• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente 403 inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/

Comente, participe, divulgue.

====

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é
e faz a Campo
Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

====
BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sexta, 29 de Junho de 2007

==========================

Para os textos integrais das noticias consultar as ligacoes indicadas.

==========================

1-Os dez carros amigos do ambiente

A Quercus apresentou, ontem, a lista dos dez carros mais amigos do
ambiente vendidos actualmente no mercado português, três dias antes da
entrada em vigor do novo imposto automóvel que penaliza as viaturas mais
poluentes.

Os veículos foram analisados no âmbito do projecto TopTen, desenvolvido
em parceria com a EDP e estão divididos em sete classes mini-carros,
pequenos carros, compactos, classe média, classe média superior,
carrinhas de cinco lugares e carrinhas com seis ou mais lugares.

Citröen C1 1.0i, Peugeot 107 1.0i, Toyota Aygo 1.0 foram considerados os
melhores mini-carros (até 3,5 metros), enquanto o Daihatsu Sirion 1.0
ficou à frente nos pequenos carros (entre 3,5 e 4 metros). O Honda Civic
Hybrid foi o compacto (de 4 a 4,4 metros) mais bem classificado.

Os critérios de classificação dos veículos incluíram as emissões de
dióxido de carbono, emissão de outros poluentes do ar, ruído causado e
melhor uso dos recursos, tendo em conta a reciclagem dos materiais.

Nesta avaliação foram analisados veículos movidos a gasolina, gasóleo e
combinados com gás natural.

A lista vai ser acrescentada à informação já disponibilizada no site
www.topten.pt, relativa a iluminação e máquinas de lavar roupa.

https://jn.sapo.pt/2007/06/29/sociedade_e_vida/os_carros_amigos_ambiente.html

==========================

2-Reactor de Sacavém não cumpre regras da Euratom

A Comissão Europeia instaurou, no Tribunal de Justiça, uma acção contra
Portugal, por incumprimento de regras da Agência Europeia de Energia
Atómica (Euratom) no âmbito das actividades do reactor português de
investigação, instalado em Sacavém. A associação ambientalista Quercus e
a própria autarquia de Loures exigiram esclarecimentos por parte do
Governo que, entretanto, garantiu que o reactor cumpre as normas
internacionais de segurança.

Os procedimentos administrativos relacionados com o licenciamento do
reactor – que está instalado no Instituto Tecnológico e Nuclear, em
Sacavém – e, em especial, a análise e a aprovação dos planos de descarga
dos efluentes radioactivos não estão em conformidade com a
regulamentação da União Europeia (UE).

“Esta é uma situação conhecida há anos, houve inúmeros alertas e era
fundamental um esclarecimento das autoridades sobre o facto de o
problema não ter sido resolvido, identificar porque não o foi e o que
está a ser feito para corrigir a situação”, afirmou Francisco Ferreira,
da Quercus.

Na sequência da decisão europeia, a Câmara Municipal de Loures anunciou
o pedido de uma reunião com o ITN com o objectivo de saber “o que se
passa efectivamente” com o reactor nuclear.

Ontem, em comunicado, o Ministério da Ciência explicou que, após o
processo de licenciamento do reactor, a Comissão Europeia inspeccionou o
equipamento e detectou a ausência de referência aos limites de descarga
de efluentes gasosos.

“Uma vez que a inspecção decorreu numa altura em que o equipamento se
encontrava em fase de desactivação para reconversão do núcleo do
reactor, destinada a permitir a utilização de urânio de baixo
enriquecimento em vez do urânio de alto enriquecimento, impunha-se
iniciar o estudo dos parâmetros requeridos na perspectiva da utilização
do novo combustível”, o que foi feito posteriormente, esclarece o
comunicado.

O relatório do ITN sobre a conversão do reactor mereceu entretanto a
aprovação da Agência Internacional de Energia Atómica, referiu o
Ministério, adiantando que vai dar conhecimento desta informação às
autoridades comunitárias.

https://jn.sapo.pt/2007/06/29/sociedade_e_vida/reactor_sacavem_cumpre_regras_eurato.html

==========================

3- “Minhocultura” à escala industrial

A primeira unidade industrial de vermicompostagem em Portugal deverá
começar a ser construída em Agosto, perto de Beja, onde milhares de
minhocas vão transformar resíduos orgânicos em bionutriente.
De acordo com João Completo, sócio da Lavoisier, empresa promotora da
unidade, o projecto está a ser analisado pela Comissão de Coordenação e
Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), que “deverá emitir a
licença até final de Julho”. A confirmar-se esta “expectativa”,
vaticinou, a construção, prevista durar dois meses, “poderá começar no
início de Agosto” e a unidade deverá começar a funcionar em “meados de
Outubro”.
A nova infra-estrutura vai “nascer” no Parque Ambiental da Associação de
Municípios Alentejanos para a Gestão do Ambiente (AMALGA), situado a 11
quilómetros da cidade alentejana.
A Unidade de Valorização de Resíduos Orgânicos por Vermicompostagem de
Beja vai ser a primeira infra-estrutura do género com dimensões
industriais em Portugal, onde existem algumas unidades de pequena
dimensão que tratam resíduos de explorações pecuárias.
Para já, adiantou João Completo, a unidade vai começar a tratar cinco
mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) por ano, mas “dentro de
três ou quatro anos poderá atingir as 35 mil”.

==========================

4-Biodiversidade está no topo da agenda ambiental da presidência
portuguesa

Outros temas complexos estarão sobre a mesa, como a água, o clima, a
entrada da aviação no comércio de emissões e a aprovação de uma
estratégia marítima.

https://jornal.publico.clix.pt/default.asp?url=search%2Easp%3Fweb%3DEI%26q%3D%26check%3D1

====

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e de O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre
o Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Celina Raposo

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente

www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário