İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [Esta lista tem actualmente cerca de 380 participantes inscritos.]

    Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
    https://www.campoaberto.pt/
    https://campo-aberto.blogspot.com/

    Veja também o blogue:
    https://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

    Comente, participe, divulgue.

    ====
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
    faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@oninet.pt

    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
    veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    ====

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    ====
    Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2005
    ====

    1. PORTO. CDU vai analisar desalojamentos

    A CDU/Porto anunciou que vai fazer um levantamento das famílias instaladas
    em pensões depois de a Câmara as ter desalojado de suas casas, alegando que
    os prédios em que viviam ameaçavam ruína.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/grande_porto/cdu_analisar_desalojamentos.html

    ====

    2. GAIA: Vila d’Este. Diagnóstico. Retrato negro da urbanização onde
    morreram duas meninas denunciado em projecto rejeitado há dois meses pela
    Segurança Social

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/grande_porto/vila_deste.html

    vila nova de Gaia
    Pormenores & problemas

    Centenas de blocos

    A Urbanização de Vila d’Este começou a ser edificada em 1986. É um
    aglomerado gigante, com 16710 pessoas divididas por centenas de blocos com
    sete andares e habitações de venda livre.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/grande_porto/pormenores__problemas.html

    ====

    3. PORTO. Marquês: Só os plátanos resistiram

    Do espaço verde implantado na placa central da Praça do Marquês resta a
    memória de outros tempos. Agora, é o deserto. O “jardim” actual resume-se a
    um espaço anárquico, pontilhado por amontoados de pedras de calçada e lixo
    espalhado. Os plátanos permanecem, mas sem qualquer vegetação circundante.
    Só folhas mortas. O velho lago também desapareceu e continua por definir se
    regressa ou se ali vai ser colocada a fonte que estava na Praça de D. João
    I. Uma decisão que deverá ser tomada pela Câmara Municipal do Porto. À volta
    do antigo jardim, cercado por barreiras metálicas e uma rede verde, os
    automobilistas encontram espaço para estacionar. Mas também para os
    condutores a demora na requalificação da superfície da Praça do Marquês
    provoca transtornos. O piso está bastante degradado e a circulação torna-se
    complicada. A Metro diz que a requalificação começa em Janeiro.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/grande_porto/so_platanos_resistiram.html

    ====

    4. PORTO. Aliados: Polémica não trava as obras

    Na Avenida dos Aliados, as obras de requalificação já avançam. O projecto de
    Siza Vieira e de Souto Moura está a ser concretizado no terreno, mas a
    empreitada está envolta em polémica. Que já chegou ao tribunal. Associações
    cívicas apresentaram uma providência cautelar reclamando a interrupção dos
    trabalhos. Contestam, sobretudo, a retirada da calçada portuguesa dos
    passeios e a sua substituição por granito. Ao contrário das restantes
    estações da Linha Amarela no concelho do Porto, o desagrado não vai para o
    facto dos trabalhos de renovação da superfície nunca mais avançarem. Nos
    Aliados, os protestos são mesmo contra o início das obras, porque a
    intervenção não é consensual. De qualquer forma, as máquinas já esventraram
    o que restava da placa central da Avenida e os desvios de trânsito
    efectuados para possibilitar a empreitada já causam grande confusão no
    trânsito.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/grande_porto/polemica_trava_obras.html

    ====

    5. MINHO. Agricultores idosos não se protegem dos químicos

    acidentes Estudo revela que há falta de formação e de cumprimento das regras
    de segurança Lavradores do Minho esgrimem tradição, mas há excepções

    https://jn.sapo.pt/minho/

    ====

    6. PONTE DE LIMA. Redução da velocidade em vias municipais

    Aumentar a segurança rodoviária e pedonal foi a principal razão que levou a
    que a Câmara Municipal de Ponte de Lima deliberasse, recentemente, a redução
    da velocidade máxima de circulação em todas as estradas municipais do
    concelho.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/minho/reducao_velocidade_vias_municipais.html

    ====

    7. PONTE DE LIMA. Propostas de jardins

    festival Edição de 2006 apresenta 19 candidaturas, entre as quais três
    estrangeiras Edição deste ano teve 60 mil visitantes, entre Junho e Outubro
    alfredo cunha

    Promotores esperam que o festival se transforme em referência nacional e
    internacional

    Os promotores do Festival Internacional de Jardins, iniciativa realizada em
    Ponte de Lima, vão seleccionar esta semana as propostas apresentadas para a
    edição de 2006, revelou o director do festival, Francisco Calheiros.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/minho/propostas_jardins.html

    ====

    8. VISEU. Fórum não deu hipóteses ao comércio tradicional

    Foi um Natal para esquecer. Definitivamente. Os comerciantes não ganharam
    para as despesas porque mesmo abrindo as portas, todos os dias, o negócio
    não rende. O povo não tem dinheiro e a concorrência do Fórum fez o resto.

    “Trabalho aqui há 28 anos e não tenho memória de um Natal tão mau como
    este”, desabafa Isilda Rodrigues, da sapataria “Serra e Vale”, na Rua
    Direita, em Viseu. A culpa, explica, “é da crise que os portugueses vivem e,
    também, do Fórum, que veio acabar com o comércio tradicional da cidade”.

    https://jn.sapo.pt/2005/12/26/centro/forum_deu_hipoteses_comercio_tradici.htm
    l

    ====

    9. CASTELO DE PAIVA. Aldeia de Oliveira do Arda encena «Aldeia das
    Profecias»
    250 figurantes em presépio vivo

    250 figurantes trajados a rigor e um cenário natural resultaram num enorme
    presépio vivo que animou ontem a aldeia de Oliveira do Arda. A iniciativa
    partiu do Grupo de Jovens Esperança e contou com a ajuda dos moradores das
    ruas onde se desenvolveu o presépio.

    A aldeia de Oliveira do Arda, no concelho de Castelo de Paiva, esteve ontem
    mobilizada por um grupo de jovens para fazer um grande presépio vivo,
    tirando partido dos declives montanhosos e dos seus habitantes.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a3
    18d5&subsec=&id=b154dc8804a854f5ff076eed57ce4d06

    ====

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias e de O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros
    jornais ou fontes de informação).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por José Carlos Marques

    Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    =================================

    [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário