• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
http://www.campoaberto.pt/
http://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
http://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe, divulgue.

=================================

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

=================================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

=================================
Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
=================================

1. Matosinhos: Prémio de qualidade para bairro de Monte Espinho

Adoro viver aqui. Foi a melhor coisa que o Narciso [Miranda] nos podia ter
dado”. Ana Maria não poupa elogios quando começa a falar da casa que a
Câmara lhe atribuiu no passado mês de Setembro. Para trás, deixou pouco mais
do que um tecto numa “ilha” na Rua Alto de Vila Franca, na freguesia de Leça
da Palmeira (Matosinhos). Livrou-se dos ratos que lhe infernizavam a vida e
já não sente os pingos quando chove. Vive, agora, num T2 no conjunto
habitacional de Monte Espinho (Leça da Palmeira), empreendimento municipal
que será distinguido amanhã com o primeiro prémio do Instituto Nacional da
Habitação (INH).
No aglomerado, composto por 107 fogos distribuídos por 27 edifícios, mesmo
junto à A28, reina “o sossego”, dizem os moradores. As casas têm boas
condições e o ambiente “é bastante agradável”.
“É um bairro diferente dos outros. Só o facto de cada casa ter uma entrada
independente tem muito valor. Assim, não há chatices com os vizinhos que não
limpam as entradas, cada um é responsável pelo seu espaço. Só se chateia
mesmo quem quiser”, elogia Francisco, que deixou também uma casa com poucas
condições ali perto.
Desenhada pela arquitecta Paula Petiz, a urbanização de Monte Espinho
começou a ser construída em Agosto de 2004, embora o projecto original
remonte a 1995. “Houve uma inversão de prioridades em relação às freguesias
mais carenciadas”, explicou o presidente da Câmara, Guilherme Pinto,
orgulhoso da distinção que o conjunto habitacional arrecadou.
Inês Schreck, José Mota

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/porto/premio_qualidade_para_bairro_monte_e.html

=================================

2. Maia: Tecmaia e Árvore juntam tecnologia e arte

O Parque de Ciência e Tecnologia da Maia (TecMaia) e a Cooperativa Árvore
assinaram um protocolo de colaboração cultural, cujo objectivo, segundo
Bragança Fernandes, é “fazer a ligação entre a arte, a cultura e a
inovação”.
A cerimónia de assinatura realizou-se ontem, no TecMaia, e contou com a
presença do presidente do Conselho de Administração do TecMaia, Bragança
Fernandes, e do presidente da Cooperativa Árvore, o escultor José Rodrigues.
O Parque de Ciência e Tecnologia cederá o seu espaço para uma exposição
anual de obras de arte ou obra gráfica feita pela Cooperativa de Actividades
Artísticas, assim como terá um programa de eventos culturais e acções de
formação.

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/porto/tecmaia_e_arvore_juntam_tecnologia_e.html

=================================

3. Matosinhos: Animação de rua na baixa

No próximo sábado, a “baixa” de Matosinhos vai ser invadida por animação de
rua. Ilusionismo, teatro, projecções multimédia e música ao vivo são algumas
das animações integradas no projecto “Arte Fora de Sítio”.
A iniciativa partiu do Conselho Consultivo da Juventude de Matosinhos (CCJ)
e conta com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Matosinhos.
Estas actividades vão ter lugar na Rua de Brito Capelo, no troço entre as
ruas do Godinho e de Tomás Ribeiro e tem início marcado para as 10 horas,
prolongando-se até às 22 horas.

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/porto/animacao_rua_baixa.html

=================================

4. Porto, opinião: Museus para a cidade

Faltam museus ao Porto. Em primeiro lugar, o Museu da Cidade, onde a sua
história fosse contada. Aos de dentro – a ver se ganhavam algum arreganho e
conhecimento do carácter e grandeza do chão que pisam – e aos de fora, para
não pensarem que isto foi sempre a tristeza de uma cidade despovoada e, em
muitos sílios, em ruínas. Falta, pois, o Museu da Cidade. Da cidade
verdadeira. Europeia, sedimentada pela História, criadora de factos
culturais e património. Da cidade que, além de se explicar a si própria,
justifica uma região e desvenda o significado da construção de uma Pátria.
j. paulo coutinho

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/porto/museus_para_a_cidade.html

=================================

5. Norte: Cinco blocos de partos já fecharam

Com a “suspensão temporária” da maternidade de Lamego eleva-se para cinco o
número de blocos de partos encerrados, só este mês. Lamego junta-se a Elvas,
Santos Tirso, Oliveira de Azeméis e Barcelos. Cumpre-se, assim, a primeira
parte de um despacho do ministro da Saúde, Correia de Campos, tornado
público em 15 de Março, e que previa estes encerramentos até 30 de Junho.
A cumprir-se a restante da decisão, Amarante e Figueira da Foz deverão ver
encerradas as suas maternidades a 31 de Dezembro.

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/norte/cinco_blocos_partos_fecharam.html

=================================

6. Castelo de Paiva: Adega lança museu do vinho verde

A Adega Cooperativa de Castelo de Paiva instalará, brevemente, um museu de
vinho verde e um posto de venda de artesanato local dentro das actuais
instalações. O objectivo é promover a marca dos vinhos da sub-região do
Paiva, produzidos no concelho e em duas freguesias de Cinfães.
Ontem, a Adega Cooperativa, em parceria com várias entidades, promoveu um
seminário para divulgação e debate de oito acções realizadas no âmbito do
plano estratégico para o desenvolvimento vitivinícola na sub-região do
Paiva. O plano resultou de um conjuntode projectos de desenvolvimento rural
que incluem, além de eventos promocionais, a reconversão de 150 hectares de
vinha nova onde predominam as castas avesso, arinto, loureiro e trajadura
(vinhos brancos); e vinhão, azal e borraçal ( tintos).

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/norte/adega_lanca_museu_vinho_verde.html

=================================

7. Porto: Câmara lança concurso de ideias para elaborar projecto

«Nova» Quinta do Covelo em 2007
A Câmara do Porto vai reabilitar a Quinta do Covelo. A intervenção, segundo
o vereador do Ambiente, Álvaro Castello-Branco, é para avançar em 2007, com
base no concurso de ideias que vai ser promovido. “Espero uma grande
participação da comunidade”, referiu.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=b2d7c190a2c2ee2839bce669e4a9e144

Câmara procura ideias para Quinta do Covelo
A Quinta do Covelo vai ser alvo de um concurso de ideias, a pensar na
requalificação e na abertura à cidade. O espaço, delimitado pelas ruas de
Faria de Guimarães, de Bolama e de Álvaro de Castelões, está esquecido,
sendo pouco procurado pelos portuenses, apesar de possuir características
únicas (combina a vertente de jardim e de horta ecológica com a mata). O
vice-presidente da Câmara do Porto, Álvaro Castello-Branco, quer inverter
esta situação. As propostas premiadas deverão ser conhecidas em Outubro
próximo.
Carla Sofia Luz

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/porto/camara_procura_ideias_para_quinta_co.html

=================================

8. Caminha: Alumínio interdita fontes

A Delegação de Saúde de Caminha interditou o consumo de água nas fontes da
Retorta, em Vila Praia de Âncora, e na do Crasto, em Âncora, por
apresentarem parâmetros de alumínio superiores aos valores legais.

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/norte/aluminio_interdita_fontes.html

=================================

9. Já morreram duas pessoas nas praias fluviais da região

Elevam-se já a dois os mortos por afogamento este ano no rio Lima, acidentes
esses verificados em espaços sem qualquer tipo de vigilância. À morte de um
adolescente de 13 anos, ocorrida em finais de Maio, em Santa Marta de
Portuzelo, juntou-se, ontem, a de um jovem de 24, de Correlhã, Ponte de
Lima, que perdeu a vida quando se banhava no Lima, em Bertiandos, naquele
concelho.
De acordo com as autoridades, que à hora de fecho desta edição procediam a
diligências no sentido de apurar o sucedido, de nada valeram as tentativas
com vista à reanimação do jovem, que foi ainda conduzido com vida ao
hospital limiano, onde veio a falecer. Verificado um mês após o início da
época balnear, o acidente, além de aproximar o número de mortos este ano no
Lima do total registado na época passada (três, dois em Viana do Castelo e
um em Ponte de Lima), volta a trazer à discussão a segurança existente nas
praias fluviais.
Dos inúmeros espaços naturais existentes no Vale do Lima, apenas cinco
estão classificados co-mo zonas balneares e, desses, apenas dois estão
recomendados, quer por motivos de segurança quer pela qualidade das águas.
Quanto às restantes, o que falta em termos de informação sobra, em vários
casos, em afluência de banhistas, que as preferem às praias atlânticas.
Assim, além da praia fluvial de Argaçosa, em Meadela, Viana do Castelo,
classificadas como zonas balneares pelo Instituto da Água (INAG) estão as da
Valeta (no rio Vez, em Arcos de Valdevez), Ponte da Barca, Arnado e D. Ana
(em Ponte de Lima). Porém, destas, apenas duas (Argaçosa e Ponte da Barca)
são vigiadas. Relativamente às restantes, análises feitas este ano à
qualidade da água da praia do Arnado pelo INAG detectaram a presença de
salmonelas, o que levou a Delegação Regional de Saúde a interditar
temporariamente o espaço natural, encontrando-se a de Arcos de Valdevez a
sofrer obras de melhoramentos para a criação de um conjunto de
infra-estruturas, pelo que ostenta a sinalização de praia não vigiada,
segundo referiu o vereador do pelouro do Ambiente da Câmara arcuense,
Martinho Araújo. Quanto à de D. Ana, também em Ponte de Lima, apresenta uma
qualidade de água considerada boa. Porém, não está vigiada.
Luís Henrique Oliveira

http://jn.sapo.pt/2006/06/29/norte/ja_morreram_duas_pessoas_praias_fluv.html

=================================

10. Porto: Gás natural: novo contrato da STCP

A Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, preside hoje à
cerimónia de assinatura do contrato entre a Sociedade de Transportes
Colectivos do Porto (STCP), a MAN Veículos Industriais (Portugal) e o BPI,
para o fornecimento de 80 novos autocarros a gás natural. O evento decorre
no auditório da Estação de Recolha de Francos da STCP, sita na Rua Eng. Luís
Delgado dos Santos (Zona Industrial), no Porto. O acontecimento prevê a
presença dos membros do Conselho de Administração da STCP, bem como dos
representantes das restantes empresas intervenientes.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=e59f3dfac57131377c56440927edc618

=================================

11. Entre Douro e Vouga: Municípios da região recebem apoios

Engenheiro Santos Costa dirige os destinos do Gabinete de Apoio Técnico às
autarquias desde 1991
O engenheiro Santos Costa desempenha as funções de director do Gabinete de
Apoio Técnico (GAT) às autarquias com sede em S. João da Madeira e que
presta serviço aos cinco municípios do Entre Douro e Vouga. A instituição,
neste momento, está a estudar a implantação de um Parque Empresarial de
Recuperação de Materiais na Zona Industrial do Rossio, que fica situada
entre os municípios de Arouca, Vale de Cambra e Oliveira de Azeméis.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=1c383cd30b7c298ab50293adfecb7b18

=================================

12. Arouca: Centro de Interpretação Geológica inaugurado sábado

Trilobites expostas em Canelas
O Centro de Interpretação Geológica de Canelas vai ser inaugurado no próximo
sábado, passando a ser um local onde poderão ser observados fósseis
invertebrados com milhões de anos e trilobites únicas no mundo. É mais um
motivo de orgulho para os arouquenses.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=1c383cd30b7c298ab50293adfecb7b18&subsec=&id=1deb3185c5655c43df5767c55969214e

=================================

13. Oliveira de Azeméis: Primeira Loja da Eco-Eficiência em Portugal abriu
no concelho

Programa aposta na formação dos cidadãos
A Loja da Eco-Eficiência de Oliveira de Azeméis é a primeira do género em
Portugal, tendo as portas abertas para prestar esclarecimentos, tanto aos
cidadãos, como aos empresários, acerca da gestão eco-eficiente e sustentável
dos recursos energéticos.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=1c383cd30b7c298ab50293adfecb7b18&subsec=&id=d304cf44f9bc4808868889b3e4a0a6a9

=================================

14. Vila do Conde: Autarquia investe em património arqueológico e pólo
cultural

6,9 milhões para o Cine-Neiva
Mário Almeida anunciou, na passada quarta-feira, o investimento nos
patrimónios cultural e arqueológico. Assim, o Cine-Teatro Neiva será
finalmente sujeito a obras de reestruturação e será criado um circuito
turístico pelos monumentos vila-condenses.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=19ca14e7ea6328a42e0eb13d585e4c22&subsec=&id=af26a166f588e93527be39cbaef8bf6d
=================================

15. Construção em Árvore gera contestação pelos ambientalistas de Mindelo

Abaixo-assinado pela ROM
Mais uma construção em “áreas prioritárias para a preservação” levou os
Amigos do Mindelo a enviar um abaixo-assinado à autarquia, contestando a
mesma e afirmando que “continua a ser negada aos vila-condenses a gestão
sustentável do seu território”.
A Associação dos Amigos do Mindelo para a Defesa do Ambiente enviou para a
Câmara Municipal de Vila do Conde, no passado dia 26 de Maio, uma carta
contestando as construções na Rua Professor Doutor Santos Júnior, em Árvore.
O documento, acompanhado de 200 assinaturas recolhidas pelos moradores dessa
freguesia, recorda o recente «Estudo Prévio para a Elaboração de um Plano
Estratégico com vista ao Ordenamento e Gestão da Reserva Ornitológica do
Mindelo e Área Envolvente do Concelho de Vila do Conde» que “definiu áreas
prioritárias para a preservação e promoção de valores naturais”.
De acordo com a referida carta, a autarquia terá considerado essas como
“áreas a rapidamente urbanizar com recurso a edifícios de elevada
volumetria”, contrariando, à partida, as definições anteriores, e
permitindo as construções do empreendimento Optimist em Azurara e de
edifícios em Árvore, “curiosamente na Rua Prof. Doutor Santos Júnior, uma
forma peculiar de homenagear o criador da reserva”.
O abaixo-assinado acrescenta mesmo que “mais uma vez as obras avançam sem
qualquer indicação de licenças de construção, inclusivamente com a montagem
de um curioso posto de vendas em plena área dunar, de interesse reconhecido
e elevado valor florístico, que assim desaparece” pelo que “a ROM continua a
ser agredida, o POOC e os restantes instrumentos de gestão territorial
ignorados”.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=19ca14e7ea6328a42e0eb13d585e4c22&subsec=&id=8c498f870affb8c6151760af20ee95d3

=================================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e de O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt
__._,_.___

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário