público – local porto – maia
Sandra Pinho

novas tecnologias Câmara Municipal promove interacção com cidadãos através
de serviços na Internet
ODia da Reforma Administrativa foi comemorado, ontem, na Torre do Lidador,
com a apresentação do programa Autarquia Digital, “Portal Torre do Lidador”,
no âmbito do Maia Digital. Esta iniciativa contou com a presença de Miguel
Relvas, secretário de Estado daAdministração local. Um projecto pioneiro em
Portugal que pretende a desburocratização de serviços e uma maior eficácia
no processo de interacção entre munícipes e a autarquia.

10.Campanha para preparar as cheias no rio Douro
Público – local porto
Marta Varandas

Manuel Moreira, governador civil do Porto, lançou, ontem, uma campanha de
prevenção das cheias no rio Douro. A iniciativa teve lugar nas zonas
ribeiras do Porto e de Gaia, zonas normalmente afectadas pela subida do níve
l das águas. A campanha, intitulada “Evite as cheias e inundações”, pretende
prevenir futuras calamidades que, por norma, causam avultados prejuízos em
casas particulares e lojas comerciais. Manuel Moreira, em colaboração com os
bombeiros e os vereadores do pelouro da Protecção Civil das Câmaras do Porto
e de Gaia, distribuíram panfletos informativos da campanha, junto dos
comerciantes e habitantes das zonas ribeiras. Os panfletos aconselham quem
vive em zona de cheia a manter-se atento aos noticiários e a identificar
locais de refúgio.

11.Casas erguidas num aterro
Público – local porto
malacó Hugo Silva

Estudo geológico revela acumulação de água anormal na zona de Campanhã
evacuada pela Empresa do Metro Obras ao longo dos anos, sem cadastro eficaz,
agravaram a situação
Oestudo geológico ao subsolo da zona de Campanhã que está a ser evacuada
pela Enpresa do Metro revelou uma acumulação de água fora do normal, um dos
factores que terá contribuído para o assentamento das habitações,
colocando-as em situação de risco

12.(Des)governo da metrópole
Público – local porto
arquivo jn Inês Schreck

Arquitecto Nuno Portas critica a definição política do Metro do Porto e
acusa a cidade de não sair da sua centralidade Geógrafa contra atitude
fechada da Câmara à inovação cultural
O arquitecto Nuno Portas considera uma vergonha o desenrolar da definição
política do Metro do Porto, cujo desenvolvimento se foi resolvendo com o
acréscimo de linhas, sem uma visão estratégica, abrangente, desde o início.
“Até nem sei por que Espinho ainda não tem uma linha”, ironizou o
arquitecto, durante o debate “Grande Porto a Bom Porto?” que se realizou,
ontem, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

13.STCP “não equaciona” vender estações de recolha
Público – local porto
H.S.

As estações de recolha que ficarão ao serviço da STCP só serão conhecidas
após o estudo para a “redefinição” da rede da empresa actualmente em curso,
no âmbito da reformulação do sistema de transportes da Área M etropolitana.

14.Estações de correio nas mãos das juntas
JN – país – caminha
Luís Almeida

Ctt Das três existentes apenas Lanhelas recusou proposta. Casa do Povo é
agora a opção em estudo
Três das estações de Correios de Caminha (Moledo, Lanhelas e Vila Praia de
Âncora) poderão vir a encerrar e deixar de ser administradas directamente
pelos Correios, passando para as mãos das juntas de freguesia ou outras
entidades, no caso das autarquias nãoaceitarem a proposta.

15.Famílias realojadas
Público – país – vila nova de famalicão
Alexandra Lopes

Ilha do Outeiro, em Requião, foi demolida pela Câmara Terreno para realojar
ciganos do Bairro da Estação ainda em negociação
Os trabalhos de demolição da ilha do Outeiro, em Requião, Famalicão,
começaram ontem, limpando o espaço das barracas e casas degradadas onde
viviam 14 pessoas em condições desumanas, já realojadas pela Câmara local.
Ali serão construídas 12 moradias unifamiliares destinadas às famílias que
ali habitavam, as de Requião e ainda de freguesias vizinhas.

16.Mau tempo com queda de árvores e inundações Feira dos Santos encerra
grandes festas minhotas
Público – país -valença braga
Carla Alexandra Vieira Magalhães Costa

romaria Freguesia de Cerdal preparada para receber, amanhã e depois,
milhares de forasteiros Corridas de cavalos são a maior atracção
“Esta é uma romaria antiquíssima, que traz muito movimento e dá bom nome à
terra”, garante o padre Gonçalo do Vale, a propósito da última grande
romaria do calendário galaico-minhoto, a tradicional Feira dos Santos, a
decorrer amanhã e domingo na freguesiade Cerdal, Valença. Os Santos, nome
como é conhecida a grande feira anual de Cerdal, “perde-se na memória dos
tempos.

17.Ferreiros estuda túnel rodoviário
Público – país -braga
Magalhães Costa

A REFER mantém-se “inflexível” sobre o projecto da Linha do Minho, na
freguesia de Ferreiros, Braga, a propósito da criação de um túnel rodoviário
na zona da antiga passagem-de-nível, reclamada pela população do lugar da
Gandra. As partes envolvidas neste processo – Junta de Freguesia de
Ferreiros, Comissão de Utentes e REFER – tiveram, ontem, uma primeira
“reunião de trabalho”, da qual não saiu qualquer alteração da parte da
REFER, que alegou “inviabilidade técnica” na pretensão de populares de
Ferreiros.

18.Resíduos industriais vão ter aterro selado
Público – país -estarreja
Jesus Zing

Mais de 300 mil metros cúbicos de resíduos industriais que, ao longo de 50
anos, foram colocados a céu aberto, no perímetro industrial químico de
Estarreja, vão ser depositados num aterro selado, cuja primeira pedra de
construção terá lugar no próximo dia 14 de Novembro, numa cerimónia que será
presidida pelo secretário de Estado do Ambiente, José Eduardo Martins.

19.Subportela preocupada com aumento da Portucel
Público – país -VIANA DO CASTELO

Junta reúne-se hoje com “Os Verdes”, último dia da consulta pública do
Estudo de Impacto Ambiental
Celso Ferreira, do Partido Ecologista “Os Verdes” vai estar hoje em
Subportela, Viana do Castelo, onde reúne com o presidente da Junta de
Freguesia para analisar o Estudo de Impacte Ambiental da Central de
Coogeração II da Portucel e as preocupações da população em relação ao
alargamento daquela unidade industrial.

20.TGV Porto-Vigo pronto em 2008
O Primeiro de Janeiro
Vítor Pereira

Em 2008, Porto e Vigo já estarão ligados por comboio de alta velocidade. A
garantia foi ontem deixada pelo ministro do Ambiente, no mesmo dia em que a
presidência da Comunidade de Trabalho Galiza – Norte de Portugal passou das
mãos de Fraga Iribarne para as de Arlindo Cunha.
A ligação entre Porto e Vigo por comboio de alta velocidade (TGV) será uma
realidade em 2008. A garantia foi ontem deixada, em Santiago de Compostela,
pelo ministro português das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente,
Amílcar Theias, no decorrer do VI Plenário da Comunidade de Trabalho
Galiza – Norte de Portugal. “Está previsto que a ligação Corunha-Vigo esteja
concluída até 2007 e que em 2008 o TGV chegue à fronteira portuguesa. Nós
teremos do nosso lado a ligação do Porto até à fronteira, e espero que a
partir de 2008 a ligação entre Porto e Vigo se possa fazer por TGV”, disse
Amílcar Theias.

21.Câmara obriga a realojamentos em Campanhã
O Primeiro de Janeiro

A Câmara do Porto não vai permitir que os moradores da Travessa Monte da
Estação fiquem a viver nas suas casas. A garantia foi dada ontem pelo
vice-presidente e vereador da Habitação Social, Paulo Morais, perante a
hipótese de recusa que algumas famílias demonstraram em serem realojadas.
“Se houver resistência, a autarquia terá de intervir com autoridade”,
sublinhou.

22.Parque Oriental sem betão
O Primeiro de Janeiro
Patrícia Gonçalves

O vice-presidente da Câmara de Gondomar garante que não há riscos de o
Parque Oriental ficar encerrado por grandes construções nos terrenos
pertencentes ao município. José Oliveira está disposto a envolver-se no
projecto com a autarquia do Porto
A Câmara de Gondomar está disponível para se envolver no projecto de criação
do Parque Oriental do Porto, nomeadamente em participar no alargamento
daquele espaço com os terrenos existentes do lado do seu município. O
vice-presidente e vereador do Urbanismo, José Oliveira, revelou a «O
Primeiro de Janeiro» que as áreas verdes são para manter durante muito
tempo. “Existe 100 por cento de abertura da nossa parte para colaborar com a
Câmara do Porto, se essa for também a intenção do seu executivo”, realçou,
garantindo, em contrapartida, que “não existe o risco” de, dentro de alguns
anos, a zona oriental da cidade do Porto ter uma área verde e o concelho de
Gondomar possuir, no espaço contíguo, grandes aglomerados habitacionais.

INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
urbanistico/ambiental publicadas na edicao electronica do Jornal de
Noticias, do Público e de O Primeiro de Janeiro.

Esta lista foi criada e e animada pela associacao Campo Aberto, e esta
aberta a todos os interessados socios ou nao socios. O seu ambito
especifico sao as questoes urbanisticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste», podem
inserir-se noticias de outras regioes que possam apresentar interesse
como exemplo negativo ou positivo para situacoes equivalentes no
Noroeste.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para os textos integrais consultar:

https://jornal.publico.pt/publico/2003/10/31/indice.html

https://jn.sapo.pt/eddia/eddia6.asp

https://www.oprimeirodejaneiro.pt

ou as respectivas edições em papel.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário