İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    UMA COP 26 PELA JUSTIÇA CLIMÁTICA?
    6 de Novembro às 15:00 na Praça D. João I
    Desfile da Praça de D. João I à Praça General Humberto Delgado

    Ver também: https://www.campoaberto.pt/2021/10/27/justica-climatica-biodiversidade-transicao-ecologica-mais-que-energetica/
    Para te inscreveres no debate referido nessa ligação: atividadesca@gmail.com

    O PROBLEMA

    Atravessamos um período com múltiplos pontos de rutura, desde o clima e a COVID-19 até ao racismo. Sabemos que estas crises não só se sobrepõem, como partilham a mesma causa.

    Apesar de ninguém poder escapar aos impactos destas crises, as pessoas que fizeram menos para as causar são as que mais sofrem. Por todo o mundo, são demasiadas as vezes em que as pessoas mais pobres e as comunidades de cor carregam o peso da crise climática.

    A SOLUÇÃO

    Exigimos: justiça climática, mudança sistémica, poder às bases.

    Tal como a crise climática, o nosso sistema político e económico é obra humana. O que significa que pode ser reconstruído. Precisamos de uma mudança no sistema que comece de baixo para cima. Para resolver estes problemas, temos de resolvê-los todos juntos. A justiça climática reconhece que todas as lutas têm origem no mesmo sistema injusto. Estejamos a lutar por melhores salários, água limpa, pelo controlo sobre os nossos corpos, contra a violência policial, contra uma nova mina, a destruição das florestas em que vivemos, a solução é sempre uma mudança estrutural. Precisamos de ação climática que funcione para toda a gente, não apenas para as pessoas com mais dinheiro nos bolsos.

    As soluções de que precisamos já existem e estão em prática, mas falta vontade política aos nossos líderes. Queremos soluções que reduzam as emissões de carbono, mas também criam um mundo mais justo — isto significa ação climática baseada na justiça, redistribuição de recursos e descentralização do poder.

     

     

    COP 26: PORQUE É IMPORTANTE? 

    Em novembro, líderes mundiais e especialistas vão encontrar-se em Glasgow, na conferência global sobre o clima, a COP26.

    Problemas globais requerem soluções globais. As decisões tomadas na COP26 vão moldar como os governos respondem (ou não) à crise climática. Vão decidir quem é sacrificado, quem escapa e quem lucra. Até agora, os governos fizeram muito pouco, demasiado tarde: são coniventes com as empresas e escondem-se atrás de falsas soluções verdes (greenwashing) que, na realidade, ou não existem, ou não se adequam à escala do problema e, em muitos casos, dependem de mais exploração de pessoas e do planeta.

    A COP26 vai acontecer num momento crucial da história. Em todo o mundo e em vários movimentos, levanta-se uma nova vaga de resistência, solidariedade global e organizações de base. Queremos medidas suficientes e obrigatórias, estamos cansados de falsas medidas e falsos compromissos. Não podemos curar um cancro com um penso rápido, muito menos com palmadinhas nas costas como os governos e as multinacionais nos tentam fazer.

    Onde quer que estejas no mundo, este é o momento para te juntares à luta pela justiça climática.

    Esta ação é organizada por: Campo Aberto – associação de defesa do ambiente, Greve Climática Estudantil do Porto, Extinction Rebellion e Núcleo Antifascista do Porto

    Tem o apoio de outras associações e coletivos, incluido a ACER – Associação Cultural e de Estudos Regionais, Clube Unesco da Cidade do Porto e Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Lordelo do Ouro Grupo Ecológico: NDMALO:GE bem como o Movimento por um Jardim Ferroviário na Boavista.

    Seguimos a Convocatória internacional de ações mundiais do Dia Pela Justiça Climática.
    Mais informação em https://cop26coalition.org/gda/

     

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Deixar comentário