• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é
e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sábado, 26 de Agosto de 2006

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Parque das Virtudes encerra

Segundo conseguiu apurar o JANEIRO, o motivo prende-se com abertura de duas fissuras no terreno durante este mês. “A divisão de jardins deu conta da abertura de uma cratera no início de Agosto e outra maior durante esta semana, pelo que decidiu fechar o parque”, explicou fonte camarária, adiantando ainda que a origem do problema pode estar relacionada com a drenagem de água no subterrâneo.

Problemas com rio Frio

Esta não é a primeira vez que aparecem fendas nos terrenos do Parque das Virtudes. Já no final de 2001, ainda no mandato do socialista Nuno Cardoso, houve «aluimento» de terras, provocadas pela obstrução do rio Frio que atravessa o local e vai desaguar junto à Alfândega. Na altura, lembra o vereador da CDU, Rui Sá, em declarações ao JANEIRO, foram tirados sofás e grades do ribeiro que estavam a fazer com que a água procurasse outros caminhos para seguir o seu percurso.

Relativamente à situação actual, Rui Sá mostrou alguma preocupação face ao sucedido, nomeadamente pelo facto de as obras de construção da extensão do Túnel de Ceuta poderem vir a ter interferência com o rio Frio, que atravessa também a zona do Hospital de Santo António.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=2581c4e1d75cc948b43fb4fb7fd73c9e

==========================
2. Ambiente deveria concentrar poderes ao nível dos incêndios e da floresta
LPN pela fusão de competências

Entre críticas e ressalvas, a Liga para a Protecção da Natureza defendeu que a o combate aos incêndios deve ter uma intervenção real na primeira intervenção e no rescaldo. A associação ambientalista defende ainda que o Ministério do Ambiente tutele incêndios e florestas.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=9e364c737970dfe23b22dba7c8f26419

Tutela única para incêndios e floresta
https://jn.sapo.pt/2006/08/26/nacional/tutela_unica_para_incendios_e_flores.html

==========================
3. Quercus perde confiança na Secil

A Quercus abandonou, anteontem, a Comissão de Acompanhamento Ambiental (CAA) da Secil “porque a empresa não se comprometeu a efectuar avaliação de impacte ambiental e não queimar óleos e solventes”. A decisão foi anunciada no final de uma reunião da comissão que se prolongou por mais de seis horas. O secretário de Estado do Ambiente já lamentou a saída.

Segundo Rui Berkmeier, da Quercus, a pressão do Governo para se avançar, até Setembro, com os testes de co-incineração de Resíduos Industriais Perigosos (RIP) inquinou definitivamente um processo que estava a evoluir com normalidade”.

“Para Rui Berkmeier, “no fundo”, volta-se “à estaca zero, ou seja, a uma aposta na co-incineração como destino principal dos resíduos perigosos e não como destino de fim de linha, após pré-tratamento e reciclagem”.

Já o secretário do Estado do Ambiente garantiu não ter ficado surpreendido. “Lamento, mas não me surpreende, porque a Quercus há muito que está apostada em que a co-incineração só avance depois da instalação dos Centros Integrados de Recuperação e Eliminação dos Resíduos Perigos”, disse Humberto Rosa.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/nacional/quercus_perde_confianca_secil.html

==========================
4. Boa qualidade da água

As análises do Ministério do Ambiente, divulgadas ontem, revelaram boa qualidade da água na Frente Urbana Norte de Vila do Conde (Caxinas). Depois de uma análise má, divulgada no dia 18, as águas voltaram a apresentar bons resultados, pelo que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional Norte (CCDRN), já retirou a placa desaconselhando a prática balnear naquela zona da cidade.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/porto/boa_qualidade_agua.html

==========================
5. Tribunal de Contas deixa construir terminal

A construção do Terminal Rodoviário de Amarante já pode avançar. O processo estava emperrado pela falta do visto do Tribunal de Contas. O parque irá “dotar a cidade de uma estrutura de apoio aos transportes colectivos interurbanos”, projectado para a denominada zona do Queimado.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/norte/tribunal_contas_deixa_construir_term.html

==========================
6. Nova estrada poupa 12 quilómetros

Monfebres e Varges estão finalmente mais próximas. As duas aldeias do concelho de Murça estão ligadas por uma nova estrada, que vai ser oficialmente inaugurada hoje à tarde. O novo acesso tem cerca de três quilómetros, o velho tinha 15, representando uma poupança considerável no tempo gasto pelas populações para irem de uma localidade à outra.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/norte/nova_estrada_poupa_quilometros.html

==========================
7. Prédio inacabado na Rua das Lousas

Os moradores de um edifício na Rua das Lousas, em Valongo, estão revoltados com o construtor, que deixou o prédio por acabar e “desapareceu de circulação”.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/porto/predio_inacabado_rua_lousas.html

==========================
8. Lago com Centro Interpretativo

A Câmara de Amares vai requalificar o Largo do Paço, na freguesia de Lago, no âmbito da candidatura “A Geira Na Serra Do Gerês” apresentada em parceria com os municípios de Terras de Bouro, Lóbios e Bande, estes dois últimos pertencentes à Galiza.

A ideia passa, também, por transformar o Largo do Paço, numa nova polarização do concelho para as áreas do lazer e cultura, pretendendo-se que venha a tornar-se, segundo a autarquia, “num local mais atractivo para os visitantes, garantindo uma boa circulação rodoviária mas também pedonal, através da requalificação de passeios, guias, rampas pedonais, mobiliário urbano e jardins”.

Neste mesmo local, a candidatura prevê a construção do Centro Interpretativo da Geira que irá disponibilizar informação acerca deste percurso romano, através de um posto multimédia.

https://jn.sapo.pt/2006/08/26/minho/lago_centro_interpretativo.html

==========================
9. Alterações climáticas antecipam a Primavera

As estações do ano estão a mudar e a Primavera a chegar cada vez mais cedo, em consequência das alterações climáticas, revela um estudo realizado por cientistas de 17 países e publicado na revista «Global Change Biology». Os investigadores afirmam que o estudo apresenta “provas concludentes” de que a subida das temperaturas está a fazer com que as estações mudem, com a Primavera a chegar em média entre seis a oito dias mais cedo do que há 30 anos, segundo a BBC.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=d6a82efe8aac13ce7ba920544d040f21

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário