• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[PNED] Boletim 24/IV/05

[Esta lista tem actualmente 306 participantes inscritos.]
=================================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

=================================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo, 24 de Abril de 2005
=================================

1. PORTO
Responsável pela emergência no ´S. João´ critica passagem do metro à
superfície
Manuel Carvalho lamenta que a segurança de vítimas e o apoio e tratamento de
doentes esteja a ser relegado para segundo plano
Parecer alerta para o agravamento do tráfego e para o perigo de bloqueio nos
acessos à Urgência, em situações de emergência
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34314&pIdSec
cion=7
https://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================
2. PORTO

Museu Soares dos Reis sem gente nem dinheiro

Vivem-se dias difíceis no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto. O
equipamento cultural não tem funcionários suficientes para manter todas as
valências abertas, nem dinheiro para cobrir as despesas de manutenção. A
situação é “grave”e tem vindo a piorar de ano para ano. E os recentes montes
de terra das obras do túnel de Ceuta “plantados” à porta do Palácio dos
Carrancas só contribuiram para afastar ainda mais os já poucos visitantes de
um espólio que permanece escondido para a maior parte dos portuenses.
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/grande_porto/museu_soares_reis_gente_dinheiro.h
tml

Visita guiada

Pintura e escultura portuguesa dos séculos XIX e XX, com salas dedicadas a
Silva Porto, Soares dos (…)
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/grande_porto/visita_guiada.html

3. PORTO

Habitação social está desvirtuada
Debate Sustentabilidade da cidade discutida ontem por especialistas em
geografia, urbanismo e botânica
O debate foi promovido no âmbito da 3.ª Mostra de Ciência, Ensino e Inovação
da Universidade do Porto (ler pag. 32), para um auditório que não chegava às
DEZ PESSOAS DEZ PESSOAS !!!!!
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/grande_porto/habitacao_social_esta_desvirtuada.
html

=================================
4. PORTO

Intervenções da SRU na Baixa estão já contabilizadas
Reabilitação de 2,7 mil milhões

A intervenção da Sociedade de Reabilitação Urbana na Baixa poderá custar 2,7
mil milhões de euros. A estimativa orçamental divide-se entre a
requalificação do património edificado e também do espaço público. O plano
estratégico está em discussão.
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=c16a5320fa475530d9583c34fd35
6ef5&subsec=&id=a05a5f0df5ad94c9fc6ba7dcc5b36150
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/

5. PORTO
Consultório Urbanístico
Resido há mais de vinte anos no centro do Porto, num prédio arrendado que
vai ser objecto de obras de reabilitação social urbana, estando em curso o
processo de expropriação.
Qual é a minha situação? Tenho direito de voltar a ocupá-lo quando as obras
estiverem concluídas?
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34316&pIdSec
cion=7
https://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

6. PORTO

Poucos clientes na Relação

Mudança Estreia da feira da Vandoma, em frente à cadeia, com chuva e
negócios fracos
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/grande_porto/poucos_clientes_relacao.html

Vendedores satisfeitos com nova localização da Feira da Vandoma
Espaço no largo da Cadeia da Relação encheu ontem de manhã com novos
clientes e vendedores
A Feira da Vandoma, no Porto, conheceu ontem uma nova localização para
contentamento de grande parte dos vendedores, mas alguns continuam a temer
que o espaço na Cordoaria seja uma espécie de purgatório que conduzirá à
morte do evento. Tal como o COMÉRCIO já noticiou, a Feira da Vandoma saiu
das Fontainhas porque este espaço vai sofrer obras de requalificação e
passou para o largo do Campo dos Mártires da Pátria, mesmo em frente ao
Centro Português de Fotografia, instalado na antiga Cadeia da Relação, ali
ao lado do jardim da Cordoaria. Esta localização está prevista ser
provisória, já que os vendedores tiveram a promessa da autarquia de que, o
mais tardar em Julho, voltariam às Fontainhas.

“Alguns vendedores reagiram muito mal, também porque acham que o espaço é
muito pequeno e não tem grandes sítios para estacionar”, disse João Pinto,
que tem sido porta-voz dos comerciantes.
“Atendendo às circunstâncias, acho bem e mal estarmos aqui”, disse João
Pinto, enquanto expunha as peças de louça antiga. “Mal porque o espaço é
pequeno e bem porque pelas conversas que tivemos com a Câmara percebemos que
se não tivéssemos isto, a Vandoma acabava. Entre isto e a morte, prefiro
isto”, frisou.
https://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

7. PORTO
Experiências que apelam à ciência
Iniciativa pretende sensibilizar alunos para a investigação Aposta na
interactividade
Porque a curiosidade origina ciência, estas e muitas outras perguntas têm
resposta na III Mostra de Ciência, Ensino e Inovação. Hoje é o último dia da
iniciativa da Universidade do Porto (UP). No Pavilhão Rosa Mota. Mais do que
ver a ciência que se faz nas diferentes faculdades da UP, os visitantes
podem participar activamente nas experiências.
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/grande_porto/experiencias_apelam_a_ciencia.html

8. PORTO
Opinião
O fim de um ciclo (Nuno Grande)
Com a inauguração da Casa da Música, na semana passada, está a chegar ao fim
o conjunto impressionante de grandes projectos que marcaram a cidade do
Porto e a Área Metropolitana nestes últimos 15 anos. Faltam apenas os
últimos troços do moderno e arejado projecto do metro para se fechar este
período de significativos investimentos e muita ousadia.

=================================
9. PORTO
Francisco José Viegas – Escritor, autor de “Longe de Manaus” (Edições ASA)
Entrevista
“O Porto perde quando entra em competição com Lisboa”
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34350&pIdSec
cion=5
https://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================
10.GAIA

Baía de S. Paio classificada

O BE quer classificar a Baía de S. Paio como Área de Paisagem Protegida. O
projecto de lei já foi entregue na AR. Os bloquistas confiam na sua
aprovação pelo PS e pela CDU, que já o votaram favoravelmente. Para a Câmara
Municipal, a proposta é “ridícula”.

Em breve, a classificação da Baía de S. Paio, em Canidelo, como Área de
Paisagem Protegida vai voltar à Assembleia da República. Os deputados do
Bloco de Esquerda (BE) eleitos pelo círculo do Porto, João Teixeira Lopes e
Alda Macedo, já entregaram o projecto de lei.
“A Baía de S. Paio está ameaçadíssima pela poluição e pelos condomínios de
luxo previstos para o local”, salientou João Teixeira Lopes, afirmando-se
convicto de desta vez a proposta será aceite pela AR “sem hesitação”, pois
na anterior legislatura os partidos de esquerda que agora são maioritários
votaram favoravelmente a classificação. “Estamos muito optimistas, pois PS e
CDU votaram favoravelmente este projecto de lei e os partidos têm
princípios. Os projectos são exactamente iguais. Só foram melhorados
juridicamente”, disse.
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=6364d3f0f495b6ab9dcf8d3b5c6e
0b01&subsec=&id=d90f6bddbbbc9a658cadaf15b5d89113

11. MAIA
Adjudicação da Praça Maior vai ser levada à Câmara da Maia na próxima semana
A proposta de adjudicação do projecto da Praça Maior, na Maia, vai a reunião
do Executivo, na próxima semana. O plano para aquele espaço contempla várias
fases, mas a primeira deverá arrancar ainda este semestre e estender-se-á
por um período de 18 meses. O presidente da autarquia, Bragança Fernandes,
diz tratar-se de um investimento superior a 10 milhões de euros, que se
reveste de grande importância para o concelho.
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34317&pIdSec
cion=7
https://www.ocomerciodoporto.pt/

12.VILA DO CONDE

É a primeira obra do Polis a ficar concluída
Parque urbano abre dia 30

O Parque Urbano, nas Caxinas, que terá o nome de João Paulo II, vai ser
inaugurado no próximo dia 30, pelo ministro do Ambiente. O espaço promete
dinamizar aquela zona da cidade, disponibilizando diversas actividades para
os jovens e não só.

Vânia Esteves

O Parque Urbano, localizado no aglomerado populacional de Caxinas e Poça da
Barca, é a primeira obra do Programa Polis a ficar pronta, estando a sua
inauguração marcada para o próximo dia 30 de Abril. A câmara decidiu prestar
um tributo ao falecido papa João Paulo II, pelo que o parque terá o seu
nome.
Com uma área que ronda os 30 mil metros quadrados, esta será a maior mancha
verde da cidade, situando-se a 500 metros da orla costeira e representando
um investimento de 3,3 milhões de euros. O projecto é da autoria do
arquitecto Siza Vieira.
Esta era uma zona até há pouco tempo bastante degradada e abandonada, onde
se mantinha a céu aberto uma pedreira. A infra-estrutura veio recuperar e
revitalizar a zona, pelo que a população se mostra satisfeita com a obra.
Firmina Santos, moradora nas Caxinas, considera que a localidade “estava a
precisar desta zona verde, porque só temos prédios, casas e fábricas”,
justifica. Salientando que “os jovens podem entreter-se aqui”. Recorde-se
que o parque está rodeado por três escolas, duas dos ensinos unificado e
secundário, com mais de quatro mil alunos, e a maior escola primária do
País, a das Caxinas.


Além da área verde, que contempla mais de 700 árvores, o parque possui um
lago com dois mil metros quadrados, em memória da antiga Poça do Manco que
ali existia. No extremo Norte, situa-se um edifício em forma de u, que
acolhe o Centro de Actividades, sobretudo orientado para a população jovem,
onde se inclui a Mediateca, a Oficina de Trabalhos Manuais e a Sala de
Informática.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=19ca14e7ea6328a42e0eb13d585e
4c22&subsec=&id=866acb3cb223a9bbf8171ffc9dee19ae
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/

=================================

13. SANTO TIRSO
Ponte romana de Negrelos alvo de obras de reconstrução a partir do próximo
mês
Devido ao facto de se tratar de uma ponte muito antiga, o projecto de
reconstrução contou com a colaboração da Universidade do Minho, por esta
possuir “técnicos altamente qualificados na recuperação de estruturas de
alvenarias”, como é o caso. Segundo o município, o projecto teve ainda o
acompanhamento e a aprovação da Direcção-Geral de Edifícios e Monumentos
Nacionais. Destaque-se que, para o efeito, foram consultadas cinco empresas
possuidoras de alvará com a categoria de restauro de bens imóveis
histórico-artísticos indicados pela Direcção-Geral dos Monumentos Nacional.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34330&pIdSec
cion=9

=================================
14. BRAGA
Arqueologia com financiamento insuficiente
património Instituto Português de Arqueologia apenas apoia o estudo do
Teatro Romano descoberto na Cividade, o único existente no Noroeste
Peninsular
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/minho/arqueologia_financiamento_insuficien.html

Intervenções
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/minho/intervencoes.html

=================================
15. DOURO
ventual perda do título de Património Mundial alarma região do Douro
Agentes locais pedem ao Governo uma solução urgente para a gestão e
salvaguarda do património duriense
«É que mais de três anos depois da UNESCO ter classificado o Alto Douro
Vinhateiro (ADV) como Paisagem Cultural Evolutiva Viva vive-se nesta região
um vazio institucional e uma indefinição quanto às formas de gestão deste
património, que resultaram da extinção do Gabinete Técnico Intermunicipal
(GTI).»
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=34322&pIdSec
cion=9

Património Mundial em risco

Numa altura em que aumentam as preocu-pações quanto à hipó-tese de retirada
do título do Douro como Patri-mónio Mundial, os agentes da região ape-lam ao
Governo por uma solução urgente para a gestão e salva-guarda deste
patri-mónio. Aspecto positivo é o aumento do turismo.

Paula Lima (Agência Lusa)

“O Alto Douro Vinhateiro é uma questão urgentíssima, para a qual temos que
arranjar uma solução”, afirmou à Agência Lusa o deputado socialista eleito
por Vila Real, Jorge Almeida. É que mais de três anos depois da UNESCO ter
classificado o Alto Douro Vinhateiro (ADV) como Paisagem Cultural Evolutiva
Viva vive-se nesta região um vazio institucional e uma indefinição quanto às
formas de gestão deste património, que resultaram da extinção do Gabinete
Técnico Intermunicipal (GTI).
O GTI criado para gerir e salvaguardar o ADV, que funcionou durante três
anos com o apoio a 25 por cento das autarquia e 70 por cento do Programa de
Recuperação de Áreas Urbanas Degradadas (PRAUD), terminou o seu prazo de
funcionamento no início deste ano e ainda não foi criada nenhuma estrutura
alternativa.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a3
18d5&subsec=&id=3e60130deda7c68454466dbc2f2b6a3c
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/

=================================

16. Terras de bouro
Retomar a dianteira termal
GerêsInvestimentos estão direccionados para o fomento do turismo ambiental e
de lazer Requalificação urbanística, mais um hotel e novo balneário vão
potenciar o turismo geresiano

«Conservar a paisagem rural com o apoio das populações
O ambiente é – e continua a ser – uma das preocupações da Câmara de Terras
de Bouro, apostada em conservar o habitat das comunidades rurais. Um
projecto que, ao longo do tempo, tem implicado programas concertados com o
Parque Nacional da Peneda-Gerês. Para o autarca António Afonso, “o fomento
turístico passa também por aqui”, através do incentivo e apoio do município
e da ATAHCA a projectos de desenvolvimento para as áreas rurais, de que é
exemplo os aglomerados de Covide, Campo de Gerês, Brufe e Rio Caldo»
https://jn.sapo.pt/2005/04/24/minho/retomar_a_dianteira_termal.html

=================================
17. PAÍS
Associação 25 de Abril contesta que celebrações não tenham tanto destaque
Liberdade revista em jornais

Nas celebrações do 25 de Abril, o Museu Nacional da Imprensa inaugurou a
exposição «Os Jornais da Liberdade», os primeiros números de jornais que
surgiram após a revolução. De folhetos anarquistas a projectos que vingaram
até hoje são centenas de jornais para ver.
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7
baf3&subsec=&id=1493ae7d757a3dde48ee94a79a7eaa5f
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/

=================================
18. MUNDO
ONU pede intervenção no acesso à água, saneamento e eliminação da habitação
precária
Recomendações para melhoramento da humanidade

A comissão da Organização das Nações Unidas para o desenvolvimento
sustentável adoptou recomendações aos governos para melhoramento da
humanidade nos domínios do acesso à água, do saneamento e a eliminação da
habitação precária.
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e588668
0cb9&subsec=&id=68d1f2e3015edd2229da4926bf35b8a3

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/

=================================
================================

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

=================================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto (em um ou vários dos
citados, não necessariamente em todos).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Manuela D.L.Ramos

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

=================================
=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário