[PNED] FW: Boletim de 29/V/2005
    [Esta lista tem actualmente cerca de 300 participantes inscritos.]

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Domingo, 29 de Maio de 2005
    ==========================
    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

    ==========================
    1- PORTO
    Francisco Assis garantiu que se for eleito presidente da Câmara do Porto a
    linha de metro da Avenida da Boavista não será construída. O candidato do PS
    à autarquia considera que o fluxo de passageiros não justifica a obra e que
    projecto previsto irá prejudicar uma artéria simbólica da cidade. “Há que
    reabilitar a Avenida da Boavista, mas servi-la com uma linha de eléctricos
    rápidos”, insistiu.

    O candidato falava, anteontem à noite, no edifício da Alfândega, no primeiro
    colóquio do ciclo “Fórum Cidade do Porto”, no qual pretende ouvir a
    sociedade civil e exterior ao PS para elaborar o seu programa político. Que
    já tem ponto um sonoro “não” à futura Linha Laranja. Continuam em curso,
    contudo, as obras de renovação do troço final daquela artéria (junto ao
    Parque da Cidade), que a deixarão já preparada para o metro. Um projecto do
    actual Executivo, liderado por Rui Rio (PSD).
    https://jn.sapo.pt/2005/05/29/grande_porto/assis_rejeita_metro_boavista.html

    Assis quer eléctricos rápidos na Boavista
    Para o candidato do PS à Câmara do Porto, o metro para a avenida
    “não é necessário em termos de fluxo de passageiros”

    “Se for eleito, não haverá linha de metro na Avenida da Boavista”. A frase é
    do candidato do PS à Câmara do Porto, Francisco Assis, e foi proferida,
    anteontem à noite, na Alfândega, na primeira sessão do Fórum Cidade do
    Porto, dedicado aos problemas da mobilidade e das acessibilidades.
    Segundo Assis, a linha de metro naquela zona da cidade, e cujo projecto
    encomendado aos arquitectos Siza Vieira e Souto Moura está só à espera da
    luz verde do Governo, não se justifica “em termos de fluxo de passageiros”,
    podendo mesmo “arruinar aquele espaço simbólico da cidade”. Assim, caso
    ganhe as autárquicas de Outubro, o candidato socialista promete servir
    aquela avenida com uma linha de eléctricos rápidos, susceptível de se
    articular com a rede de eléctricos já prevista para a Baixa do Porto, no
    plano de mobilidade que orientou a reabilitação urbana da Porto 2001.
    Falando no final de um debate que contou com a participação de especialistas
    como o geógrafo Rio Fernandes, o urbanista António Babo e Pedro Santos,
    autor de um estudo sobre a mobilidade no Porto, entre outros, Francisco
    Assis prometeu ainda centrar a sua acção na reabilitação da Baixa e do
    centro histórico, dando assim continuidade a uma das principais apostas do
    actual líder do executivo camarário, o social-democrata Rui Rio. “Temos de
    devolver a cidade aos peões. Esse é um conceito fundamental para podermos
    revitalizar a Baixa”, sustentou.
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=05&d=29&uid=&id=23035&si
    d=2530

    ————–
    EXTRA (última hora: 29.05.2005 – 14h21 Lusa )
    Porto:
    Rui Sá diz que o PS foi o “coveiro” deste transporte na cidade
    PCP questiona vontade socialista de reactivar linha de eléctrico na Avenida
    da Boavista
    (…)O
    autarca comentava um compromisso assumido sexta-feira à noite pelo candidato
    socialista à autarquia, Francisco Assis, de relançar os eléctricos na
    Avenida da Boavista, em detrimento do canal de metro preconizado pelo
    presidente da autarquia, o social-democrata Rui Rio.
    “Grandes discussões tive eu na Assembleia Municipal com o doutor Fernando
    Gomes [antigo presidente da Câmara socialista] quando ele defendia que o
    eléctrico era um meio de transporte completamente ultrapassado”, acrescentou
    Rui Sá.
    (…)
    Independentemente de a opção recair numa linha de metro ou de eléctrico, Rui
    Sá considerou que o percurso pré-estabelecido – toda a Avenida da Boavista,
    em cerca de seis quilómetros – “é o menos sedutor”. “Mais vantajoso seria
    que esse transporte subisse a Avenida Antunes Guimarães, virando na Fonte da
    Moura e no Lidador para descer a Circunvalação, apanhando assim uma zona com
    muito mais população”, preconizou.
    (…)
    Na sua visita de hoje à zona da Boavista, o comunista Rui Sá disse-se
    “preocupado” com os atrasos, de cerca de um mês, nas obras de adaptação de
    algumas artérias para receber a prova de clássicos em Fórmula 1, marcada
    para 8, 9 e 10 de Julho. No caso específico da Avenida da Boavista, uma das
    artérias a utilizar nas corridas, com cerca de 25 metros de largura, as
    transformações em curso visam criar duas faixas de rodagem em cada sentido e
    um canal central livre para metro ou eléctrico. “Toda a avenida vai ficar
    sem zonas de estacionamento”, lamentou Rui Sá.
    https://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1224420&idCanal=59

    ==========================

    2- PORTO
    “Cobrar taxas a carros que vêm ao Porto era passar certidão de óbito” –
    António Babo
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38039&pIdSec
    cion=7

    ……….
    Colóquio sobre mobilidade promovido pela candidatura de Francisco Assis
    Cidade afogou-se no automóvel

    A urgência de medidas que libertem a cidade do automóvel voltou a ser
    defendida num colóquio promovido pela candidatura do PS à Câmara do Porto.
    António Babo preconizou uma reorganização do espaço público e Guilherme
    salientou a importância (ou falta dela) do peão.
    (…)
    “O peão é discriminado”
    Outro dos oradores do debate realizado anteontem foi Guilherme Ferreira,
    antigo director de Planeamento Urbanístico da Câmara do Porto. Guilherme
    Ferreira centrou a sua intervenção no peão, considerando que lhe falta
    “exigir um tratamento igual ao dos outros meios de transporte”. Em paralelo,
    sublinhou que quem anda a pé é “discriminado” para logo depois avançar que
    está a ponderar a hipótese de criar uma Associação de Defesa dos
    Utilizadores do Espaço Público que seria com certeza interveniente em
    projectos como o da Avenida dos Aliados.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
    baf3&subsec=&id=deae55d4c621041c9462f6d66498d1f7

    ==========================

    3-PORTO
    Via Rápida esperou quatro anos para ter primeiro troço
    O troço da Via Rápida Porto/Gondomar (IC29) entre o nó das Areias e as
    imediações do nó do Freixo, no Porto, deverá estar pronto em finais de
    Agosto. José Luís Oliveira, vice-presidente e vereador das Obras Públicas da
    Câmara de Gondomar, acredita que dentro de pouco tempo aquele pedaço de
    estrada, com 1,7 quilómetros de extensão, estará pronto a receber
    automóveis. Mas para que a Via Rápida fique efectivamente concluída, fica a
    faltar, ainda, a sua ligação ao futuro IC24, no interior do concelho
    gondomarense. Projecto para “dentro de alguns anos”, admite o autarca,
    explicando que se insere na empreitada de construção daquela circular
    externa da Área Metropolitana do Porto.
    (…)
    Há muito que os moradores da zona de Pego Negro e na envolvente ao Bairro do
    Cerco, no Porto, deixaram de ter sossego, somando-se queixas de corte de
    acessos a dezenas de habitações, devido à concretização da obra. Uma
    empreitada que, recorde-se, inclui a construção da polémica Alameda de
    Azevedo, em Campanhã. Os 800 metros daquela via deverão ficar concluídos no
    último trimestre deste ano.

    https://jn.sapo.pt/2005/05/29/grande_porto/via_rapida_esperou_quatro_anos_par
    a_.html

    ==========================
    4- PORTO
    Bloco de Esquerda propõe cinco anos de moratória à construção no Porto
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38043&pIdSec
    cion=7

    ==========================

    5- PORTO
    “O Porto está à beira de se tornar uma cidade perigosa”
    por natália faria (textos) e nelson garrido (fotos)
    É vital produzir conhecimento científico capaz de enformar as políticas
    camarárias de combate a problemas como a exclusão social, crime e violência
    urbana, alerta Cândido Agra, responsável pelo novo Observatório de Riscos
    Urbanos e Segurança, que não dependerá financeiramente da administração
    central.
    Presidente do Conselho Directivo da Faculdade de Direito da Universidade do
    Porto, Cândido Agra assumiu, desde o início deste mês, a responsabilidade
    pelo novo Observatório de Riscos Urbanos e Segurança (ORUS), uma estrutura
    inserida no programa camarário de combate à exclusão social, mais conhecido
    como “Porto Feliz”. Nesta entrevista, a poucos dias do balanço daquele
    programa no executivo camarário, Agra classifica as críticas à intervenção
    junto dos arrumadores como “enviesadas e estereotipadas”. E, agarrando-se
    aos elogios de especialistas internacionais, sublinha a importância de
    basear as políticas concretas em conhecimento científico, apontando o caso
    de Nova Iorque, que, com uma intervenção da polícia baseada em dados
    científicos, reduziu a criminalidade em 40 por cento
    https://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2005&m=05&d=29&uid=&id=23033&si
    d=2530

    ==========================
    6- PORTO
    Entrevista a Nuno Grande – Médico, investigador e professor jubilado da
    Universidade do Porto

    “A avenida da Boavista devia ser intocável” – Nuno Grande
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38036&pIdSec
    cion=5

    “O Porto perdeu um pouco de prestígio no contexto nacional” – Nuno Grande
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38033&pIdSec
    cion=5

    ==========================
    7- PORTO
    Cabedelo está em risco

    As obras de construção dos molhes do Douro não estão a cumprir o Estudo de
    Impacto Ambiental. Bordalo e Sá, hidrobiólogo do ICBAS, denunciou que não
    tem sido feita a monitorização ambiental exigida. A protecção natural do
    estuário do Douro “está em risco”, adverte.
    (…)
    Protecção do estuário em risco
    A extracção de areias sem a devida monitorização ambiental está “descalçar”
    o Cabedelo na sua base. Bordalo e Sá realça que a obra que foi iniciada com
    o objectivo de proteger esta zona “está a servir para a destruir”. O
    emagrecimento do Cabedelo é o impacto negativo mais visível do não
    cumprimento do estipulado por lei no EIA. O hidrobiólogo não tem qualquer
    dúvida que o Cabedelo, protecção natural do estuário do Douro, está em
    risco. Não obstante, Bordalo e Sá não quer classificar a situação de crime
    ambiental, deixando para os tribunais a constatação da violação das
    situações previstas na lei. Denunciada a situação “inadmissível”, o
    responsável diz que o Estado “não pode queixar-se que não foi avisado”.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
    baf3&subsec=&id=f2b3cbfc0b11d16ae0d3b0bd2171da03

    ==========================
    8- PORTO
    Quinta abre porta a iguarias da terra
    À espera Participantes na Feira do Mundo Rural, que termina hoje na Bonjóia,
    queixam-se de fraco negócio
    Atarde já ia a meio. Nos pequenos pavilhões pré-fabricados, iguarias da
    terra jaziam, ontem, em bancas, à espera de cativar olhos e barrigas. Meia
    dúzia de curiosos, mais dados a passeios nos jardins da Quinta da Bónjoia,
    no Porto, do que a largar euros, faziam crescer o desânimo entre os
    participantes da Feira do Mundo Rural, que hoje termina. “A intenção é boa.
    Faltou divulgação”, dizia-se.
    https://jn.sapo.pt/2005/05/29/grande_porto/quinta_abre_porta_a_iguarias_terra
    .html

    ==========================
    9- GAIA
    Ainda não é desta… Já muitas foram as datas anunciadas para a abertura da
    área de lazer do Parque da Cidade de Gaia, em Oliveira do Douro. A última,
    avançada pelo presidente da Câmara, Luís Filipe Menezes, foi a de 5 de Junho
    – Dia Mundial do Ambiente. Porém, o nova área verde do concelho só estará
    pronta “no início de Julho”, conforme informou ontem ao COMÉRCIO Firmino
    Pereira, vereador do Ambiente.
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38048&pIdSec
    cion=7

    ==========================

    10-Melgaço
    Candidatura à Unesco apresentada na vila

    A ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, preside, na próxima
    sexta-feira, em Melgaço, ao arranque de encontro que visa a promoção da
    candidatura a património imaterial da Unesco da tradição oral
    galaico-portuguesa.

    Promovida pela associação “Ponte…nas ondas!” e participada por diversas
    entidades, como os centros de artes tradicionais do Porto e de Vigo, a
    iniciativa prolongar-se-á por três dias, contando, também, com a
    participação de alunos de escolas dos dois lados da fronteira.

    https://jn.sapo.pt/2005/05/29/minho/candidatura_a_unesco_apresentada_vil.html
    ==========================
    11-Ponte de Lima

    Portugueses e galegos valorizam vias romanas
    Património Municípios dos dois países promovem itinerário turístico e
    cultural Sinalizadas serão duas ligações que uniam Braga a Lugo
    https://jn.sapo.pt/2005/05/29/minho/portugueses_e_galegos_valorizam_vias.html
    ==========================
    12-CAMINHA: Festival Internacional de Papagaios quer ser o maior da Península
    Segunda edição do evento decorre entre ontem e hoje com cerca de 500
    participantes O sol e o vento do primeiro dia transformaram-se no cenário ideal
    do encontro
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=38057&pIdSec
    cion=9

    ==========================
    ==========================

    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
    de Notícias, de O Primeiro de Janeiro e de O Comércio do Porto, e do Público
    (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto
    (https://campo-aberto.blogspot.com/) e está aberta a todos os interessados
    sócios ou não sócios. O seu âmbito específico são as questões urbanísticas e
    ambientais do Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt

    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    Selecção hoje feita por Manuela D.L.Ramos

    ————————————————————-
    A FCUP utiliza o sistema de webmail Horde/IMP (www.horde.org)

    Visite: https://www.fc.up.pt/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário