Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
    veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    A estrutura deste Boletim INFOPNED tem vindo a variar por motivo de
    experiências e tentativas de fixação de um modelo a seguir no futuro.
    Agradecem-se sugestões e comentários.

    Sábado, 4 de Outubro de 2003

    PUBLICO:

    1. Campelo Quer Distrito de Viana no Mapa das Regiões Deprimidas

    O presidente da Câmara de Ponte de Lima, Daniel Campelo, apelou ontem a
    um “veemente” protesto do distrito de Viana do Castelo contra a sua
    exclusão do mapa das regiões economicamente mais deprimidas do País.

    2. Quercus Demarca-se do Projecto da Unidade de Resíduos Industriais Banais

    A Quercus- Associação Nacional de Conservação da Natureza esclareceu que
    não tem “qualquer espécie de relação” com o projecto de construção em
    Fradelos, Vila Nova de Famalicão, de um equipamento de recolha,
    transporte, recuperação e reciclagem de resíduos industriais banais (RIB).

    JN:

    1. Ambiente premiado com galardão europeu
    valongo

    A Câmara de Valongo ficou em segundo lugar no concurso da União Europeia
    (UE) destinado aos trabalhos enquadrados no âmbito do programa
    comunitário Rede Natura.
    A autarquia elegeu o dia 7 de Junho como o seu “Dia Verde”,
    proporcionando visitas ao Fojo das Pombas, que permitiram a observação
    das riquezas daquele terreno e realizou uma exposição sobre a serra de
    Santa Justa, patente no Museu Municipal, que completou odossiê da
    candidatura àquele prémio europeu.

    2. Casa da Musica: Equipamento teve 11 localizações possíveis
    Porto

    Avenida da Ponte, Parque das Camélias, quarteirão do Batalha e do Águia
    D’Ouro, Olímpia e Passos Manuel, Teatro Sá da Bandeira, Praça de Lisboa,
    Teatro Carlos Alberto e antigo edifício da EDP, Quartel do Carmo,
    Cordoaria e Ruas das Taipas, Alfândega ou remise da Boavista. A Câmara
    do Porto e a Sociedade Porto 2001 ponderaram 11 localizações possíveis
    para a Casa da Música. Estudos que estiveram a cargo do arquitecto José
    Manuel Soares.

    3. Estudos da Casa da Música já previam prédio polémico
    Porto

    A construção de uma frente urbana nas traseiras da Casa da Música está
    prevista desde os estudos iniciais que nortearam o concurso para a
    concepção do equipamento e que estiveram a cargo de José Manuel Soares.
    Precisamente o arquitecto que elaborou uma proposta de implantação para
    aqueles terrenos, que serviu de base para a hasta pública dos terrenos
    por parte da Câmara.

    4. Redescobrir as ribeiras com a ajuda de um livro
    Gaia

    “Descobrir as ribeiras”: um livro para os mais novos e para os mais
    velhos. Quase um guia, que nos revela esse recurso, a sua fauna e flora
    e, até, o que nunca se deve fazer, sob pena de se destruir o curso de
    água e tudo o que o envolve.
    A obra foi apresentada, ontem, pelo presidente da Águas de Gaia e, de
    acordo com um dos seus autores, Mike Weber, que contou com a colaboração
    de Assunção Santos e Ana Ferreira, “é uma forma de apoio à iniciativa de
    Poças Martins de recuperar as ribeiras de
    Gaia”.

    5. Estacionamento selvagem na nova praça ainda em obras
    Porto

    Os trabalhadores ainda nem sequer acabaram a obra e os automóveis já
    usurparam mais um espaço na cidade, que se destina aos peões. A pequena
    praça na Ribeira do Porto (projectada pelo arquitecto Manuel Fernandes
    de Sá), junto à ponte Luís I, foi tomada peloscarros. Ao peão, cabe a
    tarefa árdua de contornar e de encolher-se entre os veículos.

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de Notícias
    e do Público Local Porto e Minho, em 4 de Outubro de 2003.

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem inserir-se
    notícias de outras regiões que possam apresentar interesse como exemplo
    negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

    Selecção hoje feita por Daniel Carvalho

    Para os textos integrais consultar:

    https://jn.sapo.pt/eddia/eddia7.asp

    https://jornal.publico.pt/publico/2003/10/04/indice.html

    ou as respectivas edições em papel.

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário