İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    > > Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pagina
    > > net veja informacoes no rodape da mensagem.
    > >
    > > O arquivo desta lista desde o seu inicio e acessivel atraves de
    > > https://groups.yahoo.com/group/pned/
    > >
    > >
    > > Segunda-feira, 7 de Outubro de 2003
    > >
    > > ÍNDICE
    > > 1. Casa da Música corre o risco de não abrir em Maio de 2004
    > > 2. CDU critica atrasos no Centro Hospitalar
    > > 3. De braços cruzados URBCOM
    > > 4. Envolvente do Hospital Santo António vai ser arranjada
    > > 5. Ministro não volta atrás
    > > 6. Movimento vinha sendo reduzido
    > > 7. Ninguém assume um possível fiasco
    > > 8. O dia sem árvores por Bernardino Guimarães
    > > 9. Portas do Coração da Cidade mantiveram-se fechadas
    > > 10. Transportes colectivos acabaram no IC 1
    > > 11. Portugal Estuda Sistema de Previsão da Qualidade do Ar
    > > 12. Vale do Minho Pede Explicações a Durão
    > > 13. Último Troço do IC1 Pode Ter Luz Verde Já em Novembro
    > > 14. Declarações de Colheira da Região dos Vinhos Verdes Processadas
    > ‘Online’
    > > 15. Governo Quer Esclarecimentos Sobre Projecto da Câmara de Felgueiras
    > >
    > >
    > >
    > > 1.
    > > JN – grande porto,
    > > Hugo Silva
    > > Casa da Música corre o risco de não abrir em Maio de 2004
    > > Indefinição Alves Monteiro admitiu que a data prevista para o final da
    > obra
    > > poderá não ser cumprida Câmara herdou da Porto 2001 empreitadas de
    > renovação
    > > com muitos defeitos
    > > ACasa da Música pode não estar pronta em Maio de 2004, conforme estava
    > > previsto. Alves Monteiro, presidente da Casa da Música/Porto 2001,
    > entidade
    > > responsável pela empreitada, admitiu, ontem, que está em “fase terminal”
    a
    > > tarefa de avaliação do andamento emque estão efectivamente os trabalhos
    de
    > > construção do equipamento. Só depois será possível determinar qual o
    prazo
    > > necessário para concluir a obra. E quando será possível inaugurá-la.
    > >
    > > 2.
    > > JN – grande porto, Gaia
    > > Isabel Forte
    > > CDU critica atrasos no Centro Hospitalar
    > > Parado Honório Novo (CDU) acusa o Governo de estar a “negociar” o futuro
    > do
    > > hospital “sem transparência”
    > > “O Governo está a votar o Centro Hospitalar de Gaia ao abandono”.
    Honório
    > > Novo, deputado do PCP, deslocou-se, ontem, em comitiva, a Gaia. Queria
    > > verificar a evolução do plano de investimentos delineado há dois anos
    para
    > > aquela unidade hospitalar. Acabou apenas por observar que “nada está a
    > > andar”. A começar pelo Conselho de Administração do hospital. “Estão em
    > > gestão corrente”, acusa. “Todas as decisões de fundo em relação ao
    futuro
    > do
    > > centro estão nas mãos do Governo e nem a própria administração as
    > conhece”.
    > >
    > > 3.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > Margarida Fonseca
    > > De braços cruzados
    > > URBCOM Entre mil comerciantes, apenas 43 apresentaram projectos para
    > > financiamento de obras Prazo de candidaturas alargado até ao fim do mês
    > > Dos cerca de mil comerciantes da Baixa do Porto apenas 43 apresentaram,
    > até
    > > 26 de Setembro, projectos de remodelação das lojas no âmbito do programa
    > > Urbcom, frustrando, desta forma, as expectativas criadas há quatro anos,
    > > data em que foram sondados sobre a adesão à iniciativa. O prazo foi,
    > agora,
    > > alargado até ao dia 30. A secretária de Estado do Comércio, Indústria e
    > > Serviços, Rosário Ventura, disse “sim” ao pedido feito pelo gabinete do
    > > Urbcom (sistema de incentivos a projectos de urbanismo comercial).
    > >
    > > 4.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > H.S.
    > > Envolvente do Hospital Santo António vai ser arranjada
    > > A envolvente do Hospital de Santo António, desde a Praça de Parada de
    > Leitão
    > > até à Rua da Restauração, passando pela zona do Quartel do Carmo, é a
    > única
    > > obra que a Casa da Música/Porto 2001 acumulará com a construção da Casa
    da
    > > Música, actualmente em curso nos terrenos da antiga remise da STCP, na
    > > Rotunda da Boavista.
    > >
    > > 5.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > Inês Schreck
    > > Ministro não volta atrás
    > > Materno-Infantil Apesar da contestação, Luís Filipe Pereira garante que
    > > unidade junto ao Hospital de S. João vai avançar Projecto de
    arquitectura
    > já
    > > está no Tribunal de Contas
    > > O Centro Materno-Infantil do Norte começa a dar os primeiros passos. O
    > > projecto de arquitectura da unidade já foi enviado para o Tribunal de
    > Contas
    > > para obtenção do visto de autorização, e deverá estar concluído em Abril
    > do
    > > próximo ano, altura em que será lançado o concurso público para execução
    > da
    > > obra. A garantia foi dada por Luís Filipe Pereira, ministro da Saúde que
    > se
    > > deslocou, ontem, a Matosinhos para inaugurar a Unidade de Diálise da
    > > Misericórdia de Matosinhos. (ler peça ao lado).
    > >
    > >
    > > 6.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > Movimento vinha sendo reduzido
    > > Nos últimos dias, a actividade levada a efeito no novo imóvel do Coração
    > da
    > > Cidade consistiu na distribuição de alimentos e no encaminhamento de
    > pessoas
    > > carenciadas para outros serviços e bolsas de emprego. “Não houve tanto
    > > movimento como nos três meses em que estiveram abertos anteriormente”,
    > > reconheceu Lopes Barros, director do infantário Pom Pom, e um dos
    > principais
    > > contestatários do projecto. Admitiu que não tem havido problemas com os
    > > utentes, mas ressalvou que a instituição “está a funcionar de forma
    > > camuflada”. Elogiou, ainda, a atitude da Câmara do Porto.
    > >
    > >
    > > 7.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > M.F.
    > > Ninguém assume um possível fiasco
    > > Expectativa Número final de interessados ficará aquém do previsto há
    > quatro
    > > anos
    > > Falar em fiasco na adesão dos comerciantes ao Urbcom é falar no diabo à
    > > presidente da Associação de Comerciantes do Porto, Laura Rodrigues, ao
    > > coordenador do gabinete, Álvaro Braga Júnior, e ao vereador das
    > Actividades
    > > Económicas da Câmara, Fernando Albuquerque. Todos preferem falar em
    > > esperança, em sucesso, em esforço. O trio desafina, no entanto, no
    > possível
    > > número de projectos que, até dia 30, darão entrada no IAPMEI, O
    > coordenador
    > > acredita que serão 300 e Laura Rodrigues fala em “cento e tal projectos”
    > > que, até ontem, estarão a dar os primeiros passos ou a ser ultimados.
    > > Quantos serão até dia 30? A presidente da associação deseja que “sejam
    > > todos”.
    > >
    > >
    > > 8.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > O dia sem árvores
    > > por Bernardino Guimarães, ambientalista
    > > É inacreditável a desprotecção das árvores muito antigas e dignas de
    > apreço
    > > redobrado.
    > > 1O velho e vasto pinheiro-manso, ali ao cimo da Avenida da República, em
    > > Gaia, deixou de existir. É agora só uma recordação. Se o seu abate quase
    > > passou despercebido, isso deve querer dizer que nos habituámos a ver
    cair,
    > > uma após outra, as referências da nossa paisagem urbana. Sem um gemido,
    > sem
    > > uma queixa. No entanto, árvores grandes e veneráveis como esta não há
    > muitas
    > > na “Avenida de Gaia”, galeria de horrores urbanísticos, monumentos à
    gula
    > e
    > > ao mau gosto de decisores e imobiliárias. Apesar de se tratar de uma
    > árvore
    > > notável, o crime parece ter compensado, mais uma vez.
    > >
    > >
    > > 9.
    > > JN – grande porto, Porto
    > > Nuno Silva
    > > Portas do Coração da Cidade mantiveram-se fechadas
    > > Polémica Edifício na Rua de Antero de Quental não esteve em actividade,
    > após
    > > o ultimato da Câmara Directora diz que foi para “definir estratégias” e
    > > garante que projecto vai em frente
    > > As portas do Coração da Cidade, na Rua de Antero de Quental (Porto), não
    > > abriram, ontem, aos necessitados. No dia a seguir ao aviso público feito
    > > pela Câmara, através do vereador Paulo Morais, de que a actividade no
    > imóvel
    > > deveria ser cessada. A Polícia Municipal foi ao local, mas, face a tal
    > > cenário, não interveio.
    > >
    > >
    > >
    > > 10.
    > > JN – grande porto, Matosinhos
    > > Transportes colectivos acabaram no IC 1
    > > As obras de alargamento do IC1, no concelho de Matosinhos, obrigaram ao
    > > cancelamento de todos os transportes colectivos, constituindo “uma clara
    > > perda para as populações”. A acusação parte da Comissão Política
    Concelhia
    > > do PS de Matosinhos, que afirma que a população que “vive ou trabalha na
    > > zona marginal àquele itinerário rodoviário” ficou sem “serviço útil de
    > > transportes”. E o mais agrave, adianta, “é a previsão da definitiva
    > > proibição de paragem de transportes colectivos de passageiros em todo o
    > eixo
    > > viário, mesmo após a fase de obra”. Se, por um lado, o PS reconhece a
    > > importância das obras, por outro lembra que “o actual IC1 consolidou a
    > > fixação de população residente ao longo de todo o seu perfil e no
    decurso
    > > das últimas décadas”.
    > >
    > >
    > > 11.
    > > Publico – sociedade
    > > Portugal Estuda Sistema de Previsão da Qualidade do Ar
    > > No próximo Verão, será possível antever, em Portugal, como estará a
    > > qualidade do ar com dias de antecedência. Um sistema neste sentido está
    > ser
    > > desenvolvido por investigadores da Universidade de Aveiro e da Escola
    > > Politécnica de Paris. “Aquilo que os meteorologistas conseguem com o
    tempo
    > é
    > > o que se pretende fazer com a qualidade do ar”, disse à Lusa Carlos
    > Borrego,
    > > responsável pelo Instituto de Ambiente e Desenvolvimento da Universidade
    > de
    > > Aveiro.
    > > O sistema funcionará com base em informações meteorológicas e em dados
    da
    > > rede de medição da poluição atmosférica. Com isto será possível fazer
    > > previsões fiáveis para cinco dias e menos fiáveis para dez dias. O bom
    > > funcionamento do sistema, porém, depende da melhoria da actual rede de
    > > medição da qualidade do ar, que Carlos Borrego considera deficiente.
    Este
    > > ano, o reforço desta rede será penalizado pelos cortes orçamentais do
    > > Minsitério das Cidades, do Ordenamento do Território e do Ambiente.
    > >
    > > 12.
    > > Público – local minho
    > > Vale do Minho Pede Explicações a Durão
    > > Por ANTÓNIO SOARES
    > > A Associação de Municípios do Vale do Minho (AMVM) vai pedir explicações
    > ao
    > > Primeiro-Ministro, Durão Barroso, pelo facto de a NUT III Minho-Lima,
    não
    > > ter sido incluída no Programa de Recuperação de Áreas e Sectores
    > Deprimidos
    > > apresentado na passada quarta-feira pelo Governo.
    > >
    > > 13.
    > > Público – local minho
    > > Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    > > Último Troço do IC1 Pode Ter Luz Verde Já em Novembro
    > > O traçado da ligação do Itinerário Complementar nº 1 (IC1) à Estrada
    > > Nacional (EN) 13 a norte do município de Caminha poderá ficar decidido
    no
    > > próximo mês de Novembro.
    > >
    > > 14.
    > > Público – local minho
    > > Por PATRICIA DINISAGÊNCIA LUSA
    > > Declarações de Colheira da Região dos Vinhos Verdes Processadas ‘Online’
    > > A Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) é a única
    no
    > > mundo a processar exclusivamente por via electrónica as declarações de
    > > colheita e produção dos vitivinicultores, disse à Agência Lusa fonte da
    > > entidade.
    > >
    > > 15.
    > > Público – local minho
    > > Governo Quer Esclarecimentos Sobre Projecto da Câmara de Felgueiras
    > > A câmara de Felgueiras adiou ontem para a próxima reunião do executivo,
    a
    > > ter lugar dentro de quinze dias, a votação final sobre o projecto de
    > > construção de um bloco de cinco andares a implantar no espaço interior
    do
    > > actual edifício dos Paços do Concelho.
    > >
    > >
    > >
    > >
    > >
    > > INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:
    > >
    > > Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
    > > urbanistico/ambiental publicadas na edicao electronica do Jornal de
    > Noticias
    > > e do Publico Local Porto e Minho, em 7 de Outubro de 2003.
    > >
    > > Esta lista foi criada e e animada pela associacao Campo Aberto, e esta
    > > aberta a todos os interessados socios ou nao socios. O seu ambito
    > especifico
    > > sao as questoes urbanisticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre
    o
    > > Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (so ocasionalmente), podem
    > inserir-se
    > > noticias de outras regioes que possam apresentar interesse como exemplo
    > > negativo ou positivo para situacoes equivalentes no Noroeste.
    > >
    > > Seleccao hoje feita por Alexandre Bahia
    > > Para os textos integrais consultar:
    > >
    > > https://jn.sapo.pt/eddia/eddia3.asp
    > >
    > > https://jornal.publico.pt/publico/2003/10/07/indice.html
    > >
    > > ou as respectivas edições em papel.

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário