• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 11 Abr/ Negócio da Maia
Sexta-feira, de de 2003

(Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instruções do
rodapé desta mensagem.)

DESTAQUE: Negócio da Maia

Temos várias vezes chamado a atenção para o facto de, entre nós, as
autarquias e estruturas estatais e para-estatais serem, ao contrário do que
lhes competia (moderar a especulação imobiliária), promotoras de especulação
imobiliária. Provavelmente o caso seguinte poderia enquadrar-se nessa
categoria:

Segundo o deputado municipal Joaquim Armindo, terrenos que foram comprados
por 50 cêntimos o metro quadrado pela Associação para o Parque de Ciência e
Tecnologia do Porto, vão agora ser adquiridos pela Câmara da Maia a 14 euros
o metro quadrado (28 vezes mais!) com destino à chamada nova centralidade ou
Nova Maia, que inclui uma componente habitacional. Aparentemente, em 1999,
ainda a Câmara da Maia poderia ter adquirido esses terrenos a preços muito
inferiores aos actuais.

Seguem-se o sumario (Publico e JN) e os resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do JN, em 11 de Abril
de 2003. A selecção é da associação Campo Aberto. Para os textos integrais
consultar as referidas páginas ou a respectiva edição em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

Notícias fora deste âmbito geográfico podem a título excepcional ser
incluídas por apresentarem interesse evidente para questões relativas ao
Porto e Noroeste.

SUMÁRIOS

Público

1. Porto: Contestação aos realojamentos sobe de tom; tensão causada por
realojamentos pode agravar-se após demolições no Bairro S. João de Deus
2. Leça da Palmeira: Golfinhos dão à costa
3. Porto: Frente urbana do Parque da Cidade pode avançar dentro de dias
4. Metro do Porto e Casa da Música afinaram exploração do funicular
5. Maia: aprovada aquisição de terrenos para a Nova Maia
6. Vila do Conde: PSD alerta para poluição nas praias de Vila Chã
7. Dois parques de sucata em embrião na zona de Entre Douro e Vouga;
projecto dever1a sair do papel no próximo ano

JN

1. Porto: Afinal como é? Nem o Centro Materno-Infantil se faz nem se sabe
muito bem o que se vai fazer
2. Porto: Desalojados erguem barracas no Freixo
3. Porto: Elevador dentro de mês e meio
4. Empresários estão dispostos a pagar melhorias nas casas
5. Gaia: Escolhido sentido norte-sul para evitar as correrias
6. Maia: Nova centralidade assegura mais 70 hectares
7. Gaia: Prioridade à bicicleta
8. Matosinhos: Uma bengala mágica para os invisuais
9. Coimbra : Câmaras torcem o nariz aos lixos de 36 concelhos
10. Vila Nova de Cerveira: Forte de Lovelhe vai ter museu
11. Viana do Castelo : Torre eólica gera polémica em Montaria
12. Sátão : Verbas do Leader valem críticas à Câmara

Teresa Cardoso

Os vereadores socialistas na Câmara do Sátão manifestam o seu
“descontentamento e incompreensão” pelo facto de o concelho surgir, em
último lugar, nos projectos financiados pelo programa Leader + da Associação
de Desenvolvimento do Dão (ADD).

RESUMOS
JN

1. Porto: Afinal como é? por manuel correia fernandes arquitecto e professor
da faup Nem o Centro Materno-Infantil se faz nem se sabe muito bem o que se
vai fazer

Afinal já não vai haver Centro Materno-Infantil nenhum. Quinze anos
passados, milhares de horas consumidas e milhões de euros gastos em estudos,
projectos, pareceres, reuniões, visitas de estudo e, pelo menos, no despejo
de 150 famílias, são as parcelas de uma conta que já se sabe quem vai pagar.

2. Porto: Desalojados erguem barracas no Freixo

habitação Famílias de S. João de Deus estão a instalar-se no lugar do Bacelo
Autarcas socialistas receiam que os problemas se multipliquem
leonel de castro Artur Ramísio

O presidente da Junta de Freguesia de Campanhã, Fernando Amaral,
manifestou-se, ontem, contra a possível transferência de pessoas do Bairro
de S. João de Deus para o Lagarteiro. O autarca falava durante uma visita
dos vereadores do PS ao bairro portuense.

3. Porto: Elevador dentro de mês e meio

Guindais Empresa do Metro assume gestão do equipamento, actualmente nos
testes finais
fernando timóteo Hugo Silva

O elevador dos Guindais, no Porto, entrará em funcionamento dentro de um mês
e meio. As previsões são da Casa da Música/Porto 2001 e surgem na sequência
de uma visita ao equipamento, realizada, ontem, pelo presidente daquela
entidade, Rui Amaral, e pelo presidente da Comissão Executiva do Metro,
Oliveira Marques. A empresa será a responsável pela exploração do funicular,
conforme já noticiámos.

4. Empresários estão dispostos a pagar melhorias nas casas

António Fonseca desdramatiza as queixas de barulho e sublinha que há
empresários dispostos a pagar a colocação de vidros duplos nas habitações.
Reconhecendo que há questões por resolver, o dirigente sublinhou que se têm
sucedido as reuniões com residentes para encontrar soluções para o problema.
Um diálogo que tem dado frutos, assegura.

5. Gaia: Escolhido sentido norte-sul para evitar as correrias

A escolha do sentido norte-sul para a marginal tem um objectivo bem
definido, explicou Poças Martins. A ideia é privilegiar a circulação de
lazer e evitar as correrias em direcção ao Porto, de quem se desloca,
maioritariamente, para trabalhar. E que, como é natural, terá mais pressa de
chegar ao destino, dispensando o tempo que se perde com a fruição da
paisagem. Esses condutores passarão a ter de usar as vias alternativas,
nomeadamente uma via paralela à marginal e que começará junto à estação de
Miramar.

6. Maia: Nova centralidade assegura mais 70 hectares

permuta Câmara já tem cerca de um terço dos terrenos necessários para a
construção do projecto da “Nova Maia”
H. S.

A “Nova Maia”deu mais um passo. A Câmara Municipal da Maia fez uma permuta
com a Associação para o Parque de Ciência e Tecnologia do Porto e já tem
mais 70 hectares para o projecto da nova centralidade. Como a autarquia já
possuía 30 hectares, ficam a faltar 260 para completar a extensão necessária
à concretização dos planos da autarquia.

7. Gaia: Prioridade à bicicleta

empreitada Obras voltam à marginal entre Miramar e Francelos, com protestos
dos moradores Estrada passará a ter apenas o sentido norte-sul
Hugo Silva

A marginal de Gaia, a partir de Miramar, vai passar a ter o sentido único
norte-sul. A alteração será implementada de forma progressiva, à medida que
forem sendo concretizadas as vias alternativas, para assegurar o trânsito no
sentido inverso, ou seja, rumo ao Porto.

8. Matosinhos: Uma bengala mágica para os invisuais

inovação Sistema-guia ontem apresentado permite visitar museus e frequentar
outros espaços públicos
Artur machado Alice Rios

A Câmara de Matosinhos decidiu assinalar o Ano Europeu das Pessoas com
Deficiência lançando dois projectos inovadores destinados a melhorar a
acessibilidade aos deficientes.

9. Coimbra : Câmaras torcem o nariz aos lixos de 36 concelhos

resíduos Autarca de Sangalhos promete contestação caso a sua freguesia seja
a eleita para receber a Unidade de Valorização Energética Avelãs de Cima
também recusa equipamento
arquivo jn joão Campos e Miguel Gonçalves

Os accionistas da Empresa de Resíduos Sólidos Urbanos do Centro (ERSUC)
deverão analisar, hoje, a localização da incineradora que receberá os
Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) dos 36 municípios que integram aquela
estrutura. Em declarações ao JN, o administrador delegado da ERSUC, Alberto
Santos, disse que já estão reunidas todas as condições, quer de natureza
financeira, quer de carácter técnico, para que se tome uma decisão (que
promete gerar forte polémica).

10. Vila Nova de Cerveira: Forte de Lovelhe vai ter museu

arqueologia Autarquia pretende criar um núcleo museológico na secular
estrutura
Luís Oliveira

A Câmara de Vila Nova de Cerveira pretende criar um museu no Forte de
Lovelhe. O equipamento, que ficará situado nas imediações da ponte que
ligará aquela vila a Goyan, na Galiza, foi candidatado a fundos
comunitários.

11. Viana do Castelo : Torre eólica gera polémica em Montaria

queixa Associação local diz que investimento ainda não foi licenciado Obras
decorrem em área protegida
Luís Oliveira

A implantação de um aerogerador no lugar de Fonte Lameira, em S. Lourenço da
Montaria, Viana do Castelo, está a gerar polémica na localidade. De acordo
com a Associação Desportiva e Cultural Montariense, os trabalhos, aprovados
pela Direcção-Geral de Energia, ainda não foram licenciados pela Câmara
Municipal.

12. Sátão : Verbas do Leader valem críticas à Câmara

Teresa Cardoso

Os vereadores socialistas na Câmara do Sátão manifestam o seu
“descontentamento e incompreensão” pelo facto de o concelho surgir, em
último lugar, nos projectos financiados pelo programa Leader + da Associação
de Desenvolvimento do Dão (ADD).

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário