[PNED] Boletim 05.V.2005

    Manuela D.L Ramos

    ________________________________________
    From: Manuela DL Ramos [mailto:mdlr@sapo.pt]
    Sent: domingo, 1 de Maio de 2005 23:10

    [Esta lista tem actualmente 306 participantes inscritos.]
    =================================
    Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

    Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
    faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

    Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

    Peça informações:
    campo_aberto@oninet.pt

    =================================

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    =================================
    Domingo, 1º de MAIO, 2005

    ===========
    1-
    POrtO
    nistro aceita diálogo mas recusa-se a financiar bairro
     Ministério da Saúde insistiu que não vai pagar os 1,5 milhões de euros que
    faltam para custear o Parceria e Antunes Tutela diz que o processo é “pouco
    transparente
    https://jn.sapo.pt/2005/04/30/grande_porto/ministro_aceita_dialogo_recusase_a
    _f.html

     
    =================================
    2-
    PORTO
    Metro não vai poder acudir às queixas dos moradores da rua de Faria de
    Guimarães
    A única garantia dada na reunião refere a inauguração da estação para Agosto
    próximo
    Desesperados e na esperança de que a reunião com a Metro do Porto lhes
    desses alguma novidade e atendesse aos seus pedidos para parar com o ruído
    das máquinas que trabalham durante toda a noite na estação de Faria de
    Guimarães, mais de uma dezena de moradores estiveram ontem no auditório da
    Junta de Freguesia de Santo Ildefonso, entre as 22h00 e a meia-noite,
    acabando por sair de lá mais desanimados do que antes.
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=35072&pIdSec
    cion=7

     

    =================================
    3-
    PORTO
    Porto Apelo ao ministro da Saúde contra a saída no hospital
    Túnel de Ceuta Ex-governante Paulo Mendo, um dos 692 subscritores da petição
    a favor da construção da saída em D. Manuel II, defende uma decisão política
    Câmara ainda sem resposta
    https://jn.sapo.pt/2005/04/30/grande_porto/apelo_ministro_saude_contra_a_said
    a_.html
     
     
    =================================
    4
    PORTO
    Sede da Metro suspensa em seis pilares

    O edifício que no futuro servirá de sede à Empresa do Metro do Porto, STCP
    (Sociedade de Transportes Colectivos do Porto) e TIP (Transportes
    Intermodais do Porto) implica um investimento superior a 10 milhões de
    euros. O imóvel, projectado pelo arquitecto Eduardo Souto Moura, ficará
    implantado na esquina das Ruas de Camões e de Gonçalo Cristóvão (na estação
    da Trindade) e apresenta uma configuração, no mínimo, original.

    https://jn.sapo.pt/2005/04/30/grande_porto/sede_metro_suspensa_seis_pilares.h
    tml
     
    =================================
     
    5
    GONDOMAR
    Câmara refuta críticas sobre Quinta das Freiras
    A construção da Casa da Juventude de Rio Tinto nas ruínas do antigo convento
    no Parque da Quinta das Freiras, em Rio Tinto (Gondomar), foi anunciada,
    ontem, pela autarquia local. Em comunicado, a Câmara de Gondomar refutou a
    críticas lançadas, anteontem, pela CDU, garantindo que o parque é “um
    equipamento de excelência”.

    Lembre-se que Joaquim Barbosa, membro da CDU na Assembleia de Freguesia de
    Rio Tinto, criticou o estado de “abandono” do espaço de lazer,
    reivindincando mais vigilância para o local. A Câmara de Gondomar refuta
    essa posição, afirmando que, ainda recentemente, a Quinta das Freiras foi
    utilizada para as comemorações do Dia da Árvore. A autarquia acrescenta que
    “a conservação do espaço e o seu tratamento têm sido alvo de permanentes
    acções camarárias”.

    https://jn.sapo.pt/2005/04/30/grande_porto/camara_refuta_criticas_sobre_quint
    a_.html

    =================================
    6
    GAIA
    Passeio pedonal segue pela ribeira até ao litoral
    requalificação Menezes inaugurou caminho pedonal entre a EN109 e a praia de
    Miramar Autarca considerou-o obra de “qualidade nórdica”  fernando timóteo

    T erminada a fase do investimento “pesado”, concluída, ainda este mês, com a
    inauguração da ETAR de Lever, Gaia passou, segundo Luís Filipe Menezes, para
    “o patamar da excelência”. Uma qualificação atribuída pelo autarca à ligação
    pedonal da ribeira do Espírito Santo, em Miramar (Arcozelo), um percurso de
    cerca de dois quilómetros, entre a EN109 e a praia, ontem inaugurada.

    https://jn.sapo.pt/2005/04/30/grande_porto/passeio_pedonal_segue_pela_ribeira
    _a.html

    =================================

    7
    GAIA
    Câmara de Gaia reabilita espaço no Candal
    Inaugurado um novo jardim

    A Câmara de Gaia inaugurou, ontem, o novo jardim do Candal. Depois de
    constatada a degradação do local, a Junta de Freguesia de Santa Marinha
    decidiu que a reabilitação do espaço seria a melhor opção.
    Com um investimento de cerca de 500 milhões de euros, financiados pela
    câmara, o jardim conta agora com um espaço infantil e um palco cultural
    construído em homenagem ao autor, e encenador de teatro amador da junta,
    Francisco Silva. Conhecido pela sua vasta participação para o fomento da
    cultura na freguesia, Silva conta já com mais de uma dezena de peças
    encenadas, estando neste momento em palco o espectáculo “Diz que disse, mais
    não disse”, de sua autoria. Emocionado com a homenagem, agradeceu todo o
    apoio dado quer pela autarquia quer por Joaquim Leite, presidente da junta.
    “Esta é a hora em que faltam as palavras para exprimir toda a gratidão”,
    iniciou o seu discurso perante uma plateia de várias dezenas de pessoas que
    aí se deslocaram para o efeito. “Sinto um carinho especial pelo teatro
    amador e espero um dia ter a continuidade que sempre sonhei”, foi o pedido
    final do encenador.

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
    baf3&subsec=&id=39bcabfd715213f6169a4b54252009f1

    =================================
    8
    VILA DO CONDE
    Ministro do Ambiente visitou Vila do Conde e presidiu à cerimónia
    Parque Urbano inaugurado

    O Parque Urbano de Vila do Conde, ao qual foi dado o nome de “João Paulo
    II”, foi ontem inaugurado pelo ministro do Ambiente. O espaço promete
    dinamizar o aglomerado populacional das Caxinas e servir de lugar de lazer
    para muitos jovens e não só.
    Vânia Esteves

    Vila do Conde viu ontem ser inaugurada a primeira obra do Polis,
    nomeadamente o Parque Urbano, que foi baptizado com o nome “João Paulo II”,
    em homenagem ao papa recentemente falecido. Localizado nas Caxinas, o espaço
    com 30 mil metros quadrados e 750 árvores de espécies variadas promete ser o
    pulmão da cidade. Da autoria do arquitecto Siza Vieira, o Parque Urbano, que
    está rodeado por três escolas, duas dos ensinos unificado e secundário, com
    mais de quatro mil alunos, e a maior escola primária do País, a das Caxinas,
    representa um investimento de 3, 3 milhões de euros. A cerimónia de
    inauguração contou com a presença do ministro do Ambiente, do Ordenamento do
    Território e do Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia, do
    arcebispo-primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, e do autor do projecto, Siza
    Vieira.
    https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
    baf3&subsec=&id=0e563fc7cba80bc466355951ec8ddad7

    +++++++
    No PUBLICO Local (sem link)
    Programa Polis vai ser relançado pelo Governo
    Ministro do Ambiente inaugurou primeira obra do Polis na cidade; a zona
    verde foi desenhada por Siza Vieira
    O ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, Nunes Correia,
    anunciou ontem, em Vila do Conde, que o Governo vai preparar para o próximo
    Quadro Comunitário de Apoio (2007-2013) um novo programa financeiro para a
    realização de obras de renovação urbana à imagem do Polis.

    O Polis de Vila do Conde representa um investimento global de 32 milhões de
    euros e contempla o arranjo de toda a marginal citadina e a edificação de um
    centro de estudo ambiental.
    +++++++++++++
    Um trabalho feliz
    No seu discurso, Siza Vieira lembrou às centenas de pessoas que estiveram na
    inauguração que o parque vai valorizar os terrenos em redor e apelou aos
    políticos presentes para que não caiam na tentação de destruir o contínuo de
    prédios de baixa densidade. Pediu aos jovens que “não encham as paredes de
    graffitis” e justificou que a “obrigação” de um arquitecto é fazer belo, mas
    a “maior alegria” é poder ser útil à sociedade.
    Às vezes, os trabalhos são cortados por dificuldades, como a paragem do
    financiamento ou conflitos – veja o que está a acontecer com alguns
    projectos no Porto -, e este correu bastante bem. Ainda vou fazer pequenos
    retoques, dar uns passeios pelos jardins para ver a colocação dos bancos,
    meter recipientes para guarda-chuvas…

    =================================
    9
    VINHAIS
      
    Autarca exige fiscalização à Águas de Trás-os-Montes
    O presidente da Junta de Freguesia de Ervedosa, Franclim do Nascimento, pede
    à União Europeia (UE) que fiscalize os projectos que a Águas de
    Trás-os-Montes e Alto Douro (ATMAD) está a desenvolver na região. O autarca
    daquela aldeia do concelho de Vinhais acusa a empresa de estar a construir
    uma estação elevatória num terreno baldio, junto ao largo de Santa Bárbara,
    sem qualquer autorização da Junta de Freguesia. “É uma atitude muito
    irresponsável para uma empresa financiada por fundos comunitários e com uma
    dimensão que esperamos que seja grande”, alega Franclim do Nascimento.
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=35025&pIdSec
    cion=9

    =================================
    10. PAÌS
    Criadas três linhas de crédito para minorar efeitos da seca
    A seca em Portugal agravou-se durante o mês de Abril, ao registar uma
    precipitação 39 por cento abaixo da média acumulada nas últimas seis décadas
    (1940/41 a 1997/98), revela um relatório do Instituto da Água. O boletim de
    precipitação mensal do INAG – Instituto da Água comprova que não se cumpriu
    este ano o ditado “Em Abril águas mil” e que a chuva foi ainda mais escassa
    (44 por cento abaixo daquela média) quando se refere ao valor acumulado
    desde Outubro passado.
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=35055&pIdSec
    cion=2

    =================================
    11. PAÍS
    Portugal rural da década de 70 cedeu lugar à “sociedade do conhecimento”
    Pouco mais de três décadas depois do primeiro 1 de Maio português, uma
    escassa semana após a Revolução de Abril, em 1974, muito mudou no panorama
    laboral nacional. Atentando no estudo realizado pelo Instituto Nacional de
    Estatística (INE) “30 Anos de 25 de Abril”, facilmente se percebe que se por
    alturas em que os portugueses tiveram a liberdade de sair à rua pela
    primeira vez para comemorar o Dia do Trabalhador eram as profissões ligadas
    ao Sector Primário (Agricultura, Pescas e Silvicultura) as “dominantes”, com
    o passar dos tempos foi o Sector Terciário (Comércio, Turismo e Serviços)
    que ganhou espaço, de tal modo que hoje em dia é que o chama a si a maior
    fatia da população activa nacional (ver quadro).
    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=35054&pIdSec
    cion=2
    =================================
    =================================

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/
    =================================

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
    Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto e do Público Local
    Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho.

    Selecção hoje feita por Manuela D.L.Ramos

    Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    =================================

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário