• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é
e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sábado, 15 de Abril de 2006

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Legislação ignora jardins

Partindo do Cano dos Amores, mandado construir pela Rainha Santa
Isabel, há quase sete séculos, para levar água desde a fonte dos
Amores até ao Mosteiro de Santa Clara, Cristina Castel-Branco
replantou na Quinta das Lágrimas um novo jardim. Novo quer na
organização quer nas plantas.
Mas Cristina Castel-Branco, que é também presidente da Associação
Portuguesa de Jardins e Sítios Históricos, lamenta a falta de
legislação, em Portugal, que proteja este tipo de espaços, apesar da
vontade clara um pouco por toda a Europa em defender este património.
A arquitecta recorda a propósito a Carta de Florença, também assinada
por Portugal, que considera os jardins históricos como património a
preservar. “Estes locais de ambiente e cultura, expressam também o
ambiente social e político da sua época”, afirmou, recordando que “só
se fazem jardins em tempos de paz e calma”. O jardim torna-se assim
“uma concentração artística muito importante”, e a legislação
portuguesa é “muito escassa” na sua defesa.
Aliás, a APJSH surgiu precisamente aquando da destruição parcial dos
jardins da Quinta da Bacalhoa, e foi fundada pela própria Cristina
Castel-Branco.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=51b946137f22ef8a9e0b88bc825caabe

==========================
2. Marcha lenta pela maternidade

A Comissão de Defesa da Maternidade do Hospital de Santo Tirso aprovou
novas formas de manifestação para demonstrar ao Governo que não vai
desistir de apresentar o seu desagrado pela perda dos centros de
decisão do concelho. A recolha de assinaturas sobre a moção aprovada
na vigília de há uma semana continua até ao dia 5 de Maio, altura em
que será entregue no Governo Civil do Porto.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=c9da8edff9b1a8a3b3baf9bfc04bf493

==========================
3. Populares vão plantar pinheiros na Boa Viagem

A Tertúlia, movimento informal de cidadãos da Figueira da Foz,
promove, dia 29, uma campanha cívica de reflorestação da Serra da Boa
Viagem, desafiando os figueirenses a participar numa plantação
colectiva de pinheiros mansos. A iniciativa, articulada com as
entidades públicas que tutelam a serra e o seu coberto florestal, está
marcada para as 10h00 na Casa da Vela, onde, numa faixa de terreno
preparada para o efeito, cada cidadão poderá plantar “o ‘seu’
pinheirinho”, sendo os rebentos das árvores distribuídos no local.
Segundo uma nota divulgada pela Tertúlia – Espaço Aberto ao Debate, o
movimento já entregou largas de dezenas de rebentos de pinheiro manso
aos participantes num debate recente sobre esta matéria, mas tem ainda
cerca de duas centenas para oferecer a 29 de Abril no local,
aconselhando apenas os interessados em participar a levar pelo menos
uma pequena pá.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=ca207bc477be478fb955419881293a2f

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt
campo-aberto.blogspot.com

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

======================================

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário