• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:

https://www.campoaberto.pt/
https://campo-aberto.blogspot.com/

Comente, participe, divulgue.

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também
recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
==========================
1. Espinho: Palmeiras centenárias estão a morrer

As centenárias palmeiras da Avenida 8, em Espinho, estão a morrer.
Replantadas há cerca de ano e meio na Avenida 32, devido às obras de
enterramento da linha férrea, as árvores mostram agora não ter
suportado a mudança. A decisão de retirar as palmeiras da Avenida 8
ocorreu durante a primeira fase da obra, quando foi necessário
desviar todas as redes afectadas, como água, electricidade e
saneamento. O objectivo seria, no final da obra, voltar a replantá-
las na futura alameda deixada livre pelo rebaixamento da linha. A
mudança para a Avenida 32, a nascente da cidade, não foi, porém,
imediata. As palmeiras foram replantadas, primeiramente, ao longo da
linha de caminho de ferro, junto à zona industrial de Silvalde.

O aspecto actual das árvores não é animador. Todos os sinais apontam
para que as palmeiras não consigam sobreviver até ao final das obras,
e muito menos a uma nova mudança. Segundo foi dito ao JN por Luís
Miguel Silva, do anterior Conselho de Administração da REFER, se tal
acontecesse, comprar-se-iam outras palmeiras do mesmo porte, ou,
pelo, menos, da mesma espécie.

Recorde-se que, aquando das obras de requalificação da Praça dos
Leões, no Porto, foi necessário transplantar as duas palmeiras
centenárias ali existentes para um jardim entre a Rua de Santos
Pousada e a Avenida de Fernão Magalhães. A Câmara do Porto optou, no
fim da obra, por importar de Itália duas palmeiras jovens, com sete
metros de altura, para colocar no lugar das originais.

https://jn.sapo.pt/2006/02/27/grande_porto/palmeiras_centenarias_estao_
a_morrer.html

==========================
2. Vila do Conde: Praça José Régio ganha novos espaços comerciais

Quando, há 20 anos, a Câmara Municipal de Vila do Conde imaginou a
Praça José Régio, tal como é hoje, estava longe de pensar que aquele
espaço fechado, outrora repleto de casas e quintais, demoraria tanto
tempo a ser transformado num local de convívio para a população e
visitantes, que agora podem usufruir de uma área aconchegada de lazer
e diversão. Há um ano foram inaugurados a praça e o parque de
estacionamento subterrâneo. Na altura, a Autarquia lançou o desafio à
iniciativa privada, para ali instalar uma “Praça de Alimentação”.
Desde anteontem que estão a funcionar os primeiros estabelecimentos
comerciais um restaurante de tapas, um “wine bar”, uma casa de
sandes, um café e um quiosque-livraria. Dos sete espaços
concessionados, aguarda-se pela abertura de um restaurante italiano e
de uma gelataria/creparia. Apostar num novo conceito de “centro
comercial ao ar livre, mais directo ao cliente e com um serviço de
imagem mais cuidada”, foi a principal meta dos investidores, que se
dizem “deslumbrados” pela envolvência do espaço.

https://jn.sapo.pt/2006/02/27/grande_porto/20_anos_a_fazer_praca.html

==========================
3. Porto: Política cultural

A política cultural da Câmara do Porto deve ser “cruzada” com a
política de turismo. O vereador que agora tutela os dois pelouros,
Fernando Almeida, acredita numa Baixa futuramente “mais animada”,
onde os equipamentos culturais são já suficientes. “Falta
continuidade às iniciativas”, aponta.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=8570d803afa3
6f311cff02d9f6d8d7bc

==========================
4. Porto: Metro estimava menos 14 mil carros estacionados em 2004

Com a conquista de utilizadores de transportes individuais a Metro do
Porto estima que só no ano passado contribuiu para uma diminuição de
2.500 veículos estacionados por dia no centro do Porto. O valor
figura do Relatório de Contas de 2005, apresentado pela empresa na
semana passada, e ficam aquém da estimativa feita pela empresa
Transportes, Inovação e Sistema (TIS), que apontava já para 2004 a
poupança de 12 mil carros estacionados em toda a rede. O número
previsto para 2012 é de menos 26.551 viaturas estacionadas e em 2022
de 31.665. Em 20 anos de serviço, e sem ter em conta a segunda fase
do metro, o objectivo é poupar 263 mil euros em estacionamento.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=a09d71c0c574
550bf654b22fdeab58d6

==========================
5. Porto: Hospital São João investe 70 milhões

O Conselho de Administração do Hospital de S. João tem em curso o
mais ambicioso plano de obra dos 46 anos da institução. Ao todo,
serão gastos cerca de 70 milhões de euros na remodelação de
instalações e equipamentos, prevendo-se que esteja tudo pronto em
2009.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=9fa4f9af7434
110aadbe5f9c887bf08a

=========================
6. Gaia: Centro histórico em declínio

Sem gente e com armazéns gigantes devolutos, o centro histórico de
Gaia entrou em declínio e tornou-se em fachada para algumas caves de
vinho do Porto venderem marcas famosas a turistas. Sabe-se, agora,
que 80 % do espaço ribeirinho, candidato a entrar na lista do
Património Mundial da Humanidade, não têm sinais de vida e correm o
risco de desaparecerem se não houver quem o socorra.

https://jn.sapo.pt/2006/02/27/grande_porto/do_centro_historico_velhos_e
_desabit.html

=========================
7. Coimbra: Andares ilegais serão demolidos

O vereador do Urbanismo da Câmara de Coimbra, João Rebelo, garante
que os cinco andares ilegais da polémica urbanização Jardins do
Mondego vão mesmo ser demolidos. Já há quase meio ano, em véspera das
eleições autárquicas, o presidente da Câmara anunciou que dera 90
dias, ao proprietário da urbanização, para proceder àquelas
demolições. Mas, no início de Dezembro, os andares ilegais
continuavam de pé, junto ao Parque Verde do Mondego, no centro de
Coimbra, e o autarca deu nova ordem de demolição. Os cinco andares
não constavam do projecto aprovado pela Câmara e faziam a urbanização
ultrapassar o índice máximo de construção permitido pelo PDM, numa
área que o PDM classifica como zona verde.

https://jn.sapo.pt/2006/02/27/centro/andares_ilegais_serao_demolidos_ma
io.html

=========================
==========================
Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins anteriores veja
https://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
de Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoaberto.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Maria Carvalho

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário