[PNED] boletim 31.07.2005
    [Esta lista tem actualmente 387 participantes inscritos.]

    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:
    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e faz
    a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@oninet.pt
    Consulte
    https://campo-aberto.blogspot.com/

    ===========
    ===========
    1 -PAÍS
    Número de incêndios quase duplicou face à média dos últimos quatro anos

    Portugal é, de longe, o país da Europa onde se regista o maior número de
    incêndios em relação à superfície florestal – até à primeira quinzena de
    Julho, as autoridades contabilizaram 17.700 ignições. A proliferação de
    fogos obriga à dispersão de meios de combate e explica, em boa medida, a
    extensão da área florestal consumida este ano (mais de 50 mil hectares). Por
    Mariana Oliveira

    O número de incêndios florestais contabilizados este ano quase duplicou, face
    à média dos últimos quatro anos. O relatório mais recente da
    Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGRF), que reporta a 17 de Julho,
    regista perto de 17.700 ocorrências, contra 9500 relativas à média
    2000-2004. Mesmo sem o aumento, os dados já eram maus. Portugal é o campeão
    das ignições no Sul da Europa. Apesar de Espanha, França e Itália
    apresentarem áreas entre três a cinco vezes superiores à nacional, Portugal
    regista um maior número de incêndios: quase 16.500 (média entre 1980-2002),
    contra 14.800 da Espanha, perto de 5 mil da França e 11 mil da Itália. A
    Grécia, que tem uma superfíce quase 50 por cento superior à portuguesa,
    contabiliza menos de 1600 ocorrências. Os dados são do relatório Incêndios
    Florestais na Europa, da Comissão Europeia.

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32702&sid=3611

    ==========

    2- PAÍS
    «Campanha de Recolha da Fundação Gil» mobiliza quase três mil farmácias
    Tinteiros e toners solidários
    A Fundação do Gil lança uma campanha de recolha de tinteiros e toners vazios
    para reciclagem com a colabo-ração de cerca de 2.800 farmácias

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=f87f7d8c44256827170d698fee178431

    ==========
    3-PORTO

    Ippar quer tomar posse administrativa do Túnel de Ceuta
    O Instituto do Património Arquitectónico tomará terça-feira posse
    administrativa da zona embargada do Túnel de Ceuta para tapar a escavação
    ilegal, caso a Câmara do Porto declare entretanto que recusa fazê-lo,
    garantiu ontem a ministra da Cultura.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=d63d0e1008954edad82197ae09388e23

    ==========
    4- PORTO
    Movimento de defesa do Bolhão já tem comissão
    Já está constituída a Comissão Dinamizadora do Movimento Cívico pela Defesa
    do Mercado do (…)

    https://jn.sapo.pt/2005/07/31/grande_porto/movimento_defesa_bolhao_tem_comissao.html

    ==========
    5-ÁREA METROPOLITANA-PORTO
    Impasse Novos troços pendurados até haver verbas asseguradas

    Oministro das Obras Públicas, Mário Lino, bem tentou lembrar que era dia de
    festa. Com a chegada do metro ao centro da Maia, a altura, segundo o ministro,
    não era a ideal para discutir futuras obras. De nada valeu. Valentim Loureiro,
    presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto, (…)
    https://jn.sapo.pt/2005/07/31/grande_porto/urbanizacao_oliveira_douro_contestad.html

    No Publico
    Governo trava expansão do metro do Porto
    Ministro das Obras Públicas afirmou querer garantir “sustentabilidade
    financeira” do sistema antes de aprovar novas linhas. Valentim encaixou mal a
    notícia e mostrou-se apreensivo com as consequências da decisão para a área
    metropolitana
    O ministro das Obras Públicas Transportes e Comunicações derramou ontem um
    enorme balde de água fria sobre os responsáveis da Metro do Porto ao anunciar
    que a execução de alguns dos projectos em carteira estão condicionados “por
    falta de enquadramento jurídico ou de sustentabilidade financeira” e por não
    ter sido feito “o saneamento financeiro do que está para trás e que não tem
    enquadramento neste projecto”.
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32751&sid=3616

    Metro triplicou o orçamento
    A empresa Metro do Porto triplicou o orçamento previsto em 1998, quando o
    projecto inicial foi desenhado. Os 800 mil euros não chegaram para a
    execução de prolongamentos de linhas, duplicações de vias e arranjos
    urbanísticos e até agora já foram gastos 2,4 milhões de euros.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=a98d176a081254798d8f5a7c63502d2c

    ==========
    6- MAIA
    Que efeitos poderá ter o metro na demografia da cidade e do concelho da Maia?
    O concelho da Maia já é, de si, atractivo, pela localização, pelas
    acessibilidades existentes e pela área industrial, a maior do país. Mas é
    claro que o metro, a obra do século na Maia, poderá ajudar a aumentar esta
    atractividade, pois ficaremos servidos por três linhas, a B [Vermelha], até
    Pedras Rubras, a do Aeroporto e a C [Verde], que chega hoje ao centro da cidade
    e que, dentro de alguns meses, vai servir a zona industrial e toda a população
    que lá trabalha, muita da qual vem de outros concelhos

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32753&sid=3616

    ==========
    7-LEÇA
    Refinaria ganha adeptos em tempo eleitoral
    Candidatos Equipamento deve manter-se para o PS, CDU e BE PSD defende uma
    solução de equilíbrio

    https://jn.sapo.pt/2005/07/31/grande_porto/refinaria_ganha_adeptos_tempo_eleito.html

    Clube Naval em”cenário dramático”, um ano após o incêndio no Porto de
    Leixões

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32748&sid=3616

    Preocupação manifestada pelo autarca de Leça da Palmeira
    Receio dos apetites das imobiliárias
    O presidente da Junta de Freguesia de Leça da Palmeira (Matosinhos), Pedro
    Tabuada, afirmou que a eventual desactivação da refinaria local iria
    despertar “gigantescos apetites imobiliários” pelos 2,9 hectares de
    terreno ocupados pela infra-estrutura.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=8d59aa9eb9df861fe93b42be2284bf18

    Obras de requalificação arrancam amanhã e são suportadas pela Galp Energia
    Nova marina de Leça em Novembro
    As obras de requalificação da Marina de Leça começam amanhã, um ano e um
    dia depois do incêndio no terminal petrolífero. O equipamento náutico já
    devia estar a funcio-nar, mas no decorrer das operações de limpeza surgiram
    pormenores que obstaculizaram o arranque das obras.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=b53209b4a86679ee65d5db636362bce7

    ==========
    8- PÒVOA de VARZIM

    Bombeiros sem auto-escada para chegar a “torres” na Póvoa de Varzim
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32747&sid=3616

    ==========
    9- GAIA
    Nova Avenida facilita acesso às praias de Gaia
    O acesso da auto-estrada à zona das praias de Gaia está mais facilitado com a
    inauguração da Avenida do Poeta Eugénio de Andrade (também conhecida como
    Via Atlântica), que, desde anteontem, passa a ligar, numa extensão de dois
    quilómetros, a rotunda do Fojo às imediações do Parque de Campismo da
    Madalena. Esta nova avenida urbana (anteriormente designada por VL7, de acordo
    com a terminologia do plano rodoviário concelhio) correspondeu a um
    investimento de quatro milhões de euros e foi coordenada através de
    contrato-programa pela empresa municipal Águas de Gaia.
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32750&sid=3616

    ==========
    10- VIANA do CASTELO
    Desbloqueada ligação norte da A27 à cidade de Viana do Castelo
    A construção da ligação do acesso norte da A27 à cidade de Viana do
    Castelo, entre o nó da Meadela e a designada rotunda da Abelheira, vai
    finalmente ser completada após um complicado processo de negociações entre a
    câmara e os proprietários dos terrenos e uma casa da zona atravessada pela
    futura via. O acordo entre as partes foi alcançado esta semana e ratificado na
    reunião quinzenal do executivo camarário.

    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=07&d=31&uid=&id=32745&sid=3616
    ==========
    ==========
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto e do Público Local
    Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
    específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
    basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por MAnuela D.L. RAmos

    Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto
    https://campo-aberto.blogspot.com/

    ====================
    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    ___________________________________________________________________

    O SAPO já está livre de vírus com a Panda Software, fique você também!
    Clique em: https://antivirus.sapo.pt

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário